Procuradoria pede abertura de ação penal contra Feliciano

do Congresso em Foco

Marco Feliciano
 Maioria dos ministros do STF vai decidir
se aceita a denúncia contra Feliciano
A PGR (Procuradoria-Geral da República) encaminhou ontem (8) parecer ao STF (Supremo Tribunal Federal ) pedindo a abertura de ação penal contra o pastor-deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias. O deputado é investigado no Inquérito 3590 por induzir ou incitar discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia e religião. A pena é de um a três anos de prisão e multa.

O caso é relatado pelo ministro Marco Aurélio Mello, a quem caberá examinar, inicialmente, o pedido da PGR.

O recebimento da denúncia depende da aprovação da maioria dos ministros do Supremo. Feliciano já é réu no Supremo em outro processo (Ação Penal 612), por estelionato, sob relatoria do ministro Ricardo Lewandowski.

No inquérito relatado por Marco Aurélio Mello, o deputado é investigado por duas mensagens que publicou no Twitter em 2011. Em uma delas, escreveu: “A podridão dos sentimentos dos homoafetivos levam (sic) ao ódio, ao crime, a rejeição”. Na outra, postou que os africanos são amaldiçoados pelo personagem bíblico Noé.

A PGR não divulgou o teor do parecer do procurador-geral da República.

Em defesa apresentada no Supremo em março, Feliciano disse que é “vítima de uma perseguição fria e calculista por uma simples interpretação teológica” sobre um trecho da bíblia. Afirma ainda que, em momento algum, teve a intenção de “tratar de forma injusta ou desigual os homossexuais”. O deputado sustenta que sua explicação foi baseada em “conhecimentos teológicos”.

Feliciano alega ainda que não há lei que tipifique discriminação por orientação sexual, mas apenas por raça, etnia, cor, religião ou procedência nacional. “Não há crime, nem pena ou medida de segurança sem prévia lei”, afirma.





Marco Feliciano reafirma que africanos são amaldiçoados
abril de 2013

Feliciano

Comentários

Enfim alguém fez o que devia ter feito há algum tempo atrás.
insana disse…
Hitler também matou em nome de Deus...
Lucas Rafael disse…
“Não há crime, nem pena ou medida de segurança sem prévia lei”. Graças a outro equívoco tão irracional quanto a eleição desse indivíduo.
Anônimo disse…
Alguém manda os filmes disponíveis no youtube em que ele domoniza os homossexuais. Assim o PGR terá provas materiais de que essa ação dele é coordenada e reiterada. Isso é sério!!! Vocês gays têm que tomar essa atitude enquanto há tempo.
Potestino disse…
Engraçado ele usa a bíblia como desculpa se for assim vamos sair por ai matando mulheres que traem os maridos e quando vierem nos prender falamos que foi uma interpretação do nosso livro magico ... e nada mais do que isso ... feliciano tem que ser prezo pra aprender o que é certo e errado perante a lei e não seu livro magico.
Unknown disse…
Vamos ver se a coisa é laica mesmo...

Estamos tolerando a intolerância!!!
Anônimo disse…
processo de estelionato ? Jesus mandou os discipulos dele não levar nada, e o falso profeta ai cobrou 13mil para uma ministração..mesmo se fosse pra cantar ,a bíblia diz que Deus da vários dons , se ele tivesse recebido este dom não era pra enriquecer com ele e sim louvar a Deus.

E no fim virão muitos que enganarão até os escolhidos de Deus, até satanás se transforma em anjo de luz..

Ele tem que responder por toda injuria e ódio que ele tem causado ainda mais por ser um político, ele além de tudo falou de John lennom que nunca fez mal a ninguém antes era um pacifista mais que mereceu uma bala em nome do pai, do filho e do espiríto santo, e os mamonas ele disse que Deus fulminou com eles, porque Deus não fulmina com a fome na africa, porque ele não dá o dinheiro dele pra isto , lá tem criancinhas morrendo..
Icarus disse…
Nestas horas fica patente a mentira destes caras.

Eles dizem que não é necessário nenhuma lei a mais para a proteção de homossexuais e depois usam justamente o argumento que não é crime descriminar uma pessoa pela orientação sexual.
Spike disse…
Uma "simples interpretação teológica" que já foi usada para justificar a escravidão. É um canalha.
Biazinha disse…
Tem que apodrecer na cadeia isso sim!
Rubim Geontelus disse…
Infeliciano e outros da mesma laia em relação à Declaração Universal dos Direitos Humanos.


Parte 1/3:



Artigo I

Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.


Comentário sobre Infeliciano: esse ser grotesco não age com fraternidade, mas provocando o incitamento e a indução de ódio, discriminação, violência. A DUDH é reconhecida pelo Brasil nas Nações Unidas, da qual faz parte. Logo, as leis brasileiras devem se adequar a esses artigos, pois, caso contrário, o Brasil se tornará um país totalitário que não reconhece a DUDH. E isso o Brasil não é mesmo!


Artigo II

Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.

Comentário sobre Infeliciano: o ser tosco não conhece a DUDH? Está claro que a opção sexual faz parte do Artigo II, uma vez que a DUDH não se baseia em dogmas religiosos e, por isso mesmo, a opção sexual diz respeito a escolha individual, consciente. Caso a DUDH fosse baseada em dogmas religiosos, principalmente das religiões abraâmicas, não seria DUDH, mas sim uma declaração fundamentalista. E isso não é verdade porque a DUDH se baseia nos princípios do Iluminismo.

Rubim Geontelus disse…
Infeliciano e outros da mesma laia em relação à Declaração Universal dos Direitos Humanos.


Parte 2/3:



Artigo III

Toda pessoa tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: essa gente quer tirar a vida dos outros, cercear a liberdade baseados num livro escrito a milênios atrás, e incitam e induzem o ódio, a violência, e a discriminação contra a segurança pessoal de pessoas que não se encaixam na 'ditadura teocrática' deles.

Artigo V

Ninguém será submetido à tortura, nem a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: a partir do momento que esses vermes praticam a tortura psicológica contra homossexuais, negros, judeus, e outras pessoas que não se encaixam na interpretação fundamentalista da ditadura teocrática deles, existe a quebra do Artigo V, em todos os sentidos.

Artigo VI

Toda pessoa tem o direito de ser, em todos os lugares, reconhecida como pessoa perante a lei.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: direito de ser diz respeito a pessoa expressar-se como realmente é, levando-se em conta sua história de vida, as influências que recebeu do ambiente, as influências culturais da região que vive, e das influências genéticas. Daí que cercear o direito de ser de uma pessoa baseando-se num livro escrito há milênios e que não leva em conta nada disso é o mesmo que tentar rodar um aplicativo do início da era da informática em computadores modernos, ou seja, não funciona, dá pau, dá chabu. O aplicativo no caso é a bíblia, e os computadores modernos são nossas mentes inseridas num mundo moderno. O aplicativo adequado para rodar em nossas mentes é a DUDH e não um livro que leva o ser humano a Idade das Trevas.

Artigo VII

Todos são iguais perante a lei e têm direito, sem qualquer distinção, a igual proteção da lei. Todos têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: esse ser podre, vergonha da espécie humana, bem como tantos outros, faz incitação e induz ao ódio, violência, discriminação aos que não se encaixam em suas interpretações fundamentalistas da bíblia, e que leva a uma ditadura teocrática. Num estado laico, que é signatário da DUDH, vociferar contra a dignidade humana e incitar e induzir como essa gente faz é caso de polícia, de justiça, pois caracteriza crime. Baseado na bíblia? Sei, a bíblia tem o mesmo potencial de destruição do Mein Kampf de Hitler!


Rubim Geontelus disse…
Infeliciano e outros da mesma laia em relação à Declaração Universal dos Direitos Humanos.


Parte 3/3a:


Artigo IX

Ninguém será arbitrariamente preso, detido ou exilado.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: esses seres grotescos, que se escondem atrás da máscara da bíblia, praticam prisão, detenção e exílio de pessoas, sim. Explico: a prisão, detenção e exílio não se aplica apenas a uma interpretação da situação física do indivíduo, mas também psicológica. Essas declarações de Infeliciano contra negros, homossexuais, e outros grupos, fazem com que tais pessoas se sintam psicologicamente presas (sentem medo em se expressar e em viverem abertamente como querem), bem como detidas (não podem frequentar todos os lugares como realmente são ou nem mesmo podem viver sem problemas mentais devido às agressões que sofrem dessa laia e exiladas (o exílio não é apenas físico, mas também psicológico: a pessoa é obrigada a viver num mundo teocrático que a faz sentir-se estranha, intimidada, violentada mentalmente, de modo que procura abrigo nos recônditos de sua mente, em seu mundo interior e particular. Ou seja, seu mundo interior é um exílio porque não pode se expressar e ter suas opiniões livremente na ditadura teocrática.


Artigo XII

Ninguém será sujeito a interferências na sua vida privada, na sua família, no seu lar ou na sua correspondência, nem a ataques à sua honra e reputação. Toda pessoa tem direito à proteção da lei contra tais interferências ou ataques.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: será que esses fundamentalistas não sabem que transgridem esse Artigo a todo instante? Sim, a DUDH é incompatível com religião. Logo, a influência que esses seres nojentos tentam sobre o estado laico brasileiro, signatário da DUDH das Nações Unidas, é simplesmente inaceitável.


Artigo XIV

1.Toda pessoa, vítima de perseguição, tem o direito de procurar e de gozar asilo em outros países.
2. Este direito não pode ser invocado em caso de perseguição legitimamente motivada por crimes de direito comum ou por atos contrários aos propósitos e princípios das Nações Unidas.


Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: fica claro que não existe perseguição religiosa contra esses fdp que querem implantar uma teocracia no Brasil, mas é uma consequência do parágrafo 2 desse Artigo, ou seja, Infeliciano e outros da mesma laia são confrontados devido a cometerem atos contrários aos propósitos e princípios das Nações Unidas, da DUDH.


Não vão arrumar nada.

Jornalista Alexandre Garcia critica as manifestações contra o Deputado Marco Feliciano.

O jornalista Alexandre Garcia, durante a programação da Rádio Metrópoli, fez o seu comentário sobre as manifestações contra Marco Feliciano. O Jornalista se posicionou com relação ao assunto e começou seu comentário com a seguinte afirmação:

“Olá ouvintes da rádio Metrópoli, está uma novela essa história do Pastor Marco Feliciano na presidência da comissão de direitos humanos da câmara”. O jornalista continuou declarando: “Ontem dois militantes, manifestantes foram presos, eu vi uma foto no jornal, uma coisa horrível, um manifestante em pé, em cima da mesa que é ocupada pelos deputados, aí não dá, é um exagero…”.

Alexandre argumentou que segundo a Constituição brasileira, a liberdade de opinião é um ato de direito “Cada um pode ter a sua opinião”, afirmou. Ele falou sobre a diferença entre uma opinião e a prática dela, principalmente se houver índice de violência. Ele também falou sobre a diferença de racismo ou uma constatação, falou que Feliciano é apoiado pelo partido, que deputado não tem chefe e sobre cargos no ministérios.

Veja o vídeo.
http://www.youtube.com/watch?v=O9yp1SJEJPQ
Rubim Geontelus disse…
Infeliciano e outros da mesma laia em relação à Declaração Universal dos Direitos Humanos.


Parte 3/3b:



Artigo XVIII

Toda pessoa tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; este direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público ou em particular.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: vermes, de acordo com a DUDH, pensamento, consciência e religião não devem ser a mesma coisa, ou seja, deve existir a liberdade de religião, sim, mas a mesma não deve servir de instrumento de repressão à liberdade de pensamento e de consciência porque, num estado laico, a religião não é a lei, não é a constituição, não é as diretrizes culturais e econômicas. Em outras palavras: num estado laico, religião deve se manter nos templos e igrejas, sem interferir no estado e na vida de pessoas que não comunguem da mesma religião.


Artigo XIX

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: vermes, esse Artigo deixa claro que a tal liberdade de opinião e expressão termina quando começa o direito dos outros. E estamos falando de estado laico, logo não venham com o argumento de que a bíblia diz isso ou aquilo. Colocar a bíblia para confrontar a DUDH já caracteriza o fundamentalismo e a tentativa de impor uma teocracia. A DUDH é soberana.


Artigo XX

1. Toda pessoa tem direito à liberdade de reunião e associação pacíficas.
2. Ninguém pode ser obrigado a fazer parte de uma associação.

Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: vermes, não obriguem os outros a seguirem sua associação. Deixem os que pensam diferente em paz! Ateus, pessoas de outras religiões, homossexuais, agnósticos, judeus, têm suas próprias maneiras de pensar. Todos querem viver felizes num estado laico, em paz, e nenhum desses grupos quer que os evangelibãs sigam suas maneiras de pensar, mas tão-somente que reconheçam o estado laico e deixem todos os outros em paz.

Artigo XXX

Nenhuma disposição da presente Declaração pode ser interpretada como o reconhecimento a qualquer Estado, grupo ou pessoa, do direito de exercer qualquer atividade ou praticar qualquer ato destinado à destruição de quaisquer dos direitos e liberdades aqui estabelecidos.


Comentário sobre Infeliciano e outros da mesma laia: vermes, prestem atenção a esse último artigo! Ninguém ou nenhuma instituição pode ter o "direito de exercer qualquer atividade ou praticar qualquer ato destinado à destruição de quaisquer dos direitos e liberdades aqui estabelecidos".

Leviatã disse…
Sim, o fizeram, não se pode ter mais opinião hoje em dia, deve-se calar perante grupelhos mimados, projetos de totalitaristas (Oh! São progressistas, isso explica muito.), que não aceitam que alguém, por mais que infeliz e retrógrada seja uma ideia, pense diferente. Bom, é isso aí, bem vindo ao Brasil do politicamente correto, onde uma simples declaração torpe, partindo de uma declaração teológica infeliz, é motivo para um estardalhaço e processo desse porte.

Mas como eu disse, isso não é política, isso são bando de oportunistas que, ao verem uma oportunidade dessas, usam-na para hastear sua bandeira e dane-se o resto. Bom, daqui a pouco não se pode falar mais nada, se não os chorões vão te processar.
Jean Wyllys e deputados do PT tentam incriminar Pr. Silas Malafaia
Os deputados federais Jean Wyllys, Érika Kokay e Domingos Dutra entraram com uma ação criminal contra o deputado e pastor Marco Feliciano, seus assessores e, também, contra o pastor Silas Malafaia, com base em informações de um perfil falso do Facebook, atribuído ao pastor Silas (veja imagem abaixo).
Pr. Silas comenta:
Os deputados Jean Wylly, Érika Kokay e Dutra estão mais para três patetas do que para deputados federais. Vamos aos fatos:

Imagem do facebook falso
1. A arma dos incompetentes é a calúnia e a difamação.
Vejam o absurdo em que chegaram três deputados na tentativa de me incriminar em uma denúncia sem pé nem cabeça, misturada com outros assuntos que não tem nada a ver comigo . Usando um perfil falso do Facebook – o meu perfil oficial é Silas Malafaia Oficial – na tentativa de me incriminar junto ao Procurador da República.
2. O jogo é tão inescrupuloso e bandido que ao tentarem misturar minha fala com a do deputado Marco Feliciano e seus assessores, eles tentam, de maneira inescrupulosa, produzir uma notícia na imprensa – onde eles possuem muitos amiguinhos – a fim de dizer que estou sendo processado por formação de quadrilha. Isto é para vocês verem aonde eles querem chegar e porque eu não me calo.
3. Os ativistas gays e seus defensores não suportam o debate democrático, querem criminalizar a opinião, e, no Brasil, amparado pela Constituição, opinião não é crime. A duras penas o Brasil ficou livre do delito de opinião. O jornalista Alexandre Garcia de maneira inteligente disse o seguinte: “Opinião homofóbica ou racista não é crime. O crime é incentivar, ou praticar a homofobia, ou o racismo”. Falar mal das práticas religiosas dos evangélicos não é crime, o crime é incitar a sociedade a praticar maldades contra nós.
4. Já disse várias vezes que tenho diferenças com o pastor Marco Feliciano, porém a questão não é ele, e sim o jogo ideológico. Os ativistas gays e seus amigos querem calar tanto ele quanto eu, pois não suportam o contraditório. Nenhum grupo social tem o monopólio das ilegalidades, ou dos direitos. E olha que coisa interessante, os que querem tirar o pastor Marco Feliciano da presidência da CDHM, e os que querem tirar os meus direitos, são os mesmos que defendem o aborto. Que moral esta gente tem para falar de Direitos Humanos? Nenhuma!
5. Vou entrar na Procuradoria Geral da República com uma ação contra os três deputados por denunciação caluniosa. Mais uma vez peço ao povo de Deus que ore por nós. É uma verdadeira batalha espiritual para deturpar os valores que Deus instituiu na terra para o bem-estar do ser humano.
Anônimo disse…

Wyllys e dois deputados petistas recorrem até a falso perfil no Facebook para calar adversários. E amplos setores da imprensa aplaudem! Um dia ainda vão propor o “controle social da piada”
Que vergonha.

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/wyllys
Anônimo disse…
Infelizmente, apesar da denúncia, acho que vai acabar em pizza. O STF não terá coragem de processar e condenar Feliciano, com medo de ser acusado de perseguição religiosa e ter que enfrentar assim a violência da turba de fanaticos religiosos.
Anônimo disse…
"Feliciano alega ainda que não há lei que tipifique discriminação por orientação sexual, mas apenas por raça, etnia, cor, religião ou procedência nacional."

Então ele concorda que deve ser punido por atribuir a tal maldição aos negros?
Essa cara já começou errado quando resolveu nascer.
Anônimo disse…
Gays não são pretegidos pela lei. Mas negros são. Quem sabe condenam esse amaldiçoado...
Fernando Marcus disse…
Esse é o caminho para Marco Feliciano. Uma estratégia que visualizo nesses descalabros dele é a polemizar e polarizar a população num rachão onde só se enxergará quem é o povo de deus e o povo do mal. Se candidatando em 2014 (isso é quase certo) ele levaria muitos votos e devido ao voto proporcional, ele levaria consigo para o congresso uma bancada evangélica inchada que não se elegeria sem o titirica da vez.
Se ele se tornar ficha suja até lá (pouco provável) ele ficará inelegível.
Ainda sim tenho uma dúvida: Se ele for ficha suja ele poderá se candidatar mesmo assim, brigando juridicamente por esse registro eleitoral? E se sim, se o TSE impugnar a candidatura dele o partido ainda carrega os votos?
Fernando Marcus disse…
Esse é o caminho para Marco Feliciano. Uma estratégia que visualizo nesses descalabros dele é a polemizar e polarizar a população num rachão onde só se enxergará quem é o povo de deus e o povo do mal. Se candidatando em 2014 (isso é quase certo) ele levaria muitos votos e devido ao voto proporcional, ele levaria consigo para o congresso uma bancada evangélica inchada que não se elegeria sem o titirica da vez.
Se ele se tornar ficha suja até lá (pouco provável) ele ficará inelegível.
Ainda sim tenho uma dúvida: Se ele for ficha suja ele poderá se candidatar mesmo assim, brigando juridicamente por esse registro eleitoral? E se sim, se o TSE impugnar a candidatura dele o partido ainda carrega os votos?
Carlos Punk disse…
Volta pra Mordor que o seu lugar não é aqui!
Allan Santana disse…
Alexandre Garcia, aquele que ajudou a eleger Collor? Ah que cara bacana!
Anônimo disse…
Constituição Federal Art 5° inciso XLII: "A prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei." Liberdade de expressão também tem limites, estude mais um pouco.
Anônimo disse…
Jean Wyllys, Erika Kokay e Domingos Dutra se reúnem com Vice Procuradora Geral da Republica

“Esta representação é importante porque o nível de difamação chegou num ponto em que a minha vida está ameaçada. A Procuradora foi bastante receptiva, e ficou sensibilizada com o que vem acontecendo conosco, mas sobretudo comigo, pois esta difamação parte do fato de eu ser homossexual assumido, ter orgulho e estar defendendo os direitos humanos de minorias”, destacou o deputado Wyllys em breve discurso no plenário da Câmara dos Deputados.

Segundo o advogado Antônio Rodrigo Machado de Sousa, “esta reunião foi muito importante para que a Procuradoria Geral da República possa analisar com muita seriedade toda a campanha de ódio que vem sendo empreendida contra dignos representantes do povo brasileiro”.

http://jeanwyllys.com.br/wp/jean-wyllys-erika-kokay-e-domingos-dutra-se-reunem-com-vice-procuradora-geral-da-republica
Anônimo disse…
Claro, né, mané (gozado, um sujeito com esse nick se doendo pelo "inimigo de Satanás"...), não é à tua carcaça que o Felicianus está direcionando comentários de ódio, então você fica com esse mimimi "não posso falar nada", mimimi, "não se pode ter opinião". Quem é o chorão, mesmo, hein?... Quer opinar, opine. Mas se acha a opinião está acima do respeito, se prepara para aguentar as consequências. É isso que está acontecendo com seu ídolo, o pastor Feliz.

Ruggero
Anônimo disse…
Tá com medinho, Leviatã?
Tá tristinho por que o senhor e sua trupe terão que responder quando decidirem violentar a dignidade alheia?

Faça o seguinte, junte a sua corja e mudem-se para o seu próprio planeta! Os seres HUMANOS agradecem!
Anônimo disse…
Projeto de Jean Wyllys protege direito trabalhista de crianças e adolescentes

http://jeanwyllys.com.br/wp/projeto-de-jean-wyllys-protege-direito-trabalhista-de-criancas-e-adolescentes

Jean Wyllys protocola PL sobre tratamento de doenças raras no âmbito do Sistema Único de Saúde

http://jeanwyllys.com.br/wp/jean-wyllys-protocola-pl-sobre-tratamento-de-doencas-raras-no-ambito-do-sistema-unico-de-saude

Jean Wyllys apresenta PL sobre Doenças Raras em seminário internacional em Washington, EUA

http://jeanwyllys.com.br/wp/jean-wyllys-participa-de-seminario-mundial-sobre-tratamento-de-doencas-raras-em-washington-eua
Anônimo disse…
Jean Wyllys, Erika Kokay e Domingos Dutra protocolam ação criminal por calúnia, difamação, formação de quadrilha e outros crimes.

Alvos recentes de uma pesada campanha difamatória e caluniosa por sua firme oposição à eleição e permanência do deputado Pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, dadas as suas declarações públicas de teor racista, homofóbico e misógino em redes sociais e fora delas, os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ), Erika Kokay (PT-DF) e Domingos Dutra (PT-MA) decidiram representar criminalmente – por calúnia, difamação, falsificação de documento público, injúria, falsidade ideológica, formação de quadrilha e improbidade administrativa – o deputado Pastor Marco Feliciano, o pastor Silas Malafaia, e os assessores parlamentares Rafael Octávio, Joelson Tenório, André Luis de Oliveira, Roseli Octávio e Wellington de Oliveira, por produzirem vídeos, notas, postagens em redes sociais, ou colaborarem ativamente na propagação destas, atribuindo aos deputados, entre outros, a defesa da pedofilia como bandeira política.

http://jeanwyllys.com.br/wp/jean-wyllys-erika-kokay-e-domingos-dutra-protocolam-acao-criminal-por-calunia-difamacao-formacao-de-quadrilha-e-outros-crimes
Anônimo disse…
Quando os homossexuais reivindicam a aprovação da lei anti-homofobia (PLC 122), os teocratas alegam que já existem leis contra o preconceito e discriminação, e portanto, não haveria nenhuma necessidade de se aprovar uma lei complementar contra a homofobia.

Interessante, não?

Pra viver no Brasil é preciso ter coração de aço...
Anônimo disse…
No twitter

Jean Wyllys ‏@jeanwyllys_real 31 mar

Os vendilhões do dos templos estão desesperados com minha atuação! Como não têm argumentos, inventam calúnias a meu respeito e me ameaçam!
Anônimo disse…
Leviatã, a Constituição deixa claro a liberdade de expressão, ninguém está oprimindo o que ele pensa ou deixa de pensar, mas também é óbvio que como toda ação tem sua reação, toda liberdade de expressão submeter suas consequências. Como diz a própria teoria constitucional: "Máxima observância dos direitos fundamentais envolvidos, conjugado com a mínima restrição dos mesmos." Ninguém deve sair por aí dizendo que síndrome de downs são a doença do intelecto da humanidade porque está escrito numa doutrina religiosa que você a segue. É ridículo, é torpe, é discriminatório, é desprezível perante toda metodologia científica já estudada, acima de tudo é alienável. O Estado é laico (procure entender o significado disso na nossa política e aplique ao seu pastor de merda). O negro já superou muita coisa para se submeter a uma humilhação pública de um deputado... e o gay? Está começando a buscar seus direitos por direito. E cá entre nós, não vai ser nenhum livro "sagrado" que irá impedi-los.
Anônimo disse…
Jean Wyllys ganha proteção policial ao sofrer ameaça de morte

Leia mais: http://extra.globo.com/famosos/jean-wyllys-ganha-protecao-policial-ao-sofrer-ameaca-de-morte-8063027.html#ixzz2Q0NPkRH0
Anônimo disse…
Chimbinha diz que "vida virou um inferno" após declarações polêmicas de Joelma
Vocalista da Banda Calypso comparou gays a drogados em entrevista.

http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/horadesantacatarina/19,792,4101075,Chimbinha-diz-que-vida-virou-um-inferno-apos-declaracoes-polemicas-de-Joelma.html
Anônimo disse…
Tô me lixando para a opinião desse Alexandre Garcia! Esse cara já mostrou suas garras demonizando, feito um verdadeiro Olavão "boca de latrina" de Carvalho, o comunismo no Brasil, como algum dia tivesse havido um comunismo forte neste país ou fosse esse comunismo o golpista que fez a pátria passar duas décadas chafurdando na lama do regime militar torturador e assassino. Não alguém melhor para citar do que esse dândi?

Ruggero
Anônimo disse…
Vai lá, reaça. Vai lá, apoiador de estelionatário! Boa sorte.
Anônimo disse…
Creio que agora alguma atitude contra esse pastor/político desprezível será tomada. A PGU não vai se arriscar a uma crise institucional pegando leve com esse cara.

Ruggero
Eu devo descordar, ele buscou apoio da corja católica no inicio da década de trinta, mas o terceiro reich foi marcado por renascimento de antigos rituais pagães e perseguição à igreja, por possuir terrenos e apoiar a oposição. Posso trazer fontes se quiser.
Blá, blá, blá. Sou um ser mitológico da mitologia fenícia. Blá blá blá, venho falar sobre democracia e criticar os opressores membros das minorias, ofuscando o esplendor da justiça com seus manifestos ilegais.
Algum pensamento tirado de um museu sobre a ignorância para acrescentar?
Também já foi usado para justificar racismo, torturas, execuções, guerras e uma galeria de monstruosidades.
Anônimo disse…
Ele tem que ser preso pra que seja impedido de continuar com esse tipo de atitude, para que aprenda que não tem o direito de agir desta forma, e para que sirva de exemplo aos demais cidadãos que pensam poder agir igual a ele.
Anônimo disse…
Pois é, já não dá mais pra aguentar toda essa tolerância com os religiosos intolerantes que tentam "justificar" a intolerância com argumentos religiosos ou "teológicos".

Tolerância com a intolerância é covardia!
Anônimo disse…
Exatamente. Esses caras são "trolls" da vida real.

Como é que alguém pode ser feliz e ter paz diante do cinismo dessa gente? Eles aprontam de tudo, ficam impunes e ainda saem debochando da cara dos "otários" que eles prejudicaram!
Anônimo disse…
Diante de tudo que já vimos até aqui, muito provavelmente ocorrerá isso mesmo que você narrou.
Anônimo disse…
é mais um exemplo de um ser insignificante no mundo,ele nunca devia ter saido do hospicio dele(igreja)
o mundo ja tem grandes exemplos,de que religiao é um mal coletivo,e quando se mistura com politica, a coisa fede mais ainda.

esse é o nosso pais!!
Anônimo disse…
ze ruela!
Anônimo disse…
fico imaginando a cena...
os alienados que seguem ele dizendo:
tudo isso contra ele é coisa do demonio,jesus vai ajuda-lo,porque ele é um homem de deus,e deus sabe o que faz.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
ate quando zumbis..,seguiram ordens de um ser aproveitador da fe cega alheia.
Anônimo disse…
onde estar voçe enri cristo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
o seu filho louco,retardado,aproveitador,que diz ser o teu representante, estar
criando discordia......
apareca enri,voçe prometeu vir ao mundo para salvar a todos nos,cade voçe,a sua presença é importante,neste grande momento,que em pouco tempo voltaremos varias decadas e seculos atras.
voçe tem um papel importante nesse filme "de volta ao passado"
Anônimo disse…
https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/579794_350223948410774_147516972_n.jpg
Anônimo disse…
Não importa quais eram os verdadeiros fins. A questão é que ele realmente utilizou Deus como um meio de alcançar os seus objetivos, essa que é a realidade e analogia com o que tem feito o deputado-pastor.
Anônimo disse…
Esse Alexandre Garcia não passa de um reacionária, e não é a primeira vez que ele demonstra o nível de sua estupidez e desonestidade intelectual.
Anônimo disse…
Aqui nesta entrevista jean Wyllys da mais uma aula do que é a democracia e aproveita pra dar um monte de tapa na cara dos religiosos fundamentalistas.

Será que tem crente com coragem pra ler a entrevista? Claro que não hahaha

http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/famosos/2013/04/09/323334-jean-wyllys-conta-sobre-as-calunias-de-que-vem-sendo-acusado-e-o-silencio-de-dilma-sobre-feliciano
Anônimo disse…
*Ainda assim
Anônimo disse…
Tecnicamente ele está correto: infelizmente, não existe – ainda – lei criminalizando discriminação e preconceito por orientação sexual. Num processo, presume-se que o advogado alegaria isso, pois é uma forma de afastar de plano uma acusação por crime inexistente sem correr qualquer risco (isso se o magistrado já não receber a denúncia). Só iria discutir a acusação de discriminação por raça e cor.

Mas creio que há algo errado nisto, pois a PGR não faria denúncia com tamanho erro técnico...
Anônimo disse…
Bem lembrado, Anônimo de 9 de abril de 2013 18:42, numa tacada o Marco Feliciano derrubou a falácia da “proteção já existente” dos opositores do PLC 122/06. Silas Malafaia deve estar se roendo de raiva... rsrs
Leviatã disse…
Ok senhores, usem toda sua "sabedoria política" e façam o que achar melhor. Mas entendam, ele está lá pelo processo Democrático, ele representa uma parte da população, ele está, portanto, respaldado em lei. E não, ele não fez discurso de ódio, ele apenas repudia os gays, direito dele dizer isso e problema dele também. Vocês estão dando toda a atenção que ele quer, estão caindo no joguinho político dele. Se bem que, essa baderna no Congresso não podemos chamar de política.

Ademais, não gosto nem um pouco do Feliciano, "ele não me representa", e daí?

Anônimo disse…
E daí que ele está cavando a própria cova, grão por grão. Cortarei minhas bolas fora se essa ação criminal não virar o justo precedente para uma lei específica contra os que ferem a dignidade daqueles que não são heterossexuais. E corto não somente minhas bolas como o piru também se essa lei não for lembrada doravante como Lei Marcos Feliciano.
Anônimo disse…
Que a Policia Federal descubra a verdade.
Anônimo disse…
Um processo por RACISMO será muito bem vindo.
Aperfeiçoamento Laico Humanista disse…
Deus já era!

O que importa é que o certo agora é perseguir, processar, coagir, censurar, ameaçar, prender e, sempre que possível, matar, tudo em nome dos DIREITOS HUMANOS!
ditadores furiosos, mas sensíveis e delicados disse…
Ai, quanta gente sensível e meiga, que não admite que possa ser permitida a liberdade de expressão de idéias e palavras que "ferem a dignidade" deles, tadinhos.

Curiosamente, esses meigos coitadinhos que exigem essa "censura do bem" para "proteger" sua classe coitadinha, se consideram no direito pleno de xingar e caluniar pastores e religiosos, tumultuar cultos em igrejas e reuniões no Parlamento, de fazer bonecos de "judas" representando o Marco Feliciano e espancá-lo em praça pública, de mentir, difamar, caluniar e ameaçar o deputado e sua família, e quem mais estiver no caminho de sua utopia gay totalitária boazinha.
Anônimo disse…
Gosto de postar dezenas de comentários neste blog, parecendo que sou uma multidão.
E gosto de concordar com os comentários que eu mesmo faço.
Anônimo disse…
Pois é, foi o que o Feliciano fez, em nome dos "direitos humanos" ele perseguiu, coagiu, censurou, ameaçou e MANDOU PRENDER um cidadão que estava legitimamente e democraticamente protestando na casa do povo!

O estado deveria ser laico justamente pra evitar situações assim, onde religiosos ditadores se elegem para implantar seu neo-nazismo no país.
Anônimo disse…
Anônimo (Leviatã) 10 de abril de 2013 06:34

Agora resolveu bancar o palhaço com suas teorias da conspiração. Aliás, seria isso um princípio de tumulto pra tentar induzir o Paulo Lopes a retirar a opção de comentários anônimos, e assim, o senhor poder voltar a comentar tranquilamente com a sua velha conta na qual adora argumentar com apelo à autoridade, é isso?

Não duvido, afinal, vingança faz parte dos sentimentos de todo ateu com alma de cristão.
Anônimo disse…
Até uma criança de 5 anos (se ainda não tiver sido doutrinada pelo cristianismo) é capaz de ver a enxurrada de crimes que esses teocratas cometem dia após dia sem nenhum tipo de punição!
Anônimo disse…
na bíblia os homens de deus dizia eu não tenho ouro nem prata levanta e anda.

Hoje eles dizem eu tenho ouro e prata me passa teu cartão, tua moto , teu aluguel , teu carro , a escritura da tua casa , mais nada de levantar e andar, marco feliciano pegou mil reais de um paraplégico.
Anônimo disse…
Esqueceu da senha do cartão.
Caio disse…
Viram só. Não consta crime contra a orientação sexual alheia. Se o paspalho não tivesse envolvido a cor de pele e a etnia de maneira depressiativa, com certeza não haveria todo esse alvoroço pra cima dele. A PLC 122 já devia ter sido aprovada há muito tempo. Mas a terra sem lei é assim mesmo, deixa tudo acontecer e quem não gosta que se dane...
ditadores furiosos, mas com amor ao próximo disse…
Ai, quanta gente sensível e meiga, que não admite que possa ser permitida a liberdade de expressão de idéias e palavras que "ferem a dignidade" deles, tadinhos.

Curiosamente, esses meigos coitadinhos que exigem essa "censura do bem" para "proteger" sua classe coitadinha, se consideram no direito pleno de xingar e caluniar ateus e artistas, prender quem exerce o direito legítimo de protesto, de fazer charges representando o Jean Wyllys e inventando coisas que ele não falou, de mentir, difamar, caluniar e ameaçar o deputado, e quem mais estiver no caminho de sua teocracia cristã totalitária boazinha.
Aperfeiçoamento Teocrata Cristão disse…
Estado laico já era!

O que importa é que o certo agora é perseguir, processar, coagir, censurar, ameaçar, prender e, sempre que possível, matar, tudo em nome de um SER IMAGINÁRIO "ONIPOTENTE"!
Anônimo disse…
Só idiotas direitopatas usam o carequinha da veja como fonte.
Anônimo disse…
Os coitadinhos querem ter o direito de defecar pela boca. Evangélicos gays enrustidos.
Anônimo disse…
Me enoja falarem em bancada evangélica
até onde eu sabia o Estado era laico
vamos fazer a bancada católica, a bancada budista, a bancada ateísta, a bancada umbandista, bancada mulçumana, a bancada espiríta.
Anônimo disse…
Dane-se se ele é pastor.
Dane-se se ele fica cultivando a "intolerância" a gays ou negros ou seilá o que dentro dos cultos dele!

Até onde eu sei no momento ele é DEPUTADO! E com tal, não pode e não tem direito a livre interpretação do quer que seja. Ele não mais representa as próprias idéias, ele está respresentando idéias de um povo que é evangelico, gay, branco, negro, pardo, índio, umbandista, mulçumano, heterossexual, bissexual ou qualquer coisa que o valha, desde que não esteja desrespeitando as leis e a constituição e até onde eu sei não há lei que proíba uma pessoa de ser homossexual ou que obrigue a seguri a Bíblia.