'Psicóloga cristã' critica novela por mostrar evangélica seminua

Dolores, personagem de novela interpretada por Paula Burlamaqui
Marisa Lobo ficou horrorizada com esta cena


Marisa Lobo, a autoproclamada “psicóloga cristã”, não gostou da cena da novela global “Avenida Brasil” que mostrou de sutiã e calcinha em meio corpo a personagem Dolores, uma evangélica que adotava o nome de Soninha Catatau quando atuava como atriz pornô. A cena foi ao ar na sexta-feira (31).

No Twitter, ela conclamou os cristãos a repudiarem a TV Globo. “Somos evangélicos e nos sentimos ofendidos com a personagem Soninha amoral.”

Interpretada por Paula Burlamaqui, Dolores tira a roupa para mostrar ao seu ex-marido Diógenes (Otávio Augusto) que deixou de ser a Soninha.

“Estou cada vez mais pura. Fui ungida, Diógenes. Estou curada. Nenhum pecado me maculará”, disse a personagem. Ela resiste ao assédio do ex-marido, dizendo “está amarrado em nome de Jesus”, mas logo se entrega com tórridos beijos.

A novela foi liberada para o horário das 20h e seu autor é João Emanuel Carneiro. O índice de audiência tem sido bom.

No começo do ano, Marisa Lobo foi advertida pelo CRP (Conselho Regional de Psicologia) do Paraná para que não usasse em seus endereços na internet o termo “psicóloga cristã” porque a psicologia não tem nada a ver com Cristo. Ela se recusou a obedecer.

Marisa de posado de vítima da militância dos homossexuais e dos ateus, que, segundo ela, estão por detrás da ameaça do CRP de cassar seu registro profissional. Agora, na lista de seus desafetos, ela acrescentou a Rede Globo, que quer “ridicularizar os cristãos” e “desconstruir a imagem principalmente do evangélico”, porque teme o poder político do “nosso crescimento”.

"Jesus me libertou!"


Com informação do Twitter da Marisa Lobo.

‘Psicóloga cristã’desafia: ‘Quero ver se tem macho para me cassar’.
fevereiro de 2012

Caso Marisa Lobo.

Comentários

Anônimo disse…
Tem gente que precisa arrumar um tanque de roupa pra lavar, viu?
Anônimo disse…
Fiquei horrorizado ao saber que ela vê novela.
Cooper disse…
O público que mais assiste novelas são os cristãos. Ateus tem mais coisas interessantes para ver do que novela! Fica de nhé nhé nhé vendo novela. Falta do que fazer!
Avelino Bego disse…
Caramba! Tudo é perseguição pra essa mulher!

Essa Marisa Lobo deveria fazer algo mais útil.
Anônimo disse…
Eu daria um trato na psicopata cristã. Talvez ela fique mais calminha.
Fabricio Fleck disse…
O que deveria ofender os evangélicos:

* pastores que usam o dizimo pra enriquecer.
* pastores que entram na política pra desviar dinheiro público.
* pastores que pregam que gays são doentes e devem ser mortos.
* cristãos fanáticos que deixam seus filhos morrerem ao invés de levá-los ao medico.

E a lista segue...
Anônimo disse…
Ateus vêem Datena, pra vigiar o que ele anda falando e "tomar providências".
Anônimo disse…
querendo chamar atenção, falta do que fazer. ela que está precisando de um psicologo ou será um psiquiatra??
Fabricio Fleck disse…
Esse comportamento é típico de quem se coloca acima dos outros e que se considera dona da verdade.

Se ela tivesse estudado psicologia..ops
Anônimo disse…
O mais engraçado nessa história é que essa psicóloga reclamou a pouco tempo de estar sendo censurada por dar sua opinião em relação ao comportamento homossexual.

Agora é ela que incentiva os fundamentalistas a censurar uma novela que é uma obra de ficção.

Se a carapuça serviu...

É incrível como essa mulher, e muitos cristãos, perdem tempo vendo novela!

