Petição on-line 'fora Feliciano' supera a 450.000 adesões

Meta da petição é obter o total
de 500.000 assinaturas
A petição pela destituição do pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, da Câmara, acaba de superar as 450.000 adesões. Tem havido forte oposição à ocupação do cargo por Feliciano por causa das afirmações dele sobre homossexuais tidas como homofóbicas, o que o pastor nega.

Criada no começo do mês no site Avaaz por Bruno M., a petição será enviada aos deputados quando atingir 500.000 adesões.

Por sugestão do Avaaz, cerca de 20 mil pessoas enviaram e-mails a deputados do PSC pedindo o afastamento do pastor da presidência da comissão.

A petição “Confirmo” [Feliciano na comissão] criada pelo deputado em seu site tinha até o começo da tarde de hoje 262.699 assinaturas.

Para Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Câmara, a permanência de Feliciano na presidência da comissão se tornou “insustentável” porque se criou naquela instância um “clima de radicalização”. Ele está pressionando o PSC a tomar uma decisão até terça-feira, um dia antes da próxima reunião da comissão. Feliciano disse que não vai entregar o cargo.

Enquanto isso, as manifestações contra o deputado prosseguem em várias cidades, incluindo um “beijaço de repúdio” em São Paulo.






Caetano diz ser ‘grotesco’ ter Feliciano cuidando das minorias
março de 2013

Marco Feliciano

Semelhantes