Pastor manda por engano fotos de genitália a fiéis e se suicida


O pastor Letsego, da província de Limpopo, África do Sul, se enforcou após ter mandado por engano pelo WhatsApp fotos de sua genitália para o grupo de seus fiéis.

Mensagem teria de ser
para a amante, a quem
pastor prometia orgasmos
 
Ele deveria ter mandado as imagens para sua amante, uma frequentadora de sua igreja.

Na mesma mensagem, Letsego fez referência a sua voz sensual e prometeu a Miriam, a amante, uma noite de orgasmos.

A mulher dele estava viajando.

O pastor se matou quando fiéis começaram a lhe telefonar para pedir uma explicação. No dia seguinte, ele se dependurou em uma corda.

Um fiel disse que a congregação já desconfiava que Letsego tinha um caso com a irmã Miriam.

Letsego foi vítima de sua própria hipocrisia.

Com informação do site Monitor da África do Sul.

Pastor se mata por ter seu nome vazado em site de adultério