Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

......................................................................................

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Acre empurra para igrejas a obrigação de cuidar dos alagados

Vianna repassou atribuição 
do governo para as igrejas
O governador Tião Viana (PT), do Acre, livrou-se da obrigação do poder público de dar assistência às vítimas de alagamento e a repassou a igrejas e bancos. Estima-se que a cheia, a maior do Estado, tenha afetado 100.000 pessoas.

O que ocorre normalmente, nesse tipo de socorro, é o estabelecimento de cooperação com igrejas e outras instituições. Nesse caso, contudo, o governador entregou todas as responsabilidades a igrejas.

Viana anunciou ontem (27) que o poder público deixará de administrar os donativos e também não mais decidirá quem deve receber a ajuda.

Ele repassou essas atribuições para a Igreja Católica, Assembleia de Deus e Igreja Renovada. São elas que vão gerir as contas bancárias abertas no Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal para o depósito das doações em dinheiro.

Vianna "privatizou" o socorro sob o pretexto de se ter maior transparência na destinação das doações, admitindo, indiretamente, a incompetência de seu governo de impedir que haja desvio ou mau aproveitamento dos recursos.

Ele se desincumbiu de uma atribuição que seria do seu governo ao mesmo tempo em que agradou as igrejas, concedendo-lhes poder. E se algo der errado, a culpa não será dele, mas das igrejas. Vianna se mostrou “esperto”, no sentido pejorativo da palavra.

Com informação das agências.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...