Padres pedófilos de Arapiraca pegam até 21 anos de prisão

Barbosa,  Duarte e Gomes:  sacerdotes violentadores
João Luiz de Azevedo Lessa, juiz da Vara da Infância e da Juventude de Arapiraca (AL), condenou o monsenhor Luiz Marques Barbosa (na foto, o primeiro à esquerda), 83, a 21 anos de prisão, além de ter de pagar multa, sob a acusação de crime de pedofilia. Um ex-coroinha, uma das vítimas de Barbosa, filmou  às escondidas o sacerdote na cama com um colega.

O juiz também condenou pelo mesmo crime o monsenhor Raimundo Gomes, 53,  e o padre Edílson Duarte  (45) a 16 anos e quatro meses de prisão. Os condenados têm o prazo de cinco dias para recorrer da sentença, que foi anunciada na tarde de hoje (19).

Arapiraca é a segunda maior cidade de Alagoas. Tem 209 mil habitantes e fica a 130 km de Maceió. A cidade ficou famosa quando explodiu o escândalo do trio  de pedófilos. Foi notícia nos principais jornais do mundo.

De acordo com denúncia (acusação formal à Justiça) do MPE (Ministério Público Estadual), as vítimas dos padres são Fabiano Silva Ferreira, Cícero Flávio Vieira Barbosa e Anderson Farias Silva.

Com informação das agências.

Vídeo flagra monsenhor em intimidade com ex-coroinha
março de 2010

Padres pedófilos de Arapiraca     

Comentários

  1. Uma pena. Isso não tem nada de pedofilia.

    ResponderExcluir
  2. Igreja católica apostólica pedofila romana

    ResponderExcluir
  3. Não existe crime de pedofilia. E esses caras não eram nem crianças quando começaram a catar esses velhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como não tem nada de pedofilia? Se a justiça que é falha, conseguiu provar que eles mantinham relações desde a adolescência, 12-13 anos não é pedofilia? Ah... Vá!

      Excluir
  4. "Não tem nada de pedofilia", certeza? Por acaso você tem formação jurídica e teve acesso aos autos pra afirmar isso? Ou é apenas um católico especulador?

    ResponderExcluir
  5. Vai preso nada, estas pragas vão é ver o bento 66 em 2013 e sentar na tribuna com os padrecos.


    CONTRA RELIGIÃO.

    ResponderExcluir
  6. Mais pedofilia:

    http://www.youtube.com/watch?v=5yEF-Vj-Kt8

    ResponderExcluir
  7. ainda tem gente que defende uns cachorros desses, eles eram pra ser enforcados!

    ResponderExcluir
  8. '"Não tem nada de pedofilia", certeza? Por acaso você tem formação jurídica e teve acesso aos autos pra afirmar isso? Ou é apenas um católico especulador?'

    Sim. Tenho formação jurídica. Acesso aos autos somente as partes, não são de viés público, mas foi revelada a idade do denunciantes, nenhuma criancinha atualmente e nem quando foi 'abusada'. Lembro de ter visto no SBT que eles tavam cobrando propina dos padres pra não revelar um video deles. Mas acontece que no video eles eram maiores de idade.
    Portanto: nada de pedofilia, que aliás, não é crime. Abuso sexual sim, e uma coisa que não vi nesse caso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é apenas a ponta de um iceberg. Pra mim o Bispo também é homossexual praticante e portanto, como católico que é,comete um pecado maior pois para a Igreja Católica há uma hierarquia de pecados e existem uns piores que outros. Se um homem acredita na Igreja Católica e se sabe homossexual e o pratica como padre, porque se tornou um sacerdote? Para cometer um pecado ainda maior ? Se peca como leigo é uma coisa mas se peca como um sacerdote é muito pior. Agora: Será que esse velho começou a fazer esse sexo homossexual somente agora, com 83 anos. Há quantos anos peca dentro da Igreja ? Provavelmente desde que entrou a uns sessenta anos atrás. Sabe-se lá quantos garotos desencaminhou.

      Excluir
    2. Pois é, então você não viu a reportagem completa que teve outras vítimas menores( denunciantes como vc queira chamar) informando outras tentativas desses padres. Com certeza, no país que vivemos se não fosse comprovado nada, seria muito mais fácil, não condenar oa "pobres" padres. Se houve condenação para eles, que se acham, e na maioria das vezes acabam sendo acima da sociedade mesmo, é pq houve provas muito mais que contundentes. Você com "formação jurídica", criticando sem ter visto todas provas, uma investigação, um corpo de juri e uma sentença? Ok.

      Excluir
    3. Mesmo que não exista pedofilia isso só serve para mostrar o cinismo da Igreja, uma instituição podre que só se sustenta no mundo até hoje porque o Estado é negligente e incapaz e investisse em educação esses sacripantas estariam extintos!

      Excluir
  9. Aonimo-crente-troll disse: ...nada de pedofilia, que aliás, não é crime...

    E também disse: Sim. Tenho formação jurídica.

    Isso demonstra duas coisas: Que as faculdades brasileiras atingiram o fundo do poço e formam qualquer um, ou dois, o anônimo é um mentiroso.

    ResponderExcluir
  10. Israel chaves:
    lamento, mas sou ateu. Segundo, é minha opinião formada sobre o caso, como executor do direito e humanista. Assim como quem condena, tem quem defenda. Se não se esquece, numa democracia existe a ampla defesa, e não caio na frescurite de querer por na cadeia, ou mandar as favas os direitos humanos.
    E segundo, azar o seu achar que sou mentiroso. Mais fácil o senhor (tentar)provar que existe crime de pedofilia no nosso código penal, os padrecos são só umas bichonas.
    Até parece que nosso sistema judiciário é perfeito. Existe muitas falhas nesse processo, ainda mais por condenarem-nos por ato testemunhal.

    ResponderExcluir
  11. Você está querendo me convencer de que pedofilia não é crime? Não é preciso ser formado em direito para saber disso.
    E direitos humanos? Você está falando daqueles que só servem/só são lembrados quando é para defender assassinos, estupradores, doentes mentais e afins? Aqueles que não se aplicam à vítimas?
    Desculpe, mas se você realmente é formado em direito como diz que é, é por causa de profissionais como você que nossas leis têm tantos buracos e não servem para nada.
    Danem-se as vítimas, certo?

    ResponderExcluir
  12. Só uma observação: na minha primeira postagem (as 19:22), eu tinha feito uma pergunta ao primeiro anônimo. Em momento algum me referi ao suposto "crime de pedofilia". Realmente não existe o crime de pedofilia em nosso país, já que pedofilia é uma espécie de parafilia.
    .
    No entanto, é punível sim a conduta de quem mantém relações sexuais ou qualquer outro ato libidinoso com menores de 14 anos - artigo 217 A, do Código Penal - que recebeu o nome de "estupro de vulnerável".

    ResponderExcluir
  13. Seria muito bom que fossem mesmo, mas acho muito difícil isso acontecer. Como já disseram aqui.

    "Vai preso nada, estas pragas vão é ver o bento 66 em 2013 e sentar na tribuna com os padrecos."

    Padres Filhos da puta!

    CONTRA RELIGIÃO E SEUS MALES.

    ResponderExcluir
  14. Pedofilia é uma espécie de parafilia e não um tipo penal.

    ResponderExcluir
  15. O Vaticano é um estado que tem suas próprias leis , portanto acabarão apodrecendo em liberdade lá mesmo!

    ResponderExcluir
  16. O Anônimo de 19/12/11 22:25 usa expressões como "executor do direito" e "ato testemunhal", quando deveria dizer "operador do direito" e "prova testemunhal", se tivesse formação jurídica. Segue-se que não tem tal formação.

    ResponderExcluir
  17. Issae professor, agora porque você não 'entra' na justiça só por causa disso? Meus professores utlizam essas mesmas expressões também, e agora?

    ResponderExcluir
  18. Pois é, seu Israel Chaves, é bom estudar algo antes de abrir a latrina.
    As testemunhas não eram crianças, e nem foram quando pegaram os padrecos.

    ResponderExcluir
  19. Superinteressante a discursão destes dois cidadãos... Eu sou católico, e até fundador de um "movimento religioso" dentro do catolicismo, porém,fico contente em ver que pelo menos a justiça tomou uma boa iniciativa, o que resta agora é ver se defato estes nojentos vão mesmo para a cadeia, independente de "crime de pedófilia" ou não esse tipo enoja uma igreja que foi fundada por quem pregou a verdade e a vida. Estes malditos tem é que serem jugados sim e condenados sim!

    ResponderExcluir
  20. A notícia do Sr. Paulo Lopes só omite (propositalmente) uma informação muito importante. A de que os padres citados, além de pedófilos, são, também, HOMOSSEXUAIS. Ou não foram coroinhas a serem abusados por eles?

    ResponderExcluir
  21. Antonio vocé é um piadista, dizer que tua igreja pregou a verdade e a vida, credo dá ate nojo lidar com vocês que não sabe nada. Maldita fé que cega as pessoas

    ResponderExcluir
  22. a ICAR é uma putaria...so que com padres gays e pedofilos...que com certeza da impunidade e da inexistencia de Deus algum e de sua punição , cometem esses crimes....

    ResponderExcluir
  23. Caro Anônimo (20/12/11 09:29)Saúde e Paz para você e sua família neste final de ano! Olha, se ajudar as pessoas é "maldito" bendita seja a minha fé, pois, eu e o grupo que formamos nos empenhamos disso: PELA FÉ AJUDAR, e não fazemos isso para a conquista de redução de impostos. Certo?! Agora em relação a religião para poder discutirmos seria preciso que o(a) senhor(a)tivesse um nome, pois acho chato discutir com que não tem nome. Ok?
    Ah, só para esclarecer... "As portas do inferno não prevalecerão sobre a minha Igreja" disse Jesus, portanto para seu desânimo o Cristianismo vai sempre existir; lamentavelmente "piadistas" como eu nunca vai faltar neste mundo. Se você se incomodar com esses "loucos por Deus", vai morrer "doido" meu irmão. Um abraço na Alma!

    ResponderExcluir
  24. Em primeiro lugar são hiprocitas que se fazem de donos da moral, e defensores dos bons constumes e da conduta ilibada.
    Porem sob o manto da autoridade religiosa, praticam suas fornicações como qualquer homosexual inrustido(pois não assumem).
    Seus parceiros coroinhas, tambem são homosexuais, pois ja tinham idade para escolher, entre a fuga e a denuncia, mas continuaram a dar-se. Porque ? Se houve crime, porque continuaram. Ou gostaram ou levavam vantagens vendendo o corpo como qualquer garoto de programa. E ainda esses homem deploraveis querem me ditar regras de conduta. Se foram seduzidos quando menores os clericos são criminosos hediondos, e por isso pagarão com pena de prisão. Mas agora os coroinhas adultos, continuraram a fornicar a dar-se...............e dai ?

    ResponderExcluir
  25. Esse troll é o Joel Carvalho!!ACORDEM!!Ele está querendo desviar o foco do tópico para fazer o que costumeiramente este HOMOFÓBICO faz:Associar pedofilia à homossexualidade!.ACORDEM!!Ele está travestido de ateu,mas se necessário for<veste-se até de dançarina havaiana.Eu conheço esses pilantras e a mim.Eles pessam que enganam a todos,mas a mim, esse falso-moralista multi-facetado não engana.

    ResponderExcluir
  26. O sujeito já começou errando quando se disse formado em direito sem saber absolutamente nada do assunto. Está muito claro que é só mais um troll carente de atenção.

    ResponderExcluir
  27. Anônimo (19/12/11 18:15)

    Pedofilia é uma perversão sexual onde a atração sexual é voltada para crianças pré-púberes ou no início da puberdade (a puberdade se inicia por volta dos 10, 11 anos e vai até os 14 anos).

    Então - de acordo com as leis brasileiras - até completar 14 anos, a criança ou adolescente não tem idade de consentimento para fazer sexo. Como esse período de incapacidade de consentimento de acordos com as leis brasileiras coincide com o período de pré-pubescência e início e término da puberdade então o estupro de vulnerável é pedofilia, portanto pode pedofilia pode ser considerado crime.

    Assim também como produção, venda, distribuição, fornecimento, publicação, apresentação em qualquer meio de comunicação de fotos e vídeos de pornografia infantil (que é crime) tb cai na pedofilia.

    ResponderExcluir
  28. Bom,aqui o negócio é muito severo,ma em outros países abundam fotos e vídeos de menores semi-nus.Aqui já seria pedofilia.E mais,aqueles comentários lascivos em vídeos de crianças no YouTube não seria pedofilia aqui?E lá fora,seria?

    ResponderExcluir
  29. Michelle, pedofilia é SOMENTE atração por crianças. A infância vai até os 12. Nossas leis a idade consensual é 14, e nisso cai o abuso sexual.

    Israel Chaves,
    sou troll porque? Porque 'acha' que nada sei sobre o assunto, assim como você nada sabe de leis, ou porque não concordo com a pena dada aos padres? Desculpe, mas pra mim esses padres foram alvo de extorsão de uns michêzinhos. Falharam e acusaram os padres de abuso. Simples.

    ResponderExcluir
  30. Você defende a pedofilia de padres safados. Diz ser formado em direito mas diz absurdos como esse de pedofilia não ser crime. Se não é troll, é doente mental.

    ResponderExcluir
  31. Sim,Israel é o doente mental Joel Carvalho.Esse cara pensa que ainda tem alguma credibilidade aqui?Me poupe

    ResponderExcluir
  32. Anônimo (20/12/11 15:40)

    A puberdade dura até os 14 anos. A preferência dos pedófilos são crianças e adolescentes que estão na puberdade.

    "A pedofilia é um grave desvio da sexualidade que leva um adulto a sentir desejo sexual por crianças ou adolescentes, e pode ter característica homossexual ou heterossexual. É uma forma de violência sexual considerada crime pela Constituição Federal, que no parágrafo 4º do art. 227 diz que 'a lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente'."

    Fonte: http://www.turminha.mpf.gov.br/direitos-das-criancas/18-de-maio/o-que-e-pedofilia


    "Você sabe o que é pedofilia? É o crime de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Aquele que comete o crime de pedofilia é chamado de pedófilo. Ele tem desejo de fazer sexo com crianças e se aproveita da inocência e ingenuidade delas para se aproximar. Disfarça suas intenções e tenta se passar por amigo com conversas gentis e promessas de presentes."

    Fonte: http://www.turminha.mpf.gov.br/direitos-das-criancas/18-de-maio/o-mpf-esta-atento-a-pedofilia.-voce-tambem

    ResponderExcluir
  33. Este caso nada tem de pedofilia. O direito não retroage, este é um princípio elementaríssimo da doutrina jurídica. Não se está condenando os eclesiásticos por pedofilia alguma. A prova, sem a qual todo estudante de primeiro semestre de Direito sabe, que não há crime, refere-se ao intercurso oral e anogenital entre maiores. O que nós no Direito realmente sabemos, é que este é um exemplo de carne aos leões, para satisfazer a sanha de justiça (vindita) da opinião popular. Os michês (prostitutos masculinos, também homossexuais, assim chamados no jargão de rufiões e pederastas) sairão aclamados, mas depois caídos em óbvio ostracismo, notadamente em se tratando de caipiras. Findarão como atores pornôs ou garotos de programa de cidades maiores. E os pseudo-reverendos gozarão tranquilos suas aposentadorias e velhices nalguma casa de repouso, porque uma coisa é a penalidade, outra(bem outra) é a imputabilidade.(ou inimputablidade, que é o reverso). Mas não me encham o saco com tréplicas, porque nem vou ler as réplicas.

    ResponderExcluir
  34. Pessoas de costumes torpes, também podendo ser chamados de infames, condenados pelo próprio autor das epístolas do Novo Testamento, atribuídas a Paulo, sempre existiram. Não só a Igreja Católica Romana, muçulmanos, como se vê no filme O Caçador de Pipas, na religião e mosteiros budistas, em agremiações protestantes, onde quer que haja homens solitários e meninos ou adolescentes, há o risco da pederastia, ou mais precisamente da efebofilia. Não nos façamos de hipócritas para não enxergar que a matriz e o reforço da imoralidade, com a conivência tácita, o silêncio e por vezes a cegueira das famílias e das próprias vítimas, não é nenhuma deficiência de decência ou virtude; é a cobiça, o primariíssimo e grosseiro materialismo da sociedade atual, anômica e destituída de reais valores. Muitos estão esperando somente um convite para se corromperem , e não adianta culpar A Religião, O Futeboll; porque a prática da imoralidade generalizada nasce e cresce da fonte, da cultura popular, da própria sociedade. Há sem dúvidas vítimas reais, crianças e adolescentes de famílias estruturadas, que recebem a afronta como um rude golpe massacrante e torturante por décadas, de seus vergonhosos silêncios. Mas a maioria mesmo, oriunda da rua e das promíscuas aglomerações que nem se podem chamar comunidades, nem famílias; encontra aí, nesses territórios fechados, das Igrejas, ou das escolinhas de dente-de-leite de futebol...Território propício para dar vazão aos costumes perversos e tendências viciosas; que já foram neles implantados, por outros abusadores, criando o círculo vicioso, que nunca irá acabar. Não se resolve este nem qualquer outro problema senão através de famílias ajustadas, lares funcionais, pais e uniões felizes; valores que justamente estes mesmos inimigos da religião querem destruir, junto com toda moral, o que é uma autocontradição deficitária da lógica mais elementar.

    ResponderExcluir
  35. Johannes Mendel Cartesius21 de dezembro de 2011 01:31

    Este caso foi uma das maiores vergonhas para a Igreja Católica do Brasil. Simplesmente terrível e imperdoável o que estes padres criminosos fizeram com estes adolescentes.
    21 anos de cadeia para estes pedófilos é pouco, deveriam pegar perpétua. (Mas, infelizmente, prisão perpétua não existe no Brasil. É uma pena!)
    Além destes padres-monstros irem para a prisão, é justo a Igreja ser condenada a pagar uma indenização milionária à cada um destes jovens, que com certeza, sofreram danos psicológicos irreversíveis decorrentes do abuso sexual.
    Estes padres covardes se valiam de duas estratégias para praticar os estupros:
    (1)- Escolhiam apenas garotos de famílias pobres, fragilizados cultural e socialmente, que necessitavam de algum tipo de ajuda ou apoio. Em troca desta "ajuda", aconteciam os estupros.
    (2)- Depois de cometer os abusos, estes padres-canalhas escondiam-se atrás de suas estolas. Aproveitando-se de sua posição de líderes religiosos, jogavam a comunidade dos fiéis contra os jovens, que tiveram sua honra e dignidade massacradas em sua própria cidade.
    Estes padres-vermes, celebravam a santa missa de dia, e barbarizavam os adolescentes à noite. A mesma mão que erguia o cálice do vinho consagrado, era a mão que bulinava forçosamente as partes íntimas dos pobres meninos.
    Tomara que a Justiça seja realmente feita, neste país de progressão de pena e brechas da lei, que só os caros advogados acham. Que estes padres-demoníacos sejam tratados com o carinho que é reservado a todos os estupradores na cadeia, aí sim, eles terão uma leve ideia do sofrimento que eles infligiram às suas vítimas.
    (Eu geralmente não cometo os outros comentários, mas eu fiquei chocado, para dizer o mínimo, ao ler alguns comentários acima. Alguns cretinos acham que os jovens não foram vítimas, pelo contrário, estavam tentando extorquir os "pobrezinhos" padres, e que tudo não passou de uma armação dos garotos para ganhar dinheiro.
    Que vergonha, que em pleno século XXI ainda exitam estas ideias preconceituosas que culpam as vítimas em casos de crimes sexuais.
    Eu queria ver, se um destes canalhas que estão defendendo estes padres-sujos visse um vídeo de um parente sendo molestado, visse um filho ou sobrinho de 10 a 12 anos sendo aliciado por estes padres-torpes, aí sim, eu queria ver aonde ele escreveriam comentários defendendo os padres-imundos.) Vergonhoso.

    ResponderExcluir
  36. Johannes Mendel,
    Vergonhoso nada. Se esse era o modus operandi deles, porque não apareceu mais testemunhas além daqueles? Usar retórica anedótica sobre esse o comportamento deles é feio. Ali não tinha vítima nenhuma. Tentaram extorquir os padres, admitiram isso na Tv. Só cego não quer ver isso.

    ResponderExcluir
  37. Michelle,
    quero ver procuradores e advogados usarem essa cartilhazinha de 'turminha' para acusar os abusadores sexuais e estupradores. Perdem o processo na hora.
    Pedofilia com adolescentes? Conta outra...

    ResponderExcluir
  38. Israel Chaves,
    'Você defende a pedofilia de padres safados.'
    Tou defendendo ato de ninguém, seu asno. Só não vejo crime nenhum no caso, e acho que os padres deviam continuar dando a bunda deles pra quem quisesse, já que os michezinhos SÃO MAIORES DE IDADE. Ah, mas padre na teoria é celibatário, a igreja condena o homossexualismo, é cidade do interior...

    'Diz ser formado em direito mas diz absurdos como esse de pedofilia não ser crime. Se não é troll, é doente mental.'
    Doentinho mental, se informe primeiro antes de dizer 'absurdos' sobre o que é classificado como crime e o que não é. Parafilias não são crimes. Ser pedófilo NÃO é crime. Próxima vez, ataque o caso, não o argumentador, como uma pessoa inteligente que é, pois até agora não mostrou nada que pedofilia é crime, além de ficar chamando os outros de troll e o que a 'imprensa ispecializada' fala.

    ResponderExcluir
  39. Exatamente, pedofilia(parafilia de interesse sexual que recai sobre crianças) não é crime,mas sim o ato pedofílico.Portanto o abusador de criança é quem é criminoso,ok?Entretanto,troll,convencionou-se chamar o estupro de vulnerável de pedofilia por razões de jargão jornalístico.Ou seja;dá no MESMO!!.E NEM VEM TENTAR ASSOCIAR PEDOFILIA À HOMOSSEXUALIDADE QUE NÃO CLA DE JEITO NENHUM.Até o reino mineral sabe que os maiores pedófilos são OS HETEROSSEXUAIS!!E que esse crime(estupro de vulneráveis e ou atos libidinosos em geral)ocorre EM SUA ESMAGADORA MAIORIA DENTRO DO PRÓPRIO LAR.E O PRINCIPAL ABUSADOR TEM O SEGUINTE PERFIL:PAI DE FAMÍLIA TRADICIONAL,RELIGIOSO(CATÓLICO OU EVANGÉLICO)E DE CLASSE MÉDIA BAIXA!

    ResponderExcluir
  40. Portanto nem vem que não cola!

    ResponderExcluir
  41. Anônimo (21/12/11 11:29)

    Vc que se diz advogado deveria saber que aquele site é do MPF (Ministério Público Federal) só que voltado para o público infanto-juvenil...

    ResponderExcluir
  42. Pela lógica do troll, ser assassino não é crime, o crime é assassinar. Ser ladrão não é crime, o crime é roubar. Então o pedófilo pode ser pedófilo à vontade contanto que não cometa pedofilia?
    Isso já passou de trollagem. Você tem problemas mentais, sem dúvida...

    ResponderExcluir
  43. Pedófilos estão em todos os lugares em todos os egmentos, mas vários casos tem surgido na Igreja Católica e na Maçonaria. O Estado de São Paulo esta virando REDUTO de pedófilos, principalmente de MAÇONS. Em BRODOWSKY o Venerável Mestre da Loja Maçônica foi preso pela Juíza local. Em Catanduva/SP a polícia prendeu dois "zés maanés" e os demais, POR serem MAÇONS (médicos e empresários) contou com a PREVARICAÇÃO de duas Delegadas de Polícia, segundo a CPI da Pedofilia, mas até agora continuam trabalhando normalmente. Em Santa Fé do Sul/SP o Cartorário MAÇON PEDÓFILO contou com a prevaricação do Delegado MAÇON e do Desembargador do TJ/SP que lhe concedeu dois (02) Habeas Corpus, e esta SOLTO e EXERCENDO Cargo Público, graças também a AJUDINHA de outras autoridades maçonicas. Que OBRIGAM as crianças (filhas de maçons) vítimas do Irmão Pedófilo a silenciarem para protegerem o Irmão pedófilo. Em BAURU/SP o Advogado Maçon PEDOFILO que abusou das filhas também esta solto. Isso é uma vergonha !! MAÇONARIA isso é regra ou exceção ! Acordem, ALBERT PIKE, o papa da maçonaria, disse em um dos seus lvros, que 95% dos maçons são e merecem serem enganados. Uma Instiuição que acoberta os crimes de seus membros passa a ser uma ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA.

    ResponderExcluir
  44. 'Pela lógica do troll, ser assassino não é crime, o crime é assassinar. Ser ladrão não é crime, o crime é roubar. Então o pedófilo pode ser pedófilo à vontade contanto que não cometa pedofilia?'
    Exato. Me diga uma pessoa que seja pedófila e esteja presa, sem ter cometido crime algum.

    Isso já passou de trollagem. Você tem problemas mentais, sem dúvida.
    E você é uma pessoa emotiva que foge da lógica, burro. Ninguém pode ser preso sem cometer o crime.

    ResponderExcluir
  45. 'Anônimo (21/12/11 11:29)

    Vc que se diz advogado deveria saber que aquele site é do MPF (Ministério Público Federal) só que voltado para o público infanto-juvenil... '

    Não deixa de estar errado. Agora entendo porque a impunidade é tanta, são promotores despreparados.

    ResponderExcluir
  46. Ao anonimo das 12:36, eu concordo com você, mas muito pelo contrário, NUNCA IREI ASSOCIAR PEDOFILIA COM HOMOSSEXUALISMO, pois já discuti com o FDP do Júlio Severo sobre ele associar ateísmo com pedofilia.
    Mas os padres não deixam de ser gays, e os michezinhos de aproveitadores. Procurem o video em que o rapaz e o monsenhor fazem sexo, tem na net. Perfomance de filme pornô, nada de pessoa abusada.

    ResponderExcluir
  47. correção, homossexualidade. Mania de digitar o que vem na cabeça sem revisar.

    ResponderExcluir
  48. Sejamos francos, hoje seria de se esperar que esses pedófilos sejam presos, mas a realidade nos deixa aborrecidos, pois até onde sabemos a ICAR é uma organização cristã-pedófila que nunca pune e nunca puniu, certamente que nunca irá punir nenhum clérigo por cometer tal ato abominável. O que vai acontecer é esses seres nojentos serem transferidos de paróquia e o caso ficar por isso mesmo. Esperemos que as autoridades (in)competentes executem as penalidades, caso não o façam é por que estarão comprovando que são parte do problema e não da solução.

    ResponderExcluir
  49. Não concordo com esta sentença, pois essa historia estar muito mal contada. Quem garante que isso não é somente um caso de homossexualidade? Será que estas supostas vitimas foram abusadas quando eram menor de idade? Não será uma tentativa de extorção? Além disso 21 anos de prisão para o idoso de 83 anos é um pouco absurdo gente.

    ResponderExcluir
  50. nao esquecamos que os desvios que estao nas instituicoes vem da celula familia e nao igreja. portanto, se as instituicoes estao "doentes" a raiz esta na familia.
    vamos primeiro tratar os pais, tios, irmaos,primos pedofilo. (VALDO)

    ResponderExcluir
  51. Putz! Como esse povo é tapado. Gente quando se trata de lideres religiosos não existe pedofilia e acabou o assunto. Comer criancinhas ou adolecentes tá liberado pra essa classe. A eles não cabem ser bom exemplo de nada. É só se confessarem uns aos outros e beleza! Depois vão se acostumando que no paraiso a putaria vai correr solta.Sorte minha que já reservei um lugarzinho no inferno!

    ResponderExcluir

Postar um comentário