Bolsonaro deixa hospital acompanhado pelo charlatão curandeiro Valdemiro Santiago

O presidente Jair Bolsonaro teve alta médica neste domingo, 18, após quatro dias de internação.

Sem máscara, ele deixou o hospital paulistano Vila Nova Star, que possui moderna aparelhagem, acompanhado pelo pastor curandeiro Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial.

O presidente tinha sido transferido do Hospital das Forças Armas, em Brasília, para São Paulo. Ele estava com crise de soluço e havia possibilidade de uma intervenção cirúrgica, o que foi logo foi descartado logo.

Ao dar entrada no hospital em São Paulo, Bolsonaro publicou na rede social uma foto onde aparece em uma maca com a barriga à mostra, em uma apelação para sensibilizar seus seguidores.

Durante esta pandemia, Valdemiro Santiago subiu um nível na escala do charlatanismo.

O Ministério Público Federal teve de agir para impedir que o pastor vendesse feijões milagrosos, como poder de cura da Covid.

Agora, enquanto Valdemiro tenta manter suas contas bancárias sob sigilo — seus credores estão indo à Justiça —, Bolsonaro vai ter de explicar as intensas negociações que estavam ocorrendo nos bastidores do Ministério da Saúde entre personagens de reputação tão duvidosa quando à do vendedor de feijão mágico.

Até o milagreiro
Valdemiro usa
máscara, mas
Bolsonaro não

> Com informação da Agências Brasil e de outras informações e reprodução de foto da rede social.




Comentários

  1. Bolsonaro não usa máscara, pois ele é pior que o vírus.

    ResponderExcluir

Postar um comentário