Walmor Chagas dizia que seu deus era Fernando Pessoa


Walmor Chagas
Deus do ator
era um poeta

Walmor Chagas (foto) dizia que era ateu por dois motivos: tinha lido o filósofo francês Jean-Paul Sartre (1905-1980) e estudou em colégio de padres. “Os sacerdotes têm esse poder de nos afastar da religião”. Dizia que o seu deus era o poeta português Fernando Pessoa (1888-1935)

O ator Walmor de Souza Chagas nasceu em Porto Alegre (RS) em 28 de agosto de 1930 e morreu no dia 18 de janeiro de 2013 em sua fazenda em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba (SP).


Há suspeita de suicídio. Havia uma arma de fogo em seu colo. Nos últimos anos ele evitava aparecer em público.

Era formado em filosofia, mas sua paixão sempre foi a interpretação. Foi uma referência do teatro nos 50 e 60, juntamente com Cacilda Becker (1921-1969), com quem se casou.

Participou de várias novelas, como a "A Favorita" (2008), "Pé na Jaca" (2006), "Esperança" (2002), "Selva de Pedra" (1986) e "Vereda Tropical" (1984), na Globo, e "Caminhos do Coração" (2007), na Record.

Em 2012, ele deu uma entrevista dizendo que por algum tempo acreditava que morreria com 33 anos, a idade de Cristo, porque, em seu inconsciente, achava que seria  punido por ter decretado já em sua juventude que Deus não existia.

Em uma entrevista de 2011, para a Globo News, falou que saia pouco de sua casa porque o artista é como um atleta: “Tem um período de auge, depois começa a decair”.

Para ele, ator tem de saber a hora de sair de cena.




Ateus brasileiros famosos

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Anônimo disse…
Vamos ver quantos crentelhos vão vir aqui falando besteira.
Anônimo disse…
Valendo!
Anônimo disse…
Se matou porque não tinha deus no coração... Calma pessoal, só estou antevendo comentários chulos dos crentóides.
Anônimo disse…
Jà circula na rede que ele estava muito doente e resolveu fazer uma "auto-eutanásia"...
Anônimo disse…
Nossa... Foi uma notícia repentina! Por isso que espantosa... Não se esperava pela morte do ator.

Beijos
Leonardo disse…
acho que é preciso muita coragem para se matar... e estou falando sério...
Anônimo disse…
"Para ele, ator tem de saber a hora de sair de cena."

Precisa dizer mais alguma coisa?
Anônimo disse…
eu quando estiver velho existe a possibilidade de me matar . Não quero dar trabalho a ninguém , e pra que ser um velho que necessita de fraudas e banho ..mais vai demorar e que até lá a eutanásia seja algo possível
Anônimo disse…
depois dizem que os loucos são os religiosos, ateu, famoso e suicida
Anônimo disse…
Anônimo19 de janeiro de 2013 02:28

desce um pouquinho mais e vc vai ver, ninguém é obrigado a escrever o que vc quer ler, se enxerga ditadorzinho.

Anônimo disse…
ele se matou caramba! o dono de um restaurante, disse que ele era bem humorado e de bem com vida.

Se ele estava doente era mentalmente.

Ateu militante é assim mesmo, atazana a vida se seus familiares religiosos fazem eles chorarem os deixam tristes, para ferrar mais ainda fazem tatuagens, piercing, usam roupas e cabelos esquisitos, escutam musicas horrorosas, enchem a cara, começam a beijar homens, mulheres sapos, bicho preguiça etc... tudo pra para ser um caboclo contra-cultural.

É assim mesmo, duvido que n tenha um caboclo ateu que n fez isto e as outras coisas também.

Anônimo disse…
Se foi isso mesmo, ele tava certo, melhor morrer do que prolongar o sofrimento, se a eutanásia fosse liberada aqui no Brasil, ele não precisaria chegar aos extremos de usar, como disse o anonimo acima, auto-eutanásia.

Flavia disse…
Além de ótimo ator, ele era bastante lúcido e crítico. Lembro-me sempre dele como Afonso da Maia, na minissérie Os Maias, exibida pela Globo em 2001. A produção era espetacular e a atuação dele foi impecável!
Darkus disse…
Ele estava ficando cego pela diabete, ele não quis ser velho um inválido.
Achei digno o fim que ele mesmo deu para sua vida.
Anônimo disse…
Paulo,
ele nasceu no Alegrete, município gaúcho próximo a fronteira com a Argentina.
Warner disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
Se doeu foi crentelho?, aposto que você foi um dos que escreveu besteira ai embaixo e agora tá arrependido e vem descarregar sua ira, e por que eu sou um ditador, não escrevi nada demais.
Anônimo disse…
e ateus costumavam usar melhor o vernáculo.
Anônimo disse…
um suicidio consicente é muito mais são que um crentola definhando
Anônimo disse…
ja temos um crentalhao trollando!
Anônimo disse…
Foi corajoso e digno, e os crentalhoes que esperneiem a vontade.
Anônimo disse…
São Sebastião do Paraiso-MG, em dezembro um padre querido por seus fiéis suicidou-se.
O que os crentóides acima tem a dizer? E ele teve um enterro com missa e tudo. Um herói né?
Anônimo disse…
Anônimo20 de janeiro de 2013 01:58

Louco ué, assim como os ateus, mas se vc realmente quiser saber mais, procure quem são os maiores suicidas religiosos ou ateus?

depois vc vem falar tá
Warner disse…
Religiosos costumam matar bem mais do que a si mesmos.
Coitado, morreu sem nenhuma esperança (Morrendo o homem perverso perece sua esperança, e acaba-se a expectação de riquezas. Provérbios 11:7)( Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos; Tito 1:2)e as suas obras de toda sua vida em nada lhe ajudarão. (Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Apocalipse 3:15)
Jota disse…
Pessoal, vamos parar de falar asneiras. Qualquer um está sujeito a tomar uma atitude dessas, INCLUSIVE CRISTÃOS!
- Eu tive uma irmã evangélica, que se matou. Isso independe de ateísmo ou religião. Está cima desses dois parâmetros.
- A Bíblia Sagrada nos relata o caso do Rei Saul, que depois de ter perdido uma guerra, preferiu atirar-se sobre a própria espada a ser capturado por seus inimigos.
Realidade sobre o Suicídio.

É uma covardia, Preferem se suicidarem do que confiarem em Deus. Por isso não há perdão, infelizmente por ignorância estão destinados ao inferno.

Não há perdão porque está escrito: .

"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.
1 Coríntios 6:19-20"

"Se alguém destruir o templo de Deus(corpo), Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo. 1 Coríntios 3:17"

Neste aspecto, muitos o fazem de múltiplas maneiras, álcool, tabaco, drogas, orgias, mortos em assaltos etc... Também pela ignorância de não conhecerem a Jesus Cristo.
Anônimo disse…
O problema está já na chamada do post: Aos 82 anos morre Walmor Chagas, ateu. O que é isso? O que tem ele ser ateu?

Esse blog além de tudo e segregacionista, separa religiosos de ateus e ainda proporciona pessoas preconceituosas desfilarem suas verves reacionárias.

Walmor era um grande homem, um grande ator, um artista do seu tempo, reflexivo, consciente e talentoso. E é assim que deve ser lembrado e homenageado.

Chega de tanto preconceito, que aliás é crime nesse país. Sendo crente ou ateu.
Sergio disse…
Parabens a ele vida sem dignidade e para os fracos
Darkus disse…
Parabéns Anônimo de 19 de janeiro, ganhou seu atestado de retardado!
Darkus disse…
Concordo totalmente, no lugar dele acho que faria o mesmo.
Darkus disse…
Ah claro, é melhor viver cego esperando a morte do que abreviar seu sofrimento, é aquele ditado, pimentarius anus outrem, refrescus est.

Seu deus me enoja com a falta de amor dele... É melhor mesmo que ele não exista, pois ele teria muita coisa para explicar.
Anônimo disse…
Vá falar isso para os crentes. Se você é incapaz de ver o que acontece em nosso país (proselitismo de baixo a cima, tendo como alvo não só ateus, mas também gays, partidos políicos, mulheres, outras religiões, etc.) devia se abster dessa criticazinha hipócrita e pedante.

Ruggero
Anônimo disse…
Só acho um tanto estranho: ele, supostamente, comete suicídio com um tiro na cabeça e ainda pousa a arma no colo?!

Ruggero
Unknown disse…
Na verdade, quem começou com preconceito foi um próprio Ateu, chamando n´s de "crentalhos, crentóides etc..."

É sempre assim, clamam por respeito e igualdade, mais são os primeiros a destilarem o seu veneno: Na base da chacota, e se achando seres totalmente superiores intelectualmente.

E assim mesmo ou eu tou errado também???
carlosqevedo disse…
terreno fértil para o suicídio: ateu e gaúcho, segundo informações da net, nós gaúchos somos os mais suicidas do país. porque nos matamos? sei lá, fraqueza mental, falta de sentido na existência, falta de valorizar esta experiência chamada vida, ou infantilidade mesmo? tipo: as coisas não são e não saem do jeito que gosto logo vou sair de cena. Eu particularmente já tentei o suicídio quando criança, tive depressão na fase adulta e, ao sobreviver à maldita, tornei-me ateu, confesso que hoje sinto-me mais forte que em qualquer época da minha vida pretérita, reconheço que não acho a vida tão doce quanto nos tempos de ilusões que eu vivi, mas por enquanto tá valendo a pena viver, no dia que eu ficar velho, sem visão, sem dente pra comer churrasco, sem apetite, sem tesão, sem audição e etc. e tal, provavelmente darei um tiro nos miolos, pra mim ficar velho é a maior sacanagem que a vida nos proporciona, sem falar que velho cheira mal e vive em câmera lenta. o pensamento básico é: não ta valendo a pena? sai fora, mas se quiser ficar repita o MANTRA ATEU: ... isto vai passar! nada dura pra sempre, nem o sofrimento...
Anônimo disse…
Cumé???
Ateu, mas acreditava que morreria com 33 anos, idade de Cristo, filho inexistente de algo inexistente; porque Deus (inexistente) iria puni-lo por declarar não acreditar Nele.
Por essas e outras quem se declara ateu vira piada. E dá margem a comentários pouco inteligentes, como por exemplo: "não existe ateu dentro de um avião caindo."

Coerência entre discurso e prática...não se vê por aqui!

Giovani

Anônimo disse…
"criticazinha hipócrita e pedante"... Mas você deu o valor merecido a ela.E além de tudo não entendeu nada.Continue assim sendo dono da verdade...
Anônimo disse…
Pra que!
Muitos ateus dizem!!
Michelle disse…
Darkus,

Adorei o pimentarius anus outrem, refrescus est. Posso pegar emprestado? lol
Anônimo disse…
Defeca mais crentalhão
Anônimo disse…
Crentelhos chamando ateu de dono da verdade?
E eu achava que ja tinha visto de tudo por aqui....
santa hipocrisia, batman!
Anônimo disse…
esperança num conto de fadas ??? da licença...
Anônimo disse…
e mais facil um pobre ir pro inferno do que o rico
Anônimo disse…
a pobreza e´do satanas, ele quer vc lascado e blasfemmando
Anônimo disse…
cv so pode pregar a palavra de Deus se for rico, entendam o que estou dizendo
Anônimo disse…
E daí??
Luiz Bento disse…
Mas você é bobo em Giovani. Por acaso dentro de um avião um ateu vai se tornar crente em Deus? Prá que? Pra morrer dois segundos depois. Seja prático e realista cara, pense na bobagem que voce vomitou.
Argemiro Garcia disse…
Matar-se pode ser um ato de lucidez. Perceber que passará a ser um ônus para seus entes queridos e decidir que chegou a hora de morrer é digno. Curioso é que atitudes assim são mais comuns entre aqueles que não acreditam na vida após a morte. Eu não sabia que Walmor era ateu; se soubesse, o teria admirado muito mais.
Argemiro Garcia disse…
Não vejo problema algum em se suicidar. Eu planejava matar-me quando me tornasse um inútil. Não sei se o farei, precisarei de coragem. Outra coisa é que pretendo doar meu corpo para o ensino de Medicina, algo mais consciente do que ficar com mimimi; meu corpo é carne e será mais útil se puder ajudar na formação de médicos do que queimando ou apodrecendo (não posso fazer doação de órgãos).
Argemiro Garcia disse…
Esperança pode ser, sim, num conto de fadas - mas é uma esperança em algo sem sentido. Sempre digo: se eu estiver errado, vou dar a minha mão espiritual à palmatória dos crentes, lá na tal outra vida. Se eu estiver certo, nenhum de nós ficará sabendo!

No entanto, acho de muito mau gosto citar um provérbio que fala de homens perversos para se referir a um homem digno como Walmor Chagas.

Enfim, eu diria que um homem bom leva uma vida sem medo e tem uma morte digna. Um homem de pequeno caráter vive e morre temendo: ao patrão, ao senhor, a deus.
Argemiro Garcia disse…
E por que confiar em deuses seria uma atitude menos covarde? Tomar sua própria vida nas mãos, ser dono de seu próprio destino, em vez de entregá-la a uma entidade hipotética, sem rosto?

Viver cego não é problema, por outro lado. É tudo uma questão de opção. Conheço cegos que levam suas vidas em paz consigo mesmos, produzindo e colaborando. Inclusive conheço atores cegos - há dois grupos "Nós Cegos", um em BH outro em Salvador.

No entanto, todo ser humano tem o direito de decidir quando é a hora de sair de cena.

Não me venham com blablablá. Até os livros escritos em nome dos deuses admitem que o livre arbítrio é o que diferencia o homem dos demais seres - até desses seres fabulosos chamados anjos.

-------- Busca neste site