Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo none

Nos Estados Unidos, 40% dos judeus mais jovens se declaram não religiosos

Os jovens judeus americanos

Britânicos não religiosos são menos propensos a contrair Covid-19, mostra pesquisa

A contaminação do coronavírus pelos britânicos não afiliados a nenhuma religião é a menor em relação aos grupos de religiões institucionalizadas. Relatório do Escritório de Estatísticas Nacionais revela que muçulmanos e judeus têm até 2,5 vezes mais chances de morrer de Covid-19 em relação aos não religiosos. Em seguida, vêm os hindus, sikhs e cristãos. Um conjunto de fatores explica essa diferença de contaminação do vírus.  Ressalta-se o aspecto cultural porque religiosos, como os muçulmanos e judeus, tendem a ter mais atividades em grupo. Os sem religião, evidentemente, não se reúnem em templos para orar. Além disso, de acordo com outras pesquisas, pessoas mais afastadas das religiões tendem a levar mais a sério as orientações da ciência. O relatório teve como base as mortes confirmadas ou suspeitas por coronavírus registradas de 15 de maio a 29 do mesmo mês na Inglaterra e País de Gales. Outra revelação é que os homens negros estão morrendo três vezes mais que os brancos. Ho

1 em cada 5 adultos da Irlanda do Norte declara não ter religião

O número de pessoas sem religião na Irlanda do Norte continua em ascensão: 1 em cada 5 adultos não está afiliado a qualquer crença institucionalizada, de acordo com pesquisa da Life and Time de 2020. Isso representa 20% da população, com aumento de 3% em relação a 2019. Em 2011, a proporção era de 1 não religioso para 10 devotos praticantes. Agora, em relação aos grupos religiosos, os sem religião só estão abaixo dos católicos, que ainda correspondem a 36% da população. Os presbiterianos são 18% e os seguidores da Igreja da Irlanda, Anglicana e Episcopal 14%. O número cada mais expressivo dos sem religião representa uma pacificação no país. Por décadas, grupos armados de protestantes e católicos mantiveram-se em conflito, com morte de cerca de 3.600 pessoas. Em 1999 foi assinado um armistício, mas permanece a tensão. Em escolas, estudantes de uma religião são separados dos da outra. Há católicos não têm amizade com um único protestante e vice-versa. Pacificação ocorre com o

Gráfico mostra o rápido declínio da religião em 13 países desenvolvidos

Um gráfico com levantamento histórico de vários institutos de pesquisa mostra o rápido declínio da religiosidade na Alemanha, Irlanda, Áustria, Canadá, Islândia, Noruega, Suécia, Estados Unidos, França, Portugal, Holanda, Suíça e Reino Unido. O gráfico foi montado pelo American Enterprise Institute com a base de dados do Gallup, Pew, a Pesquisa Social Geral, Pesquisas de Identificação Religiosa Americana, entre outros institutos. Embora cada um deles tenha metodologia própria e diferentes universos de pesquisas, todos convergem para queda livre das religiosidade a partir dos anos 70. Partindo perto de 100% em 1900, a média das curvas aponta uma religiosidade de 75% em 2018, com tendência de queda mais rápida ainda daqui para frente. Com essa mudança no perfil da religiosidade, nomes bíblicos passaram a ser menos adotados para bebês. Afiliação religiosa em  13 países ao longo do tempo Com informação da American Enterprise Institute. Na última entrevista, Hi

Pessoas não religiosas dos EUA não se revelam para evitar discriminação, diz estudo

Do total de pessoas não religiosas dos Estados Unidos, mais da metade (57,1%), afirma que a sua identidade “religiosa primária” é “ateu”. Para não sofrerem discriminação, 44,3% delas escondem no trabalho a sua dissociação de credos. Em relação ao ambiente escolar, a taxa é de 42,8%. Essas informações foram apuradas pelo estudo "Realidade verificada: como é ser não religioso na América”, feito pela American Aheists , que, para tanto, consultou 34.000 adultos não afiliados a nenhuma religião. Dos participantes, 75% se identificaram “muitíssimo" com a designação de “não religioso” (79,6%), “ateu” (79,4%) e “secular” (75,1%).  Como fica demonstrado, cada participante assinalou mais de uma opção. Outros se identificarem “fortemente” com a designação de “livre-pensador” (64,9%), “humanista” (64,5%) e “cético” (61,4%). Apenas 6,9% se associaram à identidade primária de “agnóstico”. A maioria foi criada em família cristã: protestantes (54,7%) ou católicas (29,9%). Um em cada set

Pessoas que não têm religião representam 10% da população, diz Datafolha

Comparados com a quantidade  dos grupos de religiosos, os sem  religião estão em terceiro lugar Os brasileiros sem religião correspondem a 10% da população, de acordo com pesquisa do Datafolha. 

Nos EUA, maioria dos universitários relaciona-se melhor com colegas ateus

Estudantes ateus estão acostumados  a conviver com pessoas de todas as  crenças, e os religiosos geralmente  vivem em uma bolha A maioria (61%) dos universitários dos Estados Unidos torna-se no campus amigo próximo de um colega ateu e não em relação a estudantes cristãos, muçulmanos, judeus ou "espirituais, mas não religiosos". 

Mais da metade (52%) dos sem religião reprova o presidente Bolsonaro

Datafolha confirmou a reprovação ao governo pelos que  não seguem uma religião As pessoas sem religião (incluindo ateus e agnósticos) e as que não têm uma crença definida compõe o grupo que mais rejeita o Governo Bolsonaro, com 52%.

Em 11 anos, argentinos sem religião aumentam de 11,3% para 18,9%

Entre os jovens, o índice dos  sem religião é de 25%, evangélicos continuam em  ascensão e católicos em queda O índice de argentinos que declaram não ter religião subiu de 11,3% em 2008 para 18,9% em 2019.

Quase metade dos neozelandeses não tem afiliação religiosa

População está se  libertando da religião  em ritmo crescente Os resultados do Censo de 2018 da Nova Zelândia mostram que metade da população não tem afiliação religiosa.

Gallup apura que mais americanos acreditam na evolução do homem

Maioria da população continua  criacionista, mas a teoria da evolução obtém novos adeptos Pesquisa comprovou que uma parcela significativa da população dos Estados Unidos é criacionista, mas o que chama a atenção é manutenção da tendência de aumento de pessoas que acreditam que o homem evoluiu ao longo de milhões de anos, com ou sem a participação de Deus.

Mais da metade da população do Reino Unido não tem religião; cresce o ateísmo

Em 2018, 52% da população do Reino Unido declararam não pertencerem a nenhuma religião, contra 31% registrados em 1983.

Pesquisa derruba estereótipo de que ateus são imorais e arrogantes

Universidades examinaram  o perfil de ateus de seis países, incluindo o Brasil Pesquisa feita com dados levantados em abril de 2019 no Brasil, China, Dinamarca, Japão, Reino Unido e Estados Unidos derruba o estereótipo de que os ateus são imorais e arrogantes e não têm propósito na vida, não se diferenciando, nesses aspectos, em relação aos religiosos.

Índice mostra que número dos sem religião em Lisboa chega a 35%

Dados sobre pessoas  sem religião incluem ateus e agnósticos O número de pessoas não religiosas tem se mantido em ascensão em Portugal nos últimos 15 anos.

Dados oficiais mostram que os sem religião na Grã-Bretanha sobem para 46%

Britânicos se afastam  dos templos, que estão  cada vez mais vazios Pesquisa do governo da Grã-Bretanha confirmou que o grupo dos sem religião é o que mais cresce no país.

Nos EUA, não religiosos superam evangélicos e empatam com católicos

Os grupo de pessoas não afiliadas a nenhuma religião, o “nones”, nos Estados Unidos passaram em 2018 a representar 23,1% da população, superando os evangélicos (22,5%) e praticamente empatando com os católicos (23,0%).

Maioria dos jovens de 21 países europeus afirma não ter religião

Igreja Católica da Argentina recusa pedidos de desfiliação

Igreja informou  que o direito canônico  não admite a quebra de vínculo [notícia] A Igreja Católica da Argentina comunicou que não vai aceitar os milhares de pedidos de desfiliação que tem recebido de uma campanha promovida pela Cael (Coalizão Argentina pelo Estado Laico).

Brasil está entre os países onde jovens são menos religiosos que os velhos

A cada nova geração há menos  jovens religiosos O Brasil está em 28º lugar em uma lista de 41 países onde jovens (de 18 a 39 anos) apresentam menos propensão a ter uma filiação religiosa em relação aos mais velhos [gráfico acima].