Mais um estudante ateu sofre intimidação por se recusar a rezar

Guilherme Marçal, 13, estudante do 9º ano da Escola Estadual Gertrudes Eder, de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, disse que se sente constrangido desde o ano passado por colegas porque se mantém em silêncio durante a oração que ocorre ali todos os dias.

Nos últimos dias, esse é o segundo caso que vem à tona de intimidação a estudante ateu. O primeiro foi de Ciel Vieira, 17, de Miraí (MG), que teve de postar um vídeo no Youtube denunciando a discriminação para chamar a atenção das autoridades.

Em Miraí, houve a tentativa da escola de respaldar a atitude da professora de geografia Lila Jane de Paula, embora ela estivesse errada — a laicidade do Estado brasileiro, determinada pela Constituição, impede qualquer tipo de proselitismo religioso em escolas e demais estabelecimentos públicos.

Em Itapecerica da Serra, Rosa Machado, a diretora da escola, também se achava no direito de passar por cima da Constituição.

Ao ser procurada pela Folha de S.Paulo para que desse uma explicação, ela disse que a questão tinha de ser tratada pela Secretaria de Estado da Educação.

A secretaria, ao tomar conhecimento do caso pelo jornal, afastou “preventivamente” Machado de suas atividades — uma decisão rápida que deve ter surpreendido a diretora. A secretaria informou que proíbe oração nas escolas.

O pai-nosso era rezado na quadra de esporte nos turnos da manhã e da tarde. Antes do afastamento da diretora, funcionários da escola afirmaram que a maioria concordou “democraticamente” com a oração e que os alunos não religiosos ou de credos não cristãos poderiam se manter em silêncio.

Marçal disse que inicialmente rezava porque tinha vergonha de ser o diferente, mas quando passou a ficar quieto se sentiu constrangido pelo olhar de reprovação dos colegas e professores.

Pai-nosso no Estado laico

Escola Estadual Gertrudes Eder, de Carapicuíba (SP)
Alunos se preparam para a oração
Com informação da Folha de S.Paulo. 

CNBB afirma que escolas não podem impor o pai-nosso aos alunos.
abril de 2012

Lei do pai-nosso de Ilhéus.  Religião no Estado laico.  Intolerância.

Comentários

  1. Lugar de rezar é na igreja. Nas escolas deveriam ensinar ... A constituição deveria ser matéria obrigatória e os alunos teriam conhecimento de todos os seus direito e deveres, além do fato de que o Estado é laico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. noticia sem base e Sem fundamento, o ateísmo precisa de respeito e não de noticias assim.
      um moleque de 13 anos nem sabe o que é ateísmo...o ateísmo esta virando piada...um molecagem sem fim.

      ATEU CONVICTO.

      Excluir
    2. "Um moleque de 13 anos não sabe o que é ateísmo"

      Tá de sacanagem né? Puta geração de ateus modistas do caralho que tu faz parte em ? -.-

      Nascemos ATEUS! E se não tivermos uma família que nos force a ter alguma crença, seremos ateus independente da idade!

      Excluir
    3. AnônimoApr 6, 2012 10:55 AM

      Ateísmo não envolve o saber; envolve o acreditar.

      Excluir
    4. "Ateísmo não envolve o saber; envolve o acreditar."

      É justamente o contrário.

      Excluir
    5. Deus existe? Sim, não, talvez. O ateísmo é apenas outra resposta a mesma pergunta. Envolve acreditar sim e não o saber. Acreditar é quando se tem certeza de algo. Mas não uma certeza baseada no saber, mas uma certeza baseada na confiança. Você confia que seja assim, credita um voto de confiança.

      Quanto a um garoto não saber o que é ateísmo. Conheço garotos que com essa idade já sabem melhor em que acreditam, que muito adulto por aí. Mas de qualquer forma, escola não é lugar pra oração. Na minha época, cantávamos o Hino Nacional na escola. Hoje em dia, a maioria dos alunos nem sabe o que é isso.

      Muitas pessoas desenvolvem um pensamento cético logo cedo. Aos seis anos de idade me lembro que certa vez, uma vizinha começou a contar estórias. Ela falou sobre São Jorge que matou o dragão e, que se olharmos para a lua, podemos ver a imagem de São Jorge matando o dragão.
      Algum tempo depois vi meu irmão falando sobre isso. E para a minha surpresa ele parecia acreditar. Eu gostava de ouvir estórias. Ficava facinado por elas. Mas jamais acreditei, eram apenas estórias.

      Dizer que um garoto de 13 anos não sabe o que é ateísmo, não tem o menor fundamento.

      Excluir
    6. "Antes do afastamento da diretora, funcionários da escola afirmaram que a maioria concordou “democraticamente” com a oração e que os alunos não religiosos ou de credos não cristãos poderiam se manter em silêncio."

      A maioria, mais uma vez caem no abismo do utilitarismo e se esquecem (ou seria falta de conhecimento tbm) da constituição. Se a maioria fosse "testemunhas de jeová", estaríamos falando sobre a polêmica da doação de órgãos e sangue.

      Aulas de civismo e constituição nas escolas JÁ!!!
      Menos bitolação, mais cidadãos.

      Excluir
    7. Foda-se esse bla bla.
      O fato e, o moleque ter constrangimentos por não querer rezar...
      O Estado Laico cade?
      E sobre isso que estamos falando...

      Excluir
    8. Revolução já!8 de abril de 2012 12:59

      "um moleque de 13 anos nem sabe o que é ateísmo"

      E ele sabe o que é cristianismo? Se nem os adultos sabem o que é essa religião podre.

      Excluir
    9. AnônimoApr 7, 2012 04:44 AM

      Ateísmo é o NÃO ACREDITAR em Deuses. Isso é ateísmo. O verbo saber não se encontra no ateísmo. O verbo saber se encontra na filosofia, na lógica, no pensamento racional, na ciência que pode, ou não, estimular a descrença.

      Excluir
    10. Se alguém não acredita que Deus existe, esse alguém é chamado de ateu. Se alguém sabe o que significa a palavra ateu, esse alguém sabe o que é ateísmo.

      Excluir
    11. Analista Man

      O "saber" continua existindo dentro da filologia, mas, não, dentro do ateísmo.

      Excluir
    12. Boa tarde, Gostaria de convidar as pessoas que estão fazendo críticas infundadas sem o conhecimento de como está a educação em nosso País para passar o dia dentro de uma sala de aula, pois é muito fácil criticar.
      E qual o problema em rezar um Pai Nosso?
      Será que este é o grande problema na educação?
      Vocês não estão percebendo que isso está ligado a uma politicagem barata?!

      Excluir
    13. Constrangimento tem os professores, funcionários das escolas, ao ouvirem aqueles funks que esses tipos de alunos ouvem durante os intervalos. Agora rezar um Pai Nosso, é constrangimento? Eu prefiro que meu filho reze 10 Pai Nosso, ao invés de escutar 1 Funk. Pede para verem o histórico desses menores que estão como vítimas? Tenho certeza que se pedirem para eles resolverem uma conta de divisão com 2 ou 3 números no divisor eles não saberão... Será por quê? Eu respondo, com umas criaturas que não respeitam nem uma oração, e se acha humilhado só pelo fato de escutarem, é mais fácil ensinar qualquer matéria para uma porta ao invés de ensinar para essas criaturas. Vai lá imprensa, verifiquem o histórico escolar deles? Eu também não tenho religião, acredito só em Deus, mas eu tenho algo digno, RESPEITO. Parabéns a essas diretoras, que estão preocupadas de trazerem um pouco de paz dentro de um ambiente que é tão conturbado quanto uma escola, onde muitos alunos se acham no direito de gritarem com professores e funcionários, se acham no direito de escutarem esses tipos de musicas de uma nota só (FUNK), e vocês sabem o porquê de tudo isso, falta de respeito, falta de cultura e falta de oração. Perguntem para esses menores que estão fazendo esta algazarra toda, quantos livros já leram na vida? Vamos lá imprensa fazem uma entrevista culta com eles. É muito fácil criticar quem só esta querendo o bem.

      Excluir
    14. Anônimo, você diz que tem "RESPEITO" mas está discriminando as pessoas que ouvem Funk, insinuando que elas são ignorantes.

      Excluir
  2. Vejam que importante foi a iniciativa do Ciel para que outros jovens não agüentassem mais calados o proselitismo religioso nas escolas. Acreditem em mim, este é só o começo do efeito dominó... Ass: Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Revolução já!6 de abril de 2012 16:56

      Também estou certo disso! Aguardem que haverão mais!

      Excluir
    2. tbm acho

      vai acontecer uma enxurrada de casos de constrangimentos e de imposições e proselitismos

      aguardemos

      Excluir
  3. Antes de melhorar será necessário piorar um pouco mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também vejo dessa forma WillPapp. Mesmo por que acho muito difícil boa parte dos religiosos ficarem tranquilos depois que
      1º - Se começou finalmente a retirar os símbolos religiosos dos institutos públicos.
      2º - Não ser aceita a imposição religiosa para crianças em escolas.

      Provavelmente vamos conseguir fazer a Bancada evangélica se juntar com a TFP... rsrsrs

      []´s

      LHDias

      Excluir
  4. "Guilherme Marçal, 13, estudante do 9º ano da Escola Estadual Gertrudes Eder, de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, disse que se sente constrangido desde o ano passado por colegas..."

    Temos aqui um estudante que se sente constrangido só porque os outros oram. Creio que no fundo há uma orquestração contra a oração nas escolas.

    Espero que quando o mau vier, o que não é raro nas escolas, não me venham os ateus com suas falacias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que falácia seu doente? Ele não se sentiu constrangido porque os outros oravam, mas pq eles olhavam torto pra ele pq ele não orava tb. Interpretação de texto fail, a sua.

      Excluir
    2. vá rezar na sua igreja. Escola é lugar de se aprender coisas reais, não fantasias religiosas....

      Excluir
    3. Mas não é mesmo para ter orações em escolas públicas. Vocês religiosos fanáticos tem algum problema de cognição?

      Excluir
    4. Revolução já!6 de abril de 2012 17:00

      Sua religião podre está em decadência e irá desaparecer. Daqui a alguns séculos os alunos nas aulas de história irão rir das babaquices de vocês, assim como hoje em dia riem do Antigo Egito.

      Excluir
    5. CRISTÃO FERNANDO,

      Igreja é lugar de oraçao.

      Escola é lugar de estudar.

      Ponha isso na sua super-mini-micro-cabecinha.

      E se vc fosse o UNICO cristao em uma escola onde todos fazem oracoes a Allah e em duracao a Meca ?

      Vc tem algum problema com isso, fanatico louco ?

      Esses CRISTÃOS com as suas falacias !!

      Excluir
    6. O mau ja veio ha muito tempo e não é orando que vai melhorar. Quando nossos governantes e os demais responsaveis pelo ensino, e tambem os pais, forem mais competentes, talves tenhamos alguma esperança.
      Colocar crianças em colegios de religiosos tambem não funciona, dado os acontecimentos que estão vindo a tona graça a coragem dos ateus. Que não são covardes como os religiosos, que se escondem atras de um ser imaginario.

      Excluir
    7. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      esse esquizofrenico vindo acusar os outros de falacia?? Putz... só rindo..

      Excluir
    8. .

      Daê Filho de Abraão, veio aqui ser humilhado mais uma vez? :)

      Mulher de malandro não aprende...

      Em tempo: seu deusinho judaico é tão merda que você vive tomando na cabeça e sempre volta para a nossa diversão.

      Pensando bem, nem merda esse tal Jeová é. Afinal, esse personagem não existe, Logo, não cabe qualifica-lo com adjetivos.

      Att.,

      Espancador de Pastores

      .

      Excluir
    9. Ou a abraao ta trollando ou perdeu de vez o senso do ridiculo...

      Excluir
  5. Esse tipo de coisa deve estar acontecendo no Brasil todo. Já tive problemas na escola de minha filha com isso.

    ResponderExcluir
  6. Ok, a oracao era feita numa escola PUBLICA, mas aqueles que nao sao adeptos daquela crenca possuem o direito de permanecerem calados.

    ORA, FACE-ME O FAVOR!!!!

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o Anônimo que disse que ele ainda não sabe o que é ateísmo, talvez até saiba o significado mas não tem nenhum aprofundamento no mesmo. Nesta idade a interpretação de mundo dele ainda é infantil, ele ainda está saindo daquela fase de ter nojo quando se fala de meninas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprofundamento no que? Ateísmo não é religião, não precisa de estudo e não tem doutrina. Nascemos ateus, e ninguém é mais inteligente por ser ateu.

      Excluir
    2. wC, diz que o menino de 13 não sabe o que é ateísmo. Para ele, criança nessa idade só tem "aprofundamento" para saber o que é ser religiosa -- a que rezam. Ora, tenha paciência. Falta de "aprofundamento" mesmo tem o wC, embora ele aparentemente já seja bem grandinho.

      Excluir
    3. Ele não sabe o que é ateísmo? Ora faça-me o favor. O que está em juízo aqui não é o conhecimento do garoto sobre qualquer assunto, mas três questões muito simples:

      1º - O direito do aluno em não participar de ato religioso.
      2º - A função da escola que deve ser de ensinar e não de promover ato religioso.
      3° - O respeito ao princípio de laicidade do Estado. Lembrem-se que a escola é pública e não deveria promover atos desse tipo.

      Seri bem melhor que os alunos cantassem o Hino Nacional. Estimularia o patriotismo. Mesmo assim, haveria alunos que não cantariam, devido a convicções religiosas. E creio que mesmo isso deveria ser respeitado. O que não se pode dizer dos diversos casos em que está havendo bulliyng contra alunos que não se enquadram ou que se recusam a aceitar a pregação religiosa nas escolas.

      Excluir
  8. Não sou católico, mas vou a igreja catolica filmar casamentos, no momento da ladainha fico calado. Com pouca coisa ateus poem as unhas de fora. Isto só mostra o espírito enrustido neles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lógico que tem que ficar quieto. É uma Igreja. Esse sim é o local certo para pregação, não escolas públicas.

      Excluir
    2. E sera que voce nao consegue perceber que uma igreja (ambiente este onde voce filma casamentos) refere-se a um ambiente TOTALMENTE DIFERENTE de uma escola publica??

      Acha mesmo que defender o Estado Laico e algo que beneficia somente aos ateus??

      Ok, que tal entao se colocarmos a oracao da Ave Maria nas escolas publicas, heim? Esta oracao encomodara nao somente aqueles que nao-cristaos (judeus, mulcumanos, ateus, agnosticos ou mesmo os que acreditam em deus sem ter uma religiao definida), mas tambem a todos os protestantes.

      E que tal se sairmos do cristianismo e colocassemos oracoes dedicadas aos exus????

      Eu fico PASMO como crentes (e pessoas que nao refletem muito o que estao defendendo) se deixam enganar (ou tentar enganar os outros) com uma desculpa tao ingenua de que so ateus tem motivos para reclamar de um pai nosso.

      O dia que estes mesmo religiosos experimentarem do proprio remedio, sendo constrangidos com rituais de outras religioes, eles irao perceber que a defesa da laicidade do estado e algo que beneficia A TODOS!!!

      (Ps. Meu teclado esta em ingles, entao estou sem acentos)

      Excluir
  9. Revolução já!6 de abril de 2012 16:53

    Viva la revolucion!!!

    Abaixo a hipocrisia religiosa!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu acho que ele n deveria junto com as pessoas que oram.

    O olhar de desaprovação pode ser por qualquer motivo uma briga, má conduta com os colegas etc... caso contrário da margem a este tipo de coisa.

