Pular para o conteúdo principal

Obreiros são acusados de bater em fiel que não doou R$ 1.000


Homem diz que sua amiga levou tapa na cara
Um casal de amigos diz que apanhou de obreiros de uma igreja evangélica em 27 de janeiro de 2017 à noite por não querer pagar um dízimo de R$ 1.000,00.

Em um vídeo [ver abaixo], um homem conta que sua amiga foi “agredida” no rosto por se recusar a pagar a quantia. Ela levou tapas e empurrões, diz.

O pastor teria dito a ela: “Saia daqui quem não tem fé”.

A igreja fica em Maringá (PR), em um bairro que há pelo menos templo da  Assembleia de Deus e Igreja Batista Renovada, entre outras.

Na versão de um obreiro, o casal foi expulso da igreja porque estava causando tumulto.

O caso foi parar na polícia, que poderá requisitar as gravações feitas dentro da igreja para verificar o que de fato ocorreu.





Com informação e vídeo do site Plantão Maringá.

Envio de correção.

Pastor diz que quem não paga o dízimo rouba de Deus


Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Ministro de Israel que disse ser o Covid-19 castigo divino contra gay pegou o vírus

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico