Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Agência Pública

Manifestações bolsonaristas não conseguirão abalar a democracia, afirma jurista

> MARINA AMARAL Agência Brasil

Movimento antiaborto avança no Congresso mesmo em tempo de pandemia

> ANDREA DIP E MARIAMA CORREIA Agência Pública

Pastor, deputado apoia grupo religioso em oferta de vacinas e compra sem repasse para o SUS

> ALICE MACIEL e BRUNO FONSECA Agência Pública

Grupo evangélico fez oferta paralela de vacinas por preço três vezes maior

> ALICE MACIEL E BRUNO FONSECA Agência Pública

Oftalmologista promove falsos remédios contra Covid-19 em grupos de WhatsApp

> ETHEL RUDNITZKI Agência Pública

Médicos não têm direito de receitar remédios inúteis contra a Covid-19, afirma Drauzio Varella

> GIULIA AFIUNE Agência Pública

Farmácias vendem 52 milhões de comprimidos de kit Covid-19 que pode ter efeito colateral

> BIANCA MUNIZ, BRUNO FONSECA Agência Pública

Igreja e extrema-direita promovem nova caça às bruxas, denuncia filósofa italiana

ANDREA DIP | AGÊNCIA PÚBLICA   

Editores formam grupo para proteger a Wikipédia dos vândalos do negacionismo climático

> AGÊNCIA PÚBLICA Laura Scofield

Igrejas evangélicas cometem crime eleitoral para coletar votos a seus candidatos

Mariama Correia | Agência Pública

Jovens acusam clínicas evangélicas de usarem a tortura como terapia

Segundo relatos, quando alguém desrespeita as regras, pode receber castigos que variam em intensidade: banho frio, dormir sem colchão, ficar trancado no quarto, tomar tapas, apanhar com porrete de madeira ou ser dopado com medicação psicotrópica Durante os cultos, os internos devem repetir a oração que diz “Eu renuncio a Iemanjá/ Eu renuncio à masturbação/ Eu renuncio ao lesbianismo/ Eu renuncio ao homossexualismo…” Em 2019, comunidades terapêuticas com “Desafio Jovem” no nome receberam R$ 11,8 milhões do Ministério da Cidadania para internações Clarissa Levy | Agência Pública

Abusos de poder de candidatos religiosos tendem a aumentar nas eleições municipais

Mariama Correia | Agência Pública

Ministério de Damares patrocinou anúncios em canais religiosos, desinformativos e investigados

Ethel Rudnitzki e Laura Scofield / Agência Pública <

'Não podemos compactuar com crimes financeiros', diz bispo dissidente de Angola sobre a Universal

por Tatiana Merlino / Agência Pública

Em contraposição à ciência, Bolsonaro fortalece tratamento religioso de dependentes de drogas

Entidades cristãs receberam quase 70% da verba federal

Administradas por religiosos, comunidades terapêuticas têm alta taxa de Covid-19

André Cabette Fábio / Agência Pública   Uma portaria do Ministério da Cidadania publicada no final

Bispo Edir Macedo atua nos bastidores para fortalecer Jair Bolsonaro contra impeachment

Gilberto Nascimento / Agência Pública   O líder da Igreja Universal, Edir Macedo, e o presidente Jair Bolsonaro desejam ver o bispo Marcos Pereira, deputado e presidente do partido Republicanos, como sucessor de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara dos Deputados em fevereiro de 2021. A informação foi divulgada por ex-membros da igreja em vídeos nas redes sociais, e os rumores de que o bispo é um forte candidato foi confirmada por parlamentares entrevistados pela reportagem da Agência Pública. Caso chegue ao posto, Pereira seria o segundo nome na linha de sucessão presidencial, logo depois do vice-presidente da República. O presidente da Câmara é o responsável, por exemplo, pela aceitação ou não de um pedido de impeachment de Bolsonaro. EM SUA POSSE,  BOLSONARO LADEADO PELO DEPUTADO MARCOS PEREIRA E BISPO MACEDO O deputado Marcos Pereira e o bispo Edir Macedo durante a posse de Jair Bolsonaro A bancada evangélica é tida como a maior avalista de Bolsonaro hoje no Congresso

Direita cristã se fortalece com evangélico no Ministério da Justiça, diz estudiosa

Rute Pina / Agência Pública   O anúncio de André Mendonça, um nome “terrivelmente evangélico”, para chefiar o Ministério da Justiça consolida mais um passo do segmento religioso no sentido de levar sua influência às três esferas do Poder. Quem faz a análise é a pesquisadora Brenda Carranza , doutora em Ciências Sociais e professora da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Mendonça, doutor em Direito e servidor de carreira da Advocacia-Geral da União (AGU), foi anunciado como novo ministro da Justiça em publicação no Diário Oficial da União (DOU) nesta terça-feira (28). Ele substituiu o ex-juiz federal Sérgio Moro — cuja saída sob acusações de interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal mexeu com o tabuleiro da política, na semana passada, e também com a popularidade do presidente, inclusive entre os evangélicos. Em 2019, perguntado sobre quem seria indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) com a aproximação das aposentadorias dos ministros Celso de Mello e Marco Auréli

Bolsonaro tenta salvar seu governo com a cloroquina, droga que pode matar

Marina Amaral / Agência Pública      A associação quase anedótica do presidente Jair Bolsonaro com a cloroquina, a droga com a qual ele promete pôr fim à pandemia no país, elevou o status de um patinho feio da indústria farmacêutica, a cloroquina, uma molécula utilizada clinicamente desde 1944 para combater malária e com efeitos adversos já registrados que vão de alergias a arritmias cardíacas, podendo provocar até a morte de pacientes suscetíveis. Barata, com a patente expirada há mais de 50 anos, o “ovo de Colombo” do presidente Bolsonaro contra a pandemia, importado do presidente Donald Trump — o primeiro a propagandear a substância —, tem uma série de contraindicações e nenhuma comprovação científica de sua eficácia contra o coronavírus até o momento. Ainda assim, a cloroquina e a hidroxicloroquina (substância derivada) vêm sendo utilizadas em diversos hospitais públicos e privados no Brasil, não raramente associadas ao antibiótico azitromicina, o que aumenta o risco de efeitos col

Covid-19: preocupados com o dízimo, líderes evangélicos tentam ficar acima de tudo e todos

Andrea DiP, Alice Maciel, Mariama Correia, Rute Pina, Gilberto Nascimento / Agência Pública     No vídeo divulgado por Bolsonaro em suas redes sociais e amplamente compartilhado em grupos de evangélicos no WhatsApp na última semana, um narrador com a voz empostada dizia que “os maiores líderes religiosos do país atenderam à proclamação santa feita pelo chefe supremo da nação, o presidente Jair Messias Bolsonaro”, e convocavam “o exército de Cristo para a maior campanha de jejum e oração já vista na história do Brasil”. Em seguida, o missionário R. R. Soares, o pastor André Valadão, René Soares, o deputado pastor e presidente da Frente Parlamentar Evangélica (FPE) Silas Câmara (Republicanos-AM), o bispo Abner Ferreira e mais pastores da Quadrangular do Reino de Deus, Assembleia de Deus Madureira, Paz e Vida, Getsêmani, Brasil para Cristo, o deputado Marco Feliciano (Pode-SP), o bispo da Igreja Universal Edir Macedo, o bispo da Sara Nossa Terra Robson Rodovalho, o pastor da Igreja Mundia