Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

......................................................................................

terça-feira, 5 de junho de 2012

Pastor dá recado aos ateus dos EUA: 'Este país é cristão; saiam!'

pastor John Hagee Charles
Hagee tem uma rede de TV e de
rádio para propagar seu ódio
No domingo (3), durante um culto, o pastor John Hagee (foto), 72, líder de uma megaigreja com sede em San Antonio, Texas, mandou um recado aos ateus dos Estados Unidos: “Este país não foi construído para os ateus, nem por ateus. Foi construído pelo povo cristão que acredita na palavra de Deus. Se vocês se sentem ofendidos com a nossa crença em Deus, existem aviões que saem de hora em hora para qualquer lugar do planeta Terra. Nós não queremos vocês e não vamos sentir a sua falta. Eu garanto.” Os fiéis aplaudiram.

O vídeo da pregação do pastor repercutiu em blogs e sites ateístas, acompanhado com o comentário de que se trata de mais uma demonstração do “amor cristão”. Ironia à parte, o esprit de corps funcionou: nenhum pastor sensato se dignou a criticar publicamente a intolerância do colega.

A ira de Hagee veio à tona provavelmente porque o movimento ateísta vem obtendo cada vez mais visibilidade nos Estados Unidos, com a realização de encontros e promoção de outdoors.

Há ainda o momento eleitoral. Depois que o presidente Barack Obama, candidato à reeleição, afirmou que é favorável ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, pastores não têm perdido oportunidade para criticá-lo.

Hagee, na pregação daquele dia, lamentou que Obama tivesse declarado a jornalistas estrangeiros que os Estados Unidos não são uma nação cristã. “Ele está absolutamente errado”, disse. “Fomos, somos e seremos sempre um povo que lê a Bíblia, um povo cristão.”

Na disseminação do ódio, Hagee é, por assim dizer, democrático. Já atacou judeus, islâmicos e católicos. Sua igreja tem 160 emissoras de TV e 50 de rádio. Seus programas são transmitidos em países na África e Europa, além dos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. A mensagem de “amor” do pastor chega a cerca de 100 milhões de casas.





Com informação do vídeo do culto e do Examiner.

Nos EUA, pastor sugere cadastrar ateus para que sejam rastreados
agosto de 2011

Ateísmo.   Fanatismo.   Intolerância religiosa no mundo.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...