Casal que pediu cura divina é acusado pela morte de filho

Casal americano se declara culpado pela morte de filho por ‘cura divina’
setembro de 2012

A Justiça do estado norte-americano de Oregon está acusando o casal Russel Bellew (foto), 39, e Brandi (foto), 36, de homicídio porque, em vez de levar o seu filho doente de 16 anos — o Austin (foto) — ao médico, orou para que houvesse uma cura divina. O adolescente morreu em dezembro de 2011. O casal é devoto da Igreja Assembleia Geral do Primogênito.

Brandi e Russel e seu filho Austin
Brandi e Russel deixaram que a
"cura pela fé" matasse seu filho 
Quando se casaram, Russel e Brandi eram viúvos. Brian Sprout, primeiro marido de Brandi e pai de Austin, morreu em 2007 de sepsemia de uma lesão na perna por acreditar na cura pela fé, e não na medicina.

Em fevereiro deste ano, a polícia prendeu o casal, que agora aguarda o julgamento. A condenação poderá ser prisão por um período que varia de três meses a seis anos.

Na semana passada, a Justiça determinou que tutores assumissem a guarda dos seis filhos do casal (o pai biológico de três deles é Brian). Russel e Brandi podem receber na prisão a visita dos filhos, mais acompanhados por um funcionário.

Nos Estados Unidos, e principalmente em Oregon, tem sido frequente a morte de pessoas em consequência da cura pela fé.

Em setembro de 2011, a Justiça de Oregon City condenou Dale e Shannon Hickman a 75 meses de prisão pela morte do seu filho recém-nascido. Em vez de levar a criança a um médico, os pais oraram.

Com informação do Huffinpost, entre outros sites.

Devotos tomam muco de lesmas em ritual de cura e pioram.
março de 2010

Milagrentos.   Fanatismo religioso.    Ciência versus religião.

Comentários

  1. É uma pena. Mas acho que o castigo de procurar ajuda da fé ao invés de procura médica é a perda da vida. Já é um castigo um tanto cruel.

    ResponderExcluir
  2. Foram coerentes com a crença "Naquele que tudo pode".
    Quando se trata de religião só os bobos são coerentes.

    ResponderExcluir
  3. Eles esquece que até seus pastores corre para o hospital quando estão doentes.

    ResponderExcluir
  4. A frase "Nos Estados Unidos, e principalmente em Oregon, tem sido frequente a morte de pessoas em consequência da cura pela fé" ficou particularmente cínica... viva o oximoro! kkkk

    ResponderExcluir
  5. E eu me lembrei daquela frase: se não morrer da doença, morre da cura. Nesse caso, é batata!

    ResponderExcluir
  6. Depois dessa, eles continuam crentes ou deixam de ser crentes?

    ResponderExcluir
  7. Olá Paulo.
    Contribuição
    http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI5737606-EI8266,00-MT+escola+da+aula+que+diz+que+fosseis+se+formaram+no+diluvio.html

    ResponderExcluir
  8. Cadeia neles. Se tivessem feito essa asneira pra curar suas proprias doenças ate vai, mas colocar a vida de outros em risco por causa de crenças ridiculas merece xadrez ou internaçao. Pelo menos esses tiveram a honestidade intelectual de realmente seguir o que pregam e confiar MESMO no tal deus bpndoso cristao, ao contrario desses fanaticos de meia tigela q frequentam aquui q na primeira unha encravada correm pro hospital.

    ResponderExcluir
  9. Vejamos o lado bom, a fila do hospital diminuiu, o médico ficou aliviado.

    ResponderExcluir
  10. Se o pasteco V. Santiago estivesse lá, esse rapaz não morria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Modo_e_tempo_verbal24 de abril de 2012 21:56

      Pretérito imperfeito - Indica um acontecimento que se prolongou ao longo do tempo com inicio e fim no passado (eu estudava). Ele não morria.

      Futuro do Pretérito / Condicional

      Emprega-se o futuro do pretérito para assinalar:

      Um facto futuro em relação a outro no passado
      "Se eu morresse amanhã, viria ao menos
      Fechar meus olhos minha triste irmã;
      Minha mãe de saudades morreria. (Álvares Azevedo, Se Eu Morresse Amanhã).
      Uma ironia ou um pedido de cortesia:
      Daria para fazer silêncio!
      Poderia fazer o favor de sair?!

      Excluir
    2. Não sem antes doar todos os bens para a empresa, ops, digo igreja dele...

      Excluir
  11. Se a fé curasse sozinha não haveria médicos.Existem fanáticos cristãos também.

    ResponderExcluir
  12. Cadê os "irmãos" agora? Cadê Deus agora?

    De fato, sabemos muito bem o "poder" da fé.

    ResponderExcluir
  13. Qual vai ser a desculpa dessa vez? Deus não quis?! Cacete!

    Mais uma vida perdida para essa porcaria de religião. Sim, é mais culpa da religião que desses pais ignorantes! É a religião que aliena as pessoas, e acabam chegando nesse estado deplorável de total dependência e submissão a essa autoridade babaca e incompetente que nem existe! Acham que tudo pode ser resolvido com orações e leituras seletivas da bíblia, e pensam que estão fazendo alguma coisa! E quando acontece o pior, querem lavar as mãos e botar toda a responsabilidade nas costas do amigo imaginário, porque "não foi da vontade dele". Isso é muita falta de senso do ridículo!

    Até quando, meu povo?!

    ResponderExcluir
  14. A bíblia é uma merda por começar com um deus que resolve os problemas sempre na base da violência e muito sangue. Mais sempre tem os retartado que diz que tudo é paz e amor. Claro paz e amor o deus que mata o próprio filho e quem não aceita o sacrifício ele manda para o inferno. Só trouxa não percebe a mensagem odiosa e violenta desta bíblia. E cade a merda do seu deus ??

    ResponderExcluir
  15. Onde estava deus também que deixou aquele cara morrer enforcado. De certo vão dizer que era a vontade do Senhor. crentes hipócritas do caralho meu.

    ResponderExcluir
  16. O que fazer quando os médicos entram em greve?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dar dinheiro para o médico, mas a lei proíbe que seja dado dinheiro diretamente para o médico.

      Excluir
  17. Acho certo, crente tem é que rezar ou orar pra ser curado. ....deixem os hospitais pra quem não tem essa opção de cura divina.

    ResponderExcluir
  18. Se deus ouve tudo ele ouviu as preces e se ele disse que tudo que se pedisse ele faria . Porque ele ouviu e não fez nada ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que o pedinte está em débito, quem está em débito não tem direito ao benefício.

      Excluir
    2. Jesus não quitou o débito?? Ou só quitou mais ou menos ??

      Excluir
    3. Agora esquecendo a religião jesus teria dito que tudo o que pedirdes em meu nome eu farei , pede e recebereis. E agora o que falhou ?? Deus não ouviu ?? Mais não é dito que ele ouve tudo??

      Excluir
    4. Segundo Jesus, tem que ser pedir com fé, se o pedido não é atendido é porque não teve fé. Pedro afundou no água, enquanto Jesus andava na água. Mas o que é fé?
      Mas fica melhor se for dito que não tem crédito, que tem débito.

      Excluir
  19. A medicina nunca perdera a sua importancia, ah foi Deus que criou os Medicos, o Diabo criou os pastores e padres, com raras exesseções de padres e pastores que prestam e não ofendem a diferença.

    Aqui vai uma bomba de um parlamentar evangelico afundado em corrupção; Já ouviram falar no senador Magno Malta? Da tribuna do Senado costuma ser mais pirotécnico que o ex-senador Mão Santa, como se almejasse a vaga deixada pelo apresentador Datena recentemente na Tv Bandeirantes. Magno Malta (PR-ES) pertence a chamada bancada evangélica, cujo líder é o deputado fluminense Garotinho. Sua posição política frente aos movimentos sociais sempre pontuou pelo proselitismo religioso. É o perfeito exemplo da hipocrisia reinante entre os semeadores do ódio e do preconceito e totalmente incapaz de lidar com situações que vão de encontro aos seus preceitos enraizados e, naturalmente, retrógrados.
    Recentemente o senador Magno Malta afirmou que abandonará o Legislativo (renunciará) se for aprovada a proposta que criminaliza a homofobia. “Se o projeto de lei 122, que excita a criação de um terceiro sexo, for aprovado, com dignidade de cristão, renuncio do mandato de senador“, disse. Trata-se do PLC122 que você pode conferir aqui.
    Leia também:
    Como na Inquisição, Pastor sofre ameaças por defender união homoafetiva
    Histórias pouco conhecidas: os evangélicos e a ditadura militar no Brasil
    Trabalhador homossexual da Sadia foi ‘empalado’ por colegas com mangueira de ar
    Malta é Presidente da ‘Frente Parlamentar em Defesa da Família Brasileira’. A defesa da família até pode ser a brasileira, mas a família do senador… bom, a família do senador será definida com mais propriedade pelo amigo leitor.
    O irmão de Magno Malta está no centro da corrupção no Ministério dos Transportes. Mauricio Pereira Malta é chefe da assessoria parlamentar da autarquia, como mostraram os principais jornais de Brasília durante a semana, e foi emplacado no cargo pelo senador Magno Malta. O parlamentar também indicou o titular da Diretoria de Infraestrutura Ferroviária (DIF), o delegado aposentado Geraldo Lourenço de Souza Neto. O Jornal Correio Braziliense apurou que a DIF é uma área de influência de Malta. No fim de 2009, conforme dados disponibilizados pelo Dnit em seu site, estavam em vigência contratos para obras ferroviárias no valor de R$ 258,9 milhões, todos no âmbito da DIF.
    Na relação dos integrantes da diretoria-geral, o nome do irmão de Magno Malta é o quarto no organograma, atrás apenas do diretor-geral afastado, Luiz Antonio Pagot, da chefe de gabinete e do assessor do diretor.
    Leia mais:
    Homossexuais e Nordestinos são os grupos mais atacados no Twitter
    O que dirão os inúmeros padres pedófilos sobre as declarações de Myrian Rios?
    Para ser coerente, Malta precisa assumir que a sua concepção de ‘Defesa da Família Brasileira’ inclui, além da defesa do ódio contra os homossexuais, a defesa da picaretagem e da corrupção. Digno seria se agora ele resolvesse renunciar, isto sim, com sua família prestes a sucumbir numa maré de ilicitudes.

    ResponderExcluir
  20. Ta ai fi... depois dessa resta somente aquela frase famosa... Onde esta seu Deus agora?

    ResponderExcluir
  21. Quanta ignorância! Em pleno século vinte e um e ainda tem gente que acha que a religião pode curar alguém! A fé até pode ajudar o organismo favoravelmente - e esse fato já foi inclusive comprovado pela ciência,mas curar já é demais.

    ResponderExcluir

Postar um comentário