Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

sábado, 7 de setembro de 2013

Livro diz por que o ateísmo vai substituir as religiões até 2041

Why Atheism Will Replace Religion: The triumph of earthly pleasures over pie in the Sky
Barber  disse que desenvolvimento
leva as pessoas a se livrarem das crenças
O biopsicólogo Nigel Barber — um irlandês radicado nos Estados Unidos — escreveu um livro para explicar, segundo seus estudos, por que o ateísmo vai substituir as religiões na maioria dos países té 2041, com exceção dos Estados Unidos. “Why Atheism Will Replace Religion: The triumph of earthly pleasures over pie in the Sky” está disponível na Amazon americana desde 2012, em versão digital.

Barber afirmou que a decadência das grandes crenças organizadas ocorrerá, como já pode ser verificado em alguns países, na proporção que em houver avanço no desenvolvimento econômico, consequentemente com melhores condições de vida à população.

“As pessoas dos países onde há melhor padrão de vida são menos propensos a acreditar em Deus ou considerar a religião como algo importante em sua vida”, disse.

“A religião pode ter sido útil para os humanos por milênios como instrumento para aliviar a incerteza e o estresse”, disse. “Mas agora perdeu a sua utilidade na medida em que os países bem-sucedidos proporcionam segurança a sua população.”

Acrescentou que os cidadãos, quando se sentirem seguros e disporem de estabilidade econômica (o que inclui o emprego), eles “não mais vão precisar de rituais religiosos para ajudá-los a lidar com suas ansiedades”.

Barber observou que atualmente a maior concentração de ateus se encontra justamente em países de segurança econômica, confiança social, bom sistema de saúde pública e relativa riqueza.

Ele falou que chegou a essas conclusões ao analisar o desenvolvimento econômico e a prática religiosa em 137 países.

“Um Estado de bem-estar leva as pessoas à descrença, e as atividades religiosas são substituídas por eventos cívicos.”

"Quando se compara países em todo o mundo, os mais felizes não são as mais religiosas", afirmou. "Os países onde a maioria das pessoas está mais infeliz predomina a pobreza, fome e doença, e são esses mesmos países onde a crença religiosa é mais forte.”

Com informação das agências.





Ateus de Brasília saem do 'armário' e se organizam
setembro de 2013

Ateísmo

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...