Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo pseudociência

Constelação familiar é tóxica e pode causar danos irreparáveis, alerta psicólogo

A constelação familiar é uma pseudoterapia

Oftalmologista promove falsos remédios contra Covid-19 em grupos de WhatsApp

> ETHEL RUDNITZKI Agência Pública

Saiba por que o espiritismo kardecista é a alma da pseudociência no Brasil

> NATÁLIA PASTERNAK / CARLOS ORSI The Skeptic

Defensor do 'tratamento precoce', Luciano Hang perde mãe por causa da Covid-19

Internada desde 28 de dezembro,

Supremo anula a lei que permitia a distribuição da ‘pílula do câncer’

O plenário virtual do STF

Desmascarador de curandeiros e paranormais, James Randi morre aos 92 anos

Morreu aos 92 anos

Natalia Pasternak é a primeira brasileira a integrar o comitê cético de Carl Sagan

A microbiologista Natalia Pasternak

Prefeito de Itajaí elaborou plano para combater o coronavírus com homeopatia

O prefeito Volnei Morastoni (MDB) [foto], de Itajaí, SC, elaborou um plano para imunizar a população do coronavírus com uma substância homeopática: cinco gotas de cânfora diluída em água. A homeopatia é uma pseudociência e seu uso foi abolido da assistência médica pública de países europeus. PREFEITO MORASTONI ESTÁ SENDO CRITICADO POR MÉDICOS E NA REDE SOCIAL Não há um único indício científico de que a homeopatia sirva para alguma coisa, embora seja tida como uma alternativa médica pelo SUS. A decisão de Morastoni, que é médico homeopata, foi criticada por profissionais da medicina e na internet. O prefeito tinha planejado que servidores ministrassem nos 200 mil habitantes da cidade as gotinhas da cânfora. As sustâncias da homeopatia não fazem bem nem mal, mas, no caso, haveria um efeito psicológico perigoso: as pessoas poderiam relaxar o isolamento social por terem tomado o “remédio”. O Ministério Público de Santa Catarina pediu uma explicação a Morastoni, que desistiu da medida.

Checadores de informação tentam conter a pandemia de fake news do coronavírus

Ethel Rudnitzki, Laura Scofield / Agência Pública    “Chá de erva-doce cura o coronavírus”; “Analista israelense especializado em guerras biológicas afirma que novo coronavírus foi fabricado em laboratório chinês”; “Cuba criou vacina contra coronavírus”. Essas são algumas das notícias falsas compartilhadas sobre a pandemia do coronavírus nas redes sociais brasileiras. Para barrar esse fluxo de desinformação, agentes de saúde, órgãos oficiais, pesquisadores e jornalistas estão trabalhando incessavelmente. O Ministério da Saúde criou um aplicativo e um site apenas para tratar do tema coronavírus. Até as plataformas de redes sociais anunciaram medidas especiais nesse sentido , como direcionar buscas sobre a doença a sites oficiais. Na linha de frente dessa onda de desinformação, os fact-checkers trabalham para verificar e desmentir boatos que circulam nas redes. Desde que começou a epidemia de coronavírus, o fluxo de trabalho desses jornalistas aumentou proporcionalmente à

Não há como negar que astrologia e racismo usam o mesmo padrão de crenças

Astrologia e racismo julgam as pessoas com base em fatores fora do controle delas por Benjamin Radford para Center For Inquiry Existem muitas objeções científicas e céticas à astrologia, incluindo o fato de que as constelações mudaram desde que a astrologia foi criada. Muitos testes do mundo real falharam em encontrar padrões estatisticamente significativos na vida de pessoas nascidas sob certos signos do zodíaco. Há ainda muitas versões da astrologia e cada uma delas tem adeptos fervorosos, apesar de existirem contradições entre elas. Mas o que pode ser ainda mais perturbador é a grande semelhança entre astrologia e racismo. A premissa básica da astrologia é que as pessoas que nasceram em determinados momentos e lugares compartilham características de personalidade específicas e distintas. Dizem que librianos como eu, por exemplo, são diplomáticos, refinados, idealistas e sociáveis; câncer é emocional, sensível e doméstico; os nascidos sob o signo de Touro são te

Governo da Índia recomenda o uso da homeopatia contra o coronavírus

Comunicado oficial diz  que algumas plantas medicinais  também podem combater o vírus O governo da Índia recomendou à população que recorra às “praticas tradicionais da medicina” de sua cultura na prevenção ao coronavírus, como a homeopatia.

Mesa de Bolsonaro mostra remédio vetado por falta de comprovação científica

Palácio do Planalto não  se manifestou sobre o frasco  do suposto remédio O presidente Jair Bolsonaro (foto) ou uma das pessoas que tiveram com ele uma reunião está usando um suposto medicamento que foi proibido pela Anvisa por não ter comprovação científica.

Psiquiatra de hospital do Rio receita mantra da Shiva a paciente com 'possessão'

Médica receito a paciente  com surto recitar mantra de uma deusa do hinduísmo Uma psiquiatra de um atendimento público do Rio de Janeiro receitou por escrito a um paciente recitar um mantra que evoca a deusa Shiva porque ele, de acordo com a profissional, estava com “possessão espiritual”. Ela não assinou a prescrição.

Brasil nem sequer sabe quanto desperdiça com terapias sem comprovação científica

Prefeituras não sabem quanto  gastam com terapias não comprovadas pela ciência médica por Natalia Pasternak e Carlos Orsi para Jornal da USP Inglaterra baniu a homeopatia de seu sistema público de saúde, o NHS, num processo gradual que culminou, em 2018, com o descredenciamento do tradicional hospital homeopático de Londres. A França — terra da Boiron, maior fabricante de preparados homeopáticos do mundo —, após extensa revisão da literatura científica, decidiu encerrar a política de reembolso de gastos com medicamentos homeopáticos pelo erário.

Sasha Sagan prossegue o empenho do pai no combate à pseudociência

Famoso por tornar a astronomia um assunto popular,  Carl Sagan (1934–1996) aparece  nesta foto com a sua filha Sasha por Sarah Sloat para Inverse Filha única do astrônomo Carl Sagan e da produtora de documentários Ann Druyan, Sasha Sagan cresceu em uma casa governada pelo método científico — e pela curiosidade. A ciência foi motivo de celebração — uma fonte de admiração e um provedor de conforto.

Palestras do Seminário 10²³ vão abordar a ineficiência da homeopatia

Natalia Pasternak defende  a inclusão da ciência nos  debates das políticas públicas Jornal da USP No dia 23 de novembro de 2019 acontecerá o Seminário Internacional 10²³, que abordará a importância da medicina baseada em evidências científicas e lançará a campanha 10²³, iniciativa para defender, junto à opinião pública, a ineficácia da homeopatia.

Dois terços dos brasileiros creem em fake news sobre vacinação, mostra pesquisa

Pesquisa revela 67% dos  brasileiros já acreditaram  em pelo menos uma vez em  fake news sobre vacinação por Deutsche Welle O Brasil sofre com uma epidemia de informações falsas. De acordo com uma pesquisa realizada pela ONG Avaaz, em parceria com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), 67% dos brasileiros acreditam em ao menos uma fake news sobre vacinação, sendo que as mentiras chegam principalmente via redes sociais.