Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Âncora do 'SBT Brasil' agora afirma que não apoia Feliciano

Para jornalista, protestos põem
em 'risco' a democracia
A jornalista Rachel Sheherazade (foto), uma das âncoras do "SBT Brasil", afirmou à Veja SP que não apoia as declarações do pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) acusadas de homofóbicas e racistas.

Ela foi procurada pela revista por causa da repercussão nas redes sociais de seus comentários, feitos no telejornal no dia 20, que minimizaram as afirmações do presidente da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias da Câmara.

A Folha de S.Paulo divulgou que jornalistas e artistas do SBT estariam elaborando um abaixo-assinado para dizer que “Sheherazade não nos representa”. A jornalista disse desconhecer essa informação.

Para ela, conforme disse na edição daquele dia do telejornal, Feliciano expressava apenas suas “opiniões pessoais”, como se isso não tivesse nenhuma interferência na condução da comissão.

Nas redes sociais, comentou-se o fato de a jornalista ser evangélica, o que seria a explicação de ela ter poupado o pastor Feliciano.

À Veja SP, ela afirmou que o seu comentário foi no sentido de ressaltar a liberdade de expressão do Feliciano. “Disseram que eu apoiava as ideias dele. Imagina! Tenho amigos gays e de ascendência africana.”

No entendimento da jornalista, os protestos que têm conturbado as sessões da comissão são um “risco” à democracia.

Em sua defesa, afirmou que "nem todo conservadorismo é ruim", porque "é diferente de ser retrógrado".

Sheherazade tem em alta conta as suas próprias “opiniões pessoais”, como se fosse uma luminar do jornalismo brasileiro.

“Eu fui contratada para opinar”, disse.





Com informação da Veja SP.

Apoio de âncora a Feliciano constrange jornalistas do SBT
abril de 2013

Feliciano

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...