Pular para o conteúdo principal

Google dificulta acesso a blog que denuncia intolerância de TJs

Quem acessar o blog "TJ em Foco", antes de poder ler qualquer post, será avisado que “alguns leitores entraram em contato com o Google porque acham que seu conteúdo é questionável”. O interessado terá de clicar no botão "Estou ciente e quero continuar".

Sempre com a indicação das fontes de informações, o blog faz um apanhado sobre as consequências no mundo do fanatismo das Testemunhas de Jeová.


Publica principalmente casos de ex-féis que sofrem represálias de Testemunhas de Jeová, mesmo de parentes, como mãe, pai e filho, porque quem sai da religião torna-se maldito, uma intolerância religiosa.

O blog também publica informações sobre os problemas relacionados à recusa de transfusão de sangue por parte dos seguidores e também casos de pedofilia, que tem sido elevada por parte de sacerdotes das TJs.

Ali há notícias como “Justiça do Canadá aceita ação coletiva de vítimas de pedofilia em congregações das Testemunhas de Jeová”, “Garoto foge de casa para escapar da influência das Testemunhas de Jeová” e “Não somos Testemunhas de Jeová! Vacinadores pedem que moradores abram as portas de suas casas para imunizar crianças”.

É quase certo que quem acionou o Google para dificultar o acesso ao blog são Testemunhas de Jeová que se sentem incomodados com a divulgação de verdades sobre a sua religião e com, portanto, a liberdade de expressão.




O autor do blog se assina como “Galo Doido”. O uso de um pseudônimo está ligado ao caráter persecutório da religião.

O “Galo Doido” foi seguidor da religião, chegando a ser “ancião” (equivalente a sacerdote).

“Deixei a organização das Testemunhas de Jeová em 2014 após não mais concordar com suas políticas administrativas e ensinamentos”, escreve.

“Meus objetivos nesse trabalho [blog] é trazer informações sobre a seita e levar os leitores a tomarem decisões com bases nessas informações.”

O Google, no caso, poderia não atrapalhar, deixando de apoiar os bandidos, ainda que involuntariamente.

Com informação do TJ em Foco.





Aviso de novo post por e-mail

Testemunha de Jeová recusa sangue, morre e deixa 9 filhos

Testemunhas de Jeová fecham em apenas 3 anos 1.047 salões nos Estados Unidos

'Minha mãe me odeia porque ela é das Testemunhas de Jeová'





Testemunhas de Jeová usam a tragédia de Brumadinho para fazer proselitismo


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

Anônimo disse…
Eu não sou dessa religião e não tenho pessoas de minha família nela. Conheço pessoas dessa religião. Várias por sinal. Porém, esse cara do blog não deixou a religião por discordar. Ele foi expulso. Eu o conheço. O blog dele divulga informações imprecisas e desinformações. Ele age como uma pessoa que não superou o fim de um relacionamento e que por tal razão só fala da antiga relação. A religião não é perfeita. Aliás, nenhuma é! Os erros cometidos foram por pessoas e não é ensino dessa religião. Disso tenho certeza e posso provar. Em todas as religiões que conheço tem pessoas que relatam problemas e coisas boas. Tudo na mesma religião. Esse blog não tem intenção de divulgar "as verdades" da religião. Ele tem por foco atacar a religião por usar a liberdade de expressão. Tudo baseado na revolta dele. Já de uma religião e saí. Nem toquei no assunto desde então. Não precisa disso. Liberdade de expressão? É. Até onde isso tem lógica? Se alguém me proíbe de falar por alegar que tem liberdade e o mesmo eu faço, onde fica a paz na liberdade de expressão? Não existe. No que me toca, blogs e canais do YouTube que estão aí ativos, estão com o intuito de atacar essa religião por dinheiro. Eles são monetizados. Isso eu sei que é. Estão lá para encher o bolso. Tem uns bem famosos que fazem exatamente isso. Olha, tem gente que é Ateu, Agnóstico, Católico, Evangélico, Santos dos últimos dias, gente de pele escura, clara, amarela, vermelha etc. Isso é perda de tempo discutir! Desde que a ser humano existe que essas coisas estão aí. Sempre haverá um ou outro para ocupar o lugar de quem deixou. É perda de tempo como a perda que tive escrevendo esse texto para você ler. Vá viver e deixe as pessoas escolher o que querem para si. Impor para outros não funciona.

Posts + acessados hoje

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Ateus tentam impedir gasto de R$ 80 mi em centro evangélico disfarçado de museu