    Vão orar e deixe o moleque de fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diz-se que Jesus, o Cristo, expulsou os mercadores da "Casa de Deus" porque ali não era lugar de comércio.

      No lugar onde as crianças devem aprender aquilo que lhes dará base para fazerem suas futuras escolhas não é lugar de se lhes impor uma alternativa única, uma religião.

      Assim como há falsos profetas, há também falsos mestres.

      Excluir
    2. O problema nao ele estar ali, o problema e a ORACAO ESTAR ALI.

      Se querem orar, vao a uma igreja. Escola nao e lugar de oracao, mas sim de educacao.

      Excluir
    3. Se não olhavam torto pra ele antes e só começaram a olhar diferente por que ele não mais rezava com os outros, claro que deve ter outros motivos rsrsrsrs

      Excluir
    4. E como sempre, um templário defendendo um crime federal, patético.

      Excluir
    5. Pior que um crime federal. O "Templário" defende um pecado: o Orgulho.

      Excluir
    6. Pior que crime federal. O "Templário" defende um pecado: Orgulho.

      Excluir
    7. YuriApr 6, 2012 04:19 PM

      O que vc entende por estado laico?

      Excluir
  11. Se fosse num colégio de padres ou num colégio de freiras, vá lá, não se poderia reclamar e eles teriam todo o direito de instituir a oração. Mas a escola pública é mantida pelo Estado. Isso não é tão difícil de entender.

    Ou talvez seja pra alguns e vai ver que é porque os 10 mandamentos estão incompletos. Está faltando este: "Guardarás a tua religião para ti próprio". (Thanx George Carlin)

    ResponderExcluir
  12. A solução é o aluno fazer uma oração para a professora, pedindo pra ela parar de orar para Jesus.

    ResponderExcluir
  13. .

    Sinal dos tempos.

    O afastamento da diretora é só mais um sinal de que a casa dos crentes está caindo.

    Isso (confusão por causa de um pai-nosso) seria impensável a uns 5 anos atrás.

    Agora tem gente até sendo punida por esse tipo de atrocidade. Muito bom.

    Att.,

    Espancador de Pastores

    .

    ResponderExcluir
  14. Meu Deus! sou seguidor de Cristo e espero não ser morto por vocês um dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que me consta, os seguidores de Cristo estão entre os maiores assassinos da história. Intimidar até uma criança de 13 anos e achar isso certo?

      Excluir
    2. valeu drama queen

      Excluir
    3. No filme Quo Vadis, Nero mandou os Leões pra cima dos Cristãos e os Cristãos morreram felizes.

      Excluir
  15. enquanto isso em Cuba a sexta feira virou ''santa'' oficialmente.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ter muito casos desses acontecendo. Esses alunos precisam ter voz. Ficar calado é a pior coisa que se possa fazer.

      Excluir
  17. O assunto é gravíssimo. Ouvi dizer que há infiltração de membros da Renovação Carismática Católica na Secretaria de Estado da Educação. Eles são muito influentes no interior do Estado. Resta saber se a provável punição a diretora não servirá apenas como satisfação a imprensa e parte da sociedade, e depois tudo volta como antes, de forma mais dissimulada. Eles estariam esperando o assunto esfriar na mídia e voltar de novo com estes projetos proselitistas.
    Lembrando que o governador tem ligações com a Opus Dei, embora seja bastante discreto sobre isto.

    ResponderExcluir
  18. caiu a grande mentira judaica, envolta de mistérios que queriam aparentar sabedoria. é apenas o começo do fim, de um dos capitulos mais podres e covardes da humanidade: a ideia de deuses invisiveis paparazzi a investigar os homens.
    chegará uma hora em que se dirá: rídiculos e covardes como os adoradores de deuses invisiveis do passado.
    tá caindo aos poucos a podridão teísta, a razão e o TEMPO (senhor da razão) tão simplesmente matando a outrora "verdade" teísta. Jamais pensei que estaria vivo pra ver a tão esperada queda das mentiras institucionalizadas denominadas: religiões e seus deuses invisíveis.
    O jovem ta de parabéns, afinal não possui a característica de ovelinha submissa que cala à sua consciencia pra agradar uma maioria estúpida e alienada.
    a mitologica religiao está morrendo. vida longa à religiao. kkkkkkkk
    caiu babilonia e foi grande a sua queda.
    danai-vos teístas, vossa mentira andou séculos demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Revolução já!7 de abril de 2012 18:25

      Se eu te conhecesse pessoalmente daria um aperto de mão por esse comentário!

      Excluir
    2. Carlosqevedo, voce descreveu bem.
      Espero que a queda seja duradoura e permanente.
      O perigo esta na doutrinação que fazem a cada nova geração. Pode ver que eles investem na juventude, onde se iniciam todos os vicios.

      Excluir
  19. Mesmo que ele ainda não saiba o que é ser ateu, se ele não quiser rezar, é um direito dele e deve ser respeitado.

    ResponderExcluir
  20. Eu acho q tmb deveria parar com as oraçoes nas escolas e tem muitas pessoas q sao catolicas e oram diferente dos evangelicos q nao é a mesma religiao !!!!

    ResponderExcluir
  21. Eu acho q tmb deveria parar com as oraçoes nas escolas e tem muitas pessoas q sao catolicas e oram diferente dos evangelicos q nao é a mesma religiao !!!!

    ResponderExcluir
  22. O ateísmo - eu já intuía, eu já suspeitava - é uma chatice. Agora entendo o que o José Geraldo Gouveia quis dizer com "esse blog está ficando chato...".Um verdadeiro "out of control", das compulsões vindicativas ressentidas dos ateus. A pior das ironias, é que são tão religiosos quanto os já chatíssimos e insuportáveis crentes; não sei que será pior, após a "vitória e o triunfo esmagadores sobre estes": se a tirania dos neofundamentalistas talebãs do ateísmo, ou a nova ditadura dos neoressentidos de então...Os crentes destronados, desempoderados e condenados ao ostracismo. Consideradas ambas as posições como monstruosas tentativas de afirmação e da negação do absurdo incógnito; a discussão fundamental que é a da liberdade política, da cidadania universal e da efetiva emancipação humana são continuamente desviadas para essa pendenga religiosa e antireligiosa...Também não sei qual dos dois lados agrada mais e serve ao Títere Governamental chamado pomposamente Estado laico(na verdade eminentemente religioso, da fé liberal e da religião financista); se os lacaios de Deus ou os "libertadores" ateus...

    ResponderExcluir
  23. isso so serve pra mostra como o estado laico do brasi le hipocrita e como as religioes oprimem as pessoas.aposto q se n existice o cristianismo a tecnologia seria 10000 anos mais avançada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo, tem um filme que o povo vai morrendo por ler certos livros proibidos. sem a religiao a tecnologia estaria bem melhor.

      Excluir
  24. Posso querer não crer, posso querer não rezar. Sou uma pessoa livre para escolher no que quiser. Se me obrigar isso vira ditadura. No estatuto da escola não tem um parágrafo que diga que sou obrigado a rezar. Um exemplo...se um professor pertencer a uma religião africana, na qual ignorantes chamam de "macumba" ele terá que pedir autorização ao diretor para fazer um pequeno ritual. No qual será impedido, com certeza. Agora só porque vivemos num Estado cristão, falar que é Laico todos sabemos que é mentira, imposição religiosa come solta, só pq vivemos num Estado cristão seus seguidores podem impor suas crenças sem nenhum comunicado aos superiores. depois querem que eu tenha "orgulho" do país no qual moro. Gustavo josé Moises, 18 anos. MS-Campo Grande.

    ResponderExcluir
  25. Concordo com a atitude do garoto, temos que denunciar esses casos, pois mesmo que ele não tivesse que rezar, ver as pessoas rezando poderia fazer ele ser influênciado e se tornar cristão sem ele querer.

    ResponderExcluir

Postar um comentário