Ela diz que quer ter liberdade de expressão, mas incentiva a censura.
Anônimo disse…
Quanta à perseguição promovida pelos militantes gays e seus serviçais ateístas, Marisa Lobo está certíssima.
Jesus Carlos disse…
Concordo com o Fabricio FLECK E TEM MAIS: tenho duas amigas que tem uma loja só de roupas intímas para mulheres, principalmente calcinhas eróticas, em Santa Crus no suburbio do Rio de Janeiro e elas comentam, que a maior freguesia delas, são justamente mulheres protestantes. No geral preferem as calcinhas mais picantes e compram em boa quantidade. Dar até para entender, né? Na cama todo mundo gosta mesmo e da sacanagem.m Saludos indígenas.
Anônimo disse…
Pelo que se vê na postagem da Marisa Lobo, ela não está pedindo "censura" à novela, mas conclamando os cristãos a reagir, protestar, o que é perfeitamente legítimo.
Lucas disse…
Mano, quando é que cassaram o diploma desta mulher, hein?
Anônimo disse…
É só não alimentar essa Troll, deixem-na falar suas abobrinhas sozinhas, ou para seus pacientes, seguidores, etc. É desnecessário preocupar-se com tal vil pessoa.
Rosinha Tricolor disse…
Lá vem ela querer aparecer de novo... tsc tsc tsc... Então "é bullyng"? Agora "isso" existe? Tá... Mas será que não há nenhuma "Ex-Catatau" por aí? Afinal, apesar de ficções, novelas retratam a vida real("A vida como ela é") ou não? E do mais, não sabia que essa personagem representasse TODOS os evangélicos. Enfim...
Anônimo disse…
Então é mais di que legítimo os homossexuais lutarem pelos seus direitos quando essa mulher, sem provas, diz que os homossexuais podem ser curados.
Anônimo disse…
Perseguição? Bah... Eu chamaria de atestação da pura verdade. Você que fica afetadinho pelas criticas à uma mulher medíocre.
Anônimo disse…
No dia em que pudermos ver ateus e gays criticando os ateus e gays que choram e esperneiam com o que o Datena ou o Malafaia falam, então poderemos levar a sério os ateus e gays que criticam a Marisa Lobo por protestar.
Rosinha Tricolor disse…
Ela tá precisando de uma Psicólogo... heheheh :P
Warner disse…
Concordo plenamente, e a lista segue.
BRAUN disse…
Dssposo do mesmo pensamento da psicóloga!
Lamentável o que se faz para ganhar audiência!....Lamentável!
Anônimo disse…
"Direito" gay de cassar o diploma e a licença da Marisa Lobo?
"Direito" gay de determinar o que ela pode ou não escrever em seu site e seu twitter?
"Direito" gay de impedi-la de trabalhar em sua profissão?
yami karasu disse…
Pq será q estou começando a concordar com a desciclopédia, sobre psicólogas??? xDDDDDDDDDD
http://desciclopedia.ws/wiki/Psic%C3%B3loga
Anônimo disse…
Hahahahahahahahahahahaha... eu já tinha lido isso antes, chorei de rir!
Anônimo disse…
Isso já aconteceu antes.

Quem é que não lembra da personagem da Juliana Paes, que foi censurada pelos crentes?

Isso é só obra de ficção.

Se a carapuça serviu para a vida particular dessa mulher, ela não tem o direito de conclamar quem quer que seja para criticar a personagem da novela.

Se ela quer protestar, ela que mande os crentes desligarem a televisão e não assistir mais a novela.

Mais como acho dificil os crentes desligarem os seus televisores, já que os crentes demonstraram que são noveleiros de plantão, então só sobra essa palhaçada de "conclamação".
Anônimo disse…
tb nao sei como alguem conceguir asst nesta merda de novela nao ! Mentes pequenas
Bruno Freitas disse…
será q devo derramar uma lágrima?
WillPapp disse…
Crentes são assexuais?

Crentes não transam?

Crentes não gostam de sexo?

Qual o problema em ser crente e fogosa?
Anônimo disse…
Willpapp seu blasfemo! Isso é pecado!
Anônimo disse…
E os gays que tentam censurar os programas de humor e os personagens de novela que eles acham que são "homofóbicos" ou que não passam uma imagem "positiva" dos homossexuais?
Anônimo disse…
"Direito" em querer perseguir uma personagem?

"Direito" em querer dizer o que um autor deve escrever sobre uma personagem?

Sim!, pois se o autor colocasse uma personagem crente boazinha, ela não estaria escrevendo isso.

"Direito" de impedir um autor de trabalhar?
Anônimo disse…
E os religiosos que tentam censurar os programas de humor e os personagens de novela que eles acham que são ofensivos à sua religião ou que não passam uma imagem "positiva" dos religiosos?
Anônimo disse…
Ou seja: Se os homossexuais querem censurar, os crentes também querem.
Anônimo disse…
E os religiosos que querem censurar comerciais de TV que supostamente ofendem a sua religião?
yami karasu disse…
(Momento humor negro) Will, seja mais educado, por favor???

Crentes tem "o dom divino de ter descendentes", eles fazem o "ato de ligação entre 2 seres". Não use essas palavras chulas, como transar e sexo pq é da carne. Estamos vivendo em prol da libertação do espírito, q para isso, devemos usar os recursos mundanos e purificá-los, como todo seu dinheiro e bens devem ser passados no meu nome e depositados na minha conta bancária e as mulheres devem receber minha unção, pq como diria a música "Pastor João e a Igreja Invisível", meu cajado vai lhe purificar.
Ohhhhhhhhhhhhhhhhh glóriaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!
Aleluia p0##@!!!!!!!!!!!!!!
exagerou no ridículo disse…
Deixa de se fazer de besta.

"Perseguir" uma personagem de novela não é igual a perseguir uma pessoa real (como os gays se acham no "direito" de fazer contra a Marisa Lobo).

E a Marisa Lobo não está querendo cassar a "licença de autor de novela" de ninguém (como os gays se acham no "direito" de fazer contra a Marisa Lobo).

Tente outra forçação de barra menos ridícula, de repente cola.
Anônimo disse…
E os gays que JÁ censuram comerciais, programas de TV, livros, sites e tudo mais que eles achem "homofóbico"?
Anônimo disse…
Anônimo2 de junho de 2012 19:56

Claro, criticar pessoas que entram em rede nacional dizendo seriamente que por alguém não ter religião ou se relacionar com o mesmo sexo é uma abominação sem um pingo de moral, sem dúvida, é frescurinha perto de criticar uma cena humorística em uma novela que mostra uma coisa super normal.

Marcio
Anônimo disse…
exagerou no ridículo, por enquanto ela não está fazendo isso. Porque sabe que vai perder.

Não é segredo para ninguém que muitos homossexuais que passaram pelo "tratamento" de curas vindo de psicólos como Marisa Lobo, e mostraram que não são curados coisa nenhuma, são censurados por pessoas como essa mulher.

Tenho amigos homossexuais que me falaram isso.
Anônimo disse…
Ou seja: Se os homossexuais querem censurar, os crentes também querem. [2]
Anônimo disse…
"por enquanto ela não está fazendo isso", mas os gays já fazem.

E como é que a Marisa Lobo consegue a façanha de "censurar" homossexuais, como você diz que seus amigos gays dizem?

É usando o CFP gayzista? É usando o Ministério Público gayzista?
Anônimo disse…
"Se os homossexuais querem censurar, os crentes também querem."

ERRADO. Não tentem igualar os outros a vocês.

Mostre onde é que a Marisa Lobo ou os crentes estão querendo "censurar".

Que os gays querem censurar, cassar diplomas, impedir que se escreva isso ou aquilo, já está mais do que provado.
"E os gays que JÁ censuram comerciais, programas de TV, livros, sites e tudo mais que eles achem "homofóbico"?"

- Me dê exemplos.
É porque, na cabeça doente dela, mulheres cristãs são sempre bem comportadas e imaculadas.

Ah, vá!
Anônimo disse…
Cada um se dói como preferir, e acha "super normal" o que quiser.

Tem gente que se dói com críticas a ateus e à militância gay, embora outros achem tais críticas super normais.
Anônimo disse…
"E como é que a Marisa Lobo consegue a façanha de "censurar" homossexuais, como você diz que seus amigos gays dizem?"

Usando politicos crentes influentes na politica e na area mencionada, a psicologia.
Anônimo disse…
Esta "psicoloca" impura, que vê essa emissora CAPÊTICA, a Grobu, em vez de ler a Briuba, uma filha de Belial, sectária do CAPÊTA, é capaz de tornar qualquer crentino pentecostelho mais IMPURO!!!
Anônimo disse…
Exemplos:

Militantes gays censuraram comercial do Doritos.

Militantes gays censuraram o programa do João Kleber na RedeTV, "Tarde Quente".

Militantes gays censuraram o livro "A Maldição de Deus sobre o Homossexual", do pastor Náurio Martins França.

Militantes gays censuraram (por alguns dias) o site do escritor Julio Severo, além de já terem censurado definitivamente diversos outros sites que não lhes agradam.

E por aí vai.
Anônimo disse…
Cara, deixe disse-me-disse.

Prove que esses gays foram censurados por Marisa Lobo ou quem quer que seja "usando politicos crentes influentes na politica e na psicologia".

Mostre como esses homossexuais foram "censurados" e não buscaram nenhuma autoridade servil à militância gay ou alguma das centenas de ONGs gays, sempre prontas pra arrumar um bom escândalo e atacar os "homofóbicos".

Caso contrário, sua afirmação é apenas uma cascata, um boato, uma fofoca barata.
Anônimo disse…
Não é nada disso. É que as crentes ficam deitadas cobertas e os manés carcam nelas via buraco no lençol. Algumas acabam querendo fazer Eguinha Pocotó, e as que não conseguem ficam com inveja e falam mal das outras.
Ou seja, a Marisa Anta é uma frustrada.
Anônimo disse…
Militates gays também censuraram o comercial da Nissan alegando ofencivo aos homossexuais:

http://www.youtube.com/watch?v=tPZwVa-NIaY
Anônimo disse…
Hum, já suspeitava que evangélicos não sentiam prazer com contato físico de cunho sexual e também se reproduziam de outra forma... Vocês plantam uma semente abençoada no umbigo de suas parceiras?
É... Algumas pessoas se sentem doídas de escutar uma piada sobre uma mulher que cede a "tentação" ou de sua profissão ter regras de conduta necessárias e não enxergam nada de mais quando alguém aparece na mídia e afirma seriamente sem base alguma que ser gay ou ser ateu é sinônimo de ser um monstro capaz de fazer qualquer atrocidade, disseminando preconceito por ai sem dar direito de resposta aos afetados.
Anônimo disse…
Quem precisa vai atrás do que precisa.
Felipe... disse…
Dando risada aqui dos chiliques, será que crentes não sabe definir ficção da realidade?
Anônimo disse…
Que precisa vai atrás do que precisa.
Felipe... disse…
Crentelhos querem censura a vida do homossexual, fazendo ela ficar privada.

e vem falar de bullyng? ah vá nem os direitos civis os crentes aprovam para os gays.
Anônimo disse…
Quem precisa vai atrás do que precisa.
Cognite Tute disse…
Esses anonimos crentes que tentam misturar responsabilização penal por crime de ódio, com censura, é de dar pena. Mas também causa muito dano a dor, então devemos esclarecer aos malucos, ops, debatedores homofóbicos.:-)

A homofobia, como a ofensa, NÃO é um direito, incluida na liberdade de expressão. Sociedades civilizadas tem regras e leis, que regulam e limitam as liberdades.

Por exemplo, é direito de todos expressar suas opiniões, digamos, sobre o presidente da repúlica, ou sobre seu vizinho. Mas, se essa manifestação se enquadrar em calúnia, difamação, ou injúria, ele será responsabilizado penalmente.

É simples, não?

Quando um grupo ativista protesta, ou pede providências, contra uma manifestação que, alegam eles, os ofende ou calunia, esse é um direito, tanto de crentes quanto de gays, ou que quem seja. Isso NÃO significa que a manifestação sob acusação será imediatamente reprimida, mas será antes analisada, e em muitos casos, não será penalizada.

TODOS tem direitos a opiniões, mas ao manifestar essas opiniões, respondem pelo que dizem. Sociedades civilizadas.

Quando um produto de ficção, como um livro ou novela de TV, apresenta uma crente com comportamentos desviantes, isso se aplica APENAS a esta crente. Quando um produto de ficção apresenta um gay, ou negro, ou mulher, ou homem, ou ateu, ou crente, etc, "do mal", ou se comportando criminosamente, isso se aplica APENAS a este personagem.

O que pastores querem, entretanto, é ter o "direito" de subir ao púlpito e dar vazão a sua homofobia, e ofender TODOS os gays, afirmando que TODOS são pervertidos, safados, criminosos, etc, e os ameaçando com castigos terríveis vindos do amigo imaginário.

Isso é crime. É TOTALMENTE diferente de ter liberdade de opinião pessoal.

Se as requisições e protestos de grupos ativistas gays tem mais efeito, e são mais aceitas e eficazes, não é devido ao "compromentimento" do Ministério Público, ou por parcialidade gay dos tribunais.

É simplesmente porque, analisadas as denúncias, estas são mais corretas, e reais, que o tradicional mimimi religioso, que tenta apenas atacar a cidadania e impor suas superstições ancestrais e seu amigo imaginário.

Não é complicado nem difícil de entender, tanto que até os anonimos homofóbicos aqui presentes entendem. Fingem não entender, e apelam para o discurso de "vitima", mas entendem.:-)

E nem é uma questão de ser crente, ou religioso, existem muitos religiosos, muitas correntes, e até muitos "crentes", como movimentos protestantes, que não usam a desculpa da fé cega para justificar a homofobia ou a perseguição a gays.

São apenas os malucos homofóbicos de sempre, que seriam homofóbicos com ou sem religião, usando a religião como desculpa para sua mesquinhez, crueldade e maldade.

Cognite Tute
Anônimo disse…
Boa noite.
Creio eu que a tv a cada dia que passa tem muito mais poder sobre as opiniões. Agora, brincar com o nome de Jesus, já é demais! Todos temos uma opinião formada sobre o que queremos e o que somos, e religião acima de tudo, não se deve discutir, tão pouco zombar como foi feito!
Tenho uma visão que, devemos ser intolerantes com tal fato mas, acima de tudo ser sábio ao ponto de saber dar a volta por cima e dar a resposta certa na hora certa!
Sejamos sensatos para buscarmos nosso respeito sem dar o q essa emissora quer: "sensacionalismo a qualquer preço"!!!
Obrigado.
Anônimo disse…
No dia em que pudermos ver ateus e gays criticando os ateus e gays que choram e esperneiam com o que o Datena ou o Malafaia falam,

Eu sou agnóstico e bissexual, isso conta como critico?
Agora minha vez.

Conar cede à censura religiosa e veta anúncio da Red Bull com Jesus:

http://www.paulopes.com.br/2012/04/conar-cede-censura-religiosa-e-veta.html

Vaticano censura livro de teólogo sobre a homossexualidade:

http://www.paulopes.com.br/2012/02/vaticano-censura-livro-de-teologo-sobre.html

Vaticano censura livro argentino que defende a diversidade familiar:

http://www.paulopes.com.br/2012/01/vaticano-censura-livro-argentino-que.html

Indiano que desvendou milagre diz que Igreja Católica tenta calá-lo:

http://www.paulopes.com.br/2012/05/indiano-que-desvendeu-milagre-diz-que.html

Quer que eu continue? E você não citou fontes, apenas fez afirmações sem fundamento.

Vocês não são coitadinhos também não. Se os religiosos podem censurar conteúdos "ofensivos" às crenças deles, mas livros que dizem que gays são amaldoçoados e um blog fuleiro que só faz pregar calúnias contra LGBT's não pode? Ah, porque nada pode ferir a sagrada e imaculada "liberdade de credo" de vocês, não é?

Sou contra censura, de qualquer tipo, mas não venha dá uma de hipócrita pra cima de mim. Afinal de contas, hipocrisia é o forte dos cristãos.
Concordo em gênero, número e grau! Nada a acrescentar.

Merece promoção para post!
Anônimo disse…
Concordo com a marisa doida mulher tem que usar burca e serem reprimidas sexualmente.
Anônimo disse…
Então se fosse um pastor evangélico pedofilo ela iria dizer que isto não existe que é bullyng contra os evangélicos? Esta obsessão por "santidade" é algo que ele poderia poderia procurar um psicanalista para se tratar. Esta mulher já demonstrou ser paranóica e depois dessa eu tenho certeza.
Por que não podemos brincar com Jesus? Se ele não gosta, que reclame!
Anônimo disse…
Acho que o maior desejo desses crentes malucos é poder se reproduzir por bipartição, que nem esponja, sem contato sexual nenhum.
Anônimo disse…
Dos casos que você citou, apenas um ocorreu no Brasil. Os outros foram no exterior, e alguns deles nem foram exatamente casos de "censura", apesar dos títulos e posts usarem, erroneamente, tal termo.

Vaticano suspendendo livros de católicos em editoras católicas? Só com muita força de vontade ateísta para rotular isso como "censura". Na verdade, é administração da própria instituição (ICAR), que tem autonomia para determinar o que é apropriado ou não em seu próprio meio, de acordo com seus princípios.

É algo semelhante a uma ONG gay não permitir que sua editora seja usada para publicar livros que falem bem do Silas Malafaia ou contra o PLC 122, por exemplo. Ou a ATEA não aceitar que algum de seus membros utilize recursos do grupo para produzir outdoors em defesa do Datena ou elogiando o cristianismo. Não é exatamente "censura". É escolha própria, critério editorial, linha ideológica, autonomia.

No mais, os livros e autores que o Vaticano barrou podem ser publicados e comercializados, desde que não sejam em editoras católicas, que estão sob as regras da ICAR.

Censura típica são os casos que citei, onde um grupo tenta calar (e cala) outro de fato, intrometendo-se num meio de comunicação ou veículo que não é de sua propriedade, valendo-se geralmente de mecanismos estatais, coercitivos, punitivos, sem saída, para calar o discurso alheio.

Na boa, lamento que você tenha como única fonte de informação um único blog, com conteúdo ideológico bem delimitado e parcial. Isso gera uma visão também muito parcial das coisas, e até desinformação mesmo.

Os casos que citei, mesmo sem links, mencionam os nomes das obras e/ou autores censurados. Numa rápida saidinha do blog, você pode visitar um site chamado Google e encontrar as informações que deseja (ou não deseja).

Boas descobertas.
Anônimo disse…
Eu falo se dependesse dos evanja o brasil iria virar o oriente médio tupiniquim.
Anônimo disse…
O longo comentário, pregando a importância da censura e da repressão a discursos que desagradam a seu autor, expressa apenas a opinião do comentarista, baseada em suas preferências pessoais e ideológicas.

Nem de longe é um fato inquestionável, como ele pretende fazer crer, do alto da "autoridade" que ele imagina portar por fazer uso do típico discurso de vítima.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
De um lado temos alguns ateus fazendo mimimi por causa do "Deus seja Louvado" (dafuq? are you serious? isso realmente incomoda vocês?) do outro alguns gays fazendo mimimi por causa do maracutaia (sim, eu acho o maracutaia um idiota que fala besteira, mas nem por isso quero que ele cale a boca, o que ele vai fazer? ameaçar vocês com o inferno? pffff) do outro temos alguns cristãos como Marisa Lobo fazendo mimimi por causa de bobagens como essa. Então qual é o ponto aqui? Pessoas choronas que não agüentam opiniões divergentes? Ninguém com uma mentalidade estável vai morrer porque maracutaia disse que gays, bissexuais e afins vão pro inferno (eu estaria incluso na lista dos "porcos" que vão pro inferno) vocês acham realmente que isso vai mudar a vida de alguém? E um estado não vai deixar de ser menos ou mais laico porque o “Deus seja louvado” foi removido de uma cédula (o que é irônico porque o próprio Jesus não gostava de bens materiais).
Qualquer coisa agora virou motivo de “bullying” “ofensa” “calunia”, pelo amor de Odin todo-poderoso.
Quer dá lição de moral agora? Não me faça rir. Você não passa de mais um covarde que se esconde no anonimato. Eu todo dia dou minha cara a tapa, seja neste blog ou seja em qualquer lugar. Pessoas como você discriminam homossexuais todos os dias, de todas as formas possíveis. Sua religião tem raízes homofóbicas fortes. Já está na hora de sua igreja se dá conta disso.

A Igreja Católica censura sim qualquer coisa que vá de encontro com suas doutrinas. Há anos eles tentam censurar qualquer avanço científico que contrapoem eles e só um desonesto intelectual safado e covarde como você que fica tentando justificar o injustificável.

Vai, continua lambendo o saco desses canalhas. Vocês se merecem.

Você é um homofóbico de quinta, que tenta buscar a qualquer custo uma maneira desesperada de justificar o teu preconceito. Depois são os gays que ficam de coitadismo? Você fica aí fazendo esse papel patético de perseguido, quando na verdade vocês que são os perseguidores.

Pelo menos seja homem uma vez na vida e mostre sua cara, palhaço. Ou tá com medo desse "gay malvado" de processsar? Eu que não perco mais meu tempo com gente mediocre como da sua laia.
Anônimo disse…
Não estou querendo dar lição de moral pra você nem ninguém, nem estou discutindo religião, ou quem é mais macho do que quem. Estava me atendo a um assunto específico (censura).

Quem está partindo pra apelações gratuitas, chiliques e até tentativa de dar "lição de moral", pelo jeito, é você.
José Agustoni disse…
Eu também fiquei horrorizado com esta imagem colocada aqui no blog. A gente clica nela e a imagem não amplia, continua pequena. Isso é uma "baita falta de sacanagem". Queremos imagem grande! kkkkkkkk
A.Porto disse…
Preconceito é só com os outros.
Na novela da record Ribeirão do tempo, havia dois ateus que protagonizaram a fala abaixo:

Me diz uma coisa, mestre: como é que o senhor consegue ser tão frio? Às vezes até eu mesmo fico espantado. Matar a velha... será que é necessário?
- Nicolau, você acredita em deus?
- [rindo] Que pergunta... claro que não.
- O que eu vou te dizer agora, meu jovem, já foi dito há quase duzentos anos atrás.
- O quê?
- Se deus não existe, tudo é permitido. Como nós sabemos que ele não existe, então nós podemos tudo. [Brindam]

http://ateusatentos.blogspot.com.br/2011/03/ateu-em-novela-da-record-como-sabemos.html

Resultado: o chorão daniel sottomair já ficou fazendo biquinho e falando de preconceito contra os ateus.
Pimenta no olhos dos outros é refresco.
Ateus assitem novela, inclusive da record, nem que seja para dedurar.
Você mostrou casos em que gays censuram livros e sites homofóbicos, e eu mostrei casos de censura praticados pela Igreja, e você simplesmente quis lavar as mãos e dizer que não é censura, como se isso fosse exclusividade dos militantes gays.

Ora, se o Vaticano pode proibir livros que contrapoem suas doutrinas, seja da sua editora ou não, então os gays tem todo o direito de irem na justiça pedirem a retirada de livros e sites ofensivos e homofóbicos que dizem que eles são amaldiçoados, que querem dominar o mundo, que são pedófilos, que são criminosos, e outras demências praticados por homofóbicos enrustidos como você.

Felizmente, eu como ser racional, não apoio nenhuma dessas práticas, pois sou contra a censura em qualquer circunstância. Mas pra você, pelo jeito, censura só quem pratica os outros contra vocês, as pessoas mais perseguidas do mundo, ô pobres de vocês, que injustiça! Me poupe, quem mais faz coitadismo é vocês!

Isso prova que você, além de um anônimo covarde, homofóbico de quinta, fica lambendo o saco desses safados coitadistas. Isso faz você igual a eles. Ou seja, você não passa de um zé-ninguém, zero à esquerda, um nada que procura desesperadamente uma justificativa falha para seu preconceito. Você precisa se tratar, rapaz.

Se tivesse um pingo de hombridade, admitiria que censura não é problema apenas de "gayzistas" malvados, e que sua Igreja já praticou, e pratica aos montes, ao invés de simplesmente fechar os olhos para essas atrocidades e querer inventar mil e uma justificações.

Te garanto que eu, como homossexual, não ligo para o que pensam a meu respeito, eu só quero gozar dos mesmos direitos que os heterossexuais e outras coisas boas. Mas essa perseguição travestida de pregação e proselitismo tem que acabar! Legalizar o casamento gay e a adoção, garantir direitos iguais não estará ferindo em nada o direito dos cristãos!

Se os gays não são santos, vocês, semeadores da homofobia, são menos!
Você tem problemas de interpretação de deus, porque não vi nada no texto do Cognite Tute que defenda a censura.
Anônimo disse…
POIS É! IMAGINA AGORA ESSA PSICOLOGA FAZENDO UMA AVALIAÇÃO PSICO-SOCIAL, PARA GUARDA DE MENOR, E O PAI FOR ATEU(MAS BOA PESSOA) E A MÃE(EX-PROSTITUTA E EM RECUPERAÇÃO DAS DROGAS), PARA QUEM ELA VAI PENDER, SENDO QUE SEU PRECONCEITO JA MANDARIA O ATEU PARA O INFERNO!A TODOS PROFISSIONAIS! SE FOR CONVICTO POR SUAS CRENÇAS,SE DE POR IMPEDIDO DE ATUAR NESSES CASOS! SÓ ATUE NOS QUE SUA CRENDISSE FOR COMPACTUADA POR TODAS AS PARTES DA AVALIAÇÃO!
Anônimo disse…
Luan Felipe Cunha, então você concorda que os homossexuais censuram quando querem.

Os homossexuais não são santinhos. Então por que eles sempre passam a imagem de perseguidos se os gays também são perseguidores?
kell disse…
Acho que de um ponto de vista bem amplo ,a ação da psicóloga é bem legitima.Visto que as novelas da rede globo são infestadas de conteúdo inútil,manipulado e esteriotipado.Mas isso não os insenta(os cristãos)de sua insana hipocrisia ,e desse complexo de perseguição.Muitos cristãos se orgulham de passagens biblicas que mostram apóstolos sendo perseguidos e que,para eles,serve como inspiração e prova de que estão no caminho certo,mas ao passo que isso é pregado e cuspido como verdade entre eles,muitos são os que dizem que isso é "BULLYNG".Ora,porque todo esse delirio a acerca de si mesmo?Se orgulham de serem perseguidos mas não querem ser perseguidos.
Sim, alguns censuram sim. Não todos, como você generalizou. E daí? Não concordo. Acho que opiniões homofóbicas, livros, sites não devem ser proibidos, pelo menos servem para mostrar a mediocridade mental de vocês.

Mas eu entendo o lado deles, afinal não é fácil viver num país onde um bando de abutres carniceiros se promovem em cima da perseguição de um grupo relativamente pequeno de pessoas, e ter que aguentar calado ofensas como que são pessoas amaldiçoadas, abomináveis e criminosos. Liberdade de credo, não é?

Não quero justificar um erro com outro, mas vocês fazem coisa pior.

Não passamos imagem de perseguidos nenhum. Olhe os noticiários. Pais matando filhos por serem homossexuais. Jovens se suicidando por não aguentarem as intimidações que sofrem. Transexuais sendo mortos nas ruas como cachorros vira-latas. Discriminação correndo aos montes no Brasil. Abandonados, a maioria cai nas drogas, prostituição, depressão, tudo que não presta eles aprendem nas ruas, e se destroem. Culpa de gente como você! Homofobia não existiria se não houvesse uma religião que dizesse que era abominável e que homossexuais pereceriam eternamente no inferno. Pessoas interpretam isso de várias maneiras, às vezes de maneira até perigosa.

E quanto a vocês? Vivem gritando aos quatro ventos que são o grupo mais perseguido do mundo, mas são o grupo que mais persegue por aqui. Vocês são maioria, cacete! Vocês amolam a faca desses homofóbicos nojentos que sentem prazer em matar gente como eu com um discursinho fuleiro travestido de proselitismo religioso.

Ah, mas a midia "gayzista" é manipuladora, vocês dizem. Me poupe das suas desculpas, que já estou saturado! Só quem vive na pele sabe como é duro ser gay no Brasil.

Na minha juventude sofri violência física, moral e psicológica de gente com crucifixo pendurado no pescoço. Os maiores perseguidores são sempre vocês, pelo menos na América onde são maioria absoluta. A religião de vocês tem fortes raízes homofóbicas, o deus de vocês mandava apedrejar gente como eu, A Igreja Católica torturou e matou centenas de gente como eu, isso não se pode negar.

E não vai ser um anônimo covarde como você que vai conseguir provar o contrário. Cristãos fanáticos e fundamentalistas religiosos são podres, são a mistura de todas as coisas mais escrotas que eu detesto: são falsos, hipócritas, mesquinhos, intolerantes, discriminadores, e por aí vai. E tenho um asco profundo por cada um deles.
silney disse…
Ela vai receber reprimenda do edir maiscedo, não ta dando audiência pro canal do home,o muie, novela é coisa do demo.
silney disse…
Eu sou hétero e ateu, isto também deve contar como critico?
silney disse…
não vai esquecer da pedofilia.
silney disse…
Estou enojado deste troll, olha o que o cara fala "seus serviçais ateístas," Sou ateu porque penso, defendo causas que me parecem injustas, pois sou humano, diferente de qualquer defensor de uma ceita baseada em um livrinho escravocrata, machista, preconceituosa.
Quando foi dado o direito de um cristão de intervir, opinar sobre a vida alheia? Pois toda esta discussão se baseia nisto, cada um faz o que quer de sua vida, desde que suas ações não prejudiquem o próximo. O que incomoda tanto um cristão se o cara prefere ser fodido ao invés de foder com a fé alheia, se apropriando de seus dízimos? Isto não incomoda nenhum crente, até defendem o cara. É tipico do CORNO CETICO - Quando vê a mulher com o outro não acredita. Quem é crente deve manter seus princípios dentro de sua vida e não tentar controlar a vida do próximo. Quem lembra do absurdo da proibição do Joaozinho Trinta em usar a imagem do cristo redentor do rio no desfile de escola de samba, como se a igreja tivesse os direitos autorais da estatua do cristo ou mesmo de sua imagem. Quem espera que o Brasil tenha uma educação de qualidade e tenha os mesmos índices Sociais dos países como Coreia, Japão etc, pode esquecer, enquanto a imprensa continuar dando voz a estas idiotas este povo continuará preso a estes grilhões colocados pela religião.
Anônimo disse…
Os evangélicos são a hipocrisia personificada. Hitler matou judeus porque não conhecia evangélicos. Precisamos acabar com essa praga!
Anônimo disse…
Que nada! Só na frente dos que não são evangélicos. São uns sacanas, mulherengos, oferecidas, e culpam o "inimigo"; eles nao assumem responsabilidade por nenhum erro.
Anônimo disse…
Ia mesmo... precisamos acabar com essa praga de evanja...já!
Anônimo disse…
Imagine se sabem... acreditam no velho testamento; em Adão e Eva - somos todos filhos de incestos... irc! Eles vivem de ilusões e historinhas que não servem nem "pra boi dormir", da bíblia deles (traduzida para conveniência deles). A maior ficção deles é dizer por aí que a bíblia é o livro mais lido no mundo. Não é. É apenas o mais empurrado!
Anônimo disse…
Gostei da resposta de Cognite, especialmente o parágrafo "É simplesmente porque, analisadas as denúncias, estas são mais corretas, e reais, que o tradicional mimimi religioso, que tenta apenas atacar a cidadania e impor suas superstições ancestrais e seu amigo imaginário." (aqui, eu substituo "amigo imaginário" por "inimigo imaginário", pois para eles, tudo é culpa do "iniigo" - que sequer existe, já que nossa própria consciência é nosso único e maior inimigo.
Anônimo disse…
menos.... menos...
JCorlettbr disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
JCorlettbr disse…
Precisa gritar? :P
Anônimo disse…
Ninguém precisa ridicularizar cristãos. Eles se ridicularizam sozinhos.(sem generalizar é claro)
Anônimo disse…
Concordo Shiroyasha!
Cognite Tute disse…
Anônimo: "O longo comentário, pregando a importância da censura e da repressão a discursos que desagradam a seu autor,..."

Você realmente tem dificuldades de interpretação de textos.:-) E eu digo isso porque, como lembra o ditado, não se deve creditar a má fé o que pode ser explicado satisfatoriamente pela ignorância.:-) Se não fosse isso, eu diria que entendeu perfeitamente, mas prefere distorcer o argumento, para fingir que pode refuta-lo.

Eu não defendo, de modo algum, censura, por nenhum motivo. Defendo, como em toda sociedade civilizada, a responsabilidade de cada um ao se manifestar.

Vou tentar um exemplo mais simples, quem sabe entenda.:-) A nossa lei garante a liberdade de ir e vir, plena e universal. Mas também determina o encarceramento, se uma pessoa for condenada culpada de um crime. Isso, o encarceramente, não é uma "violação" do direito de ir e vir determinado em lei. É apenas a determinação dos limites dessa liberdade, dentro de regras claras e relevantes ao bom funcionamento desta sociedade.

Da mesma forma, a nossa sociedade não admite a censura, previa ou a posteriori, e todos tem direito a opinião e manifestação. Mesmo assim, a condenação de alguém pelo crime de calunia, difamação ou injúria NÃO viola esse direito, nem se refere a censura de qualquer tipo.

Agora bem devagar, quase "desenhando" para ajuda-lo a entender: todos, inclusive você, tem o direito de dizer o que quiserem, sempre, em qualquer circunstância, mas se gritar "fogo" em um teatro (ou cinema) lotado, vai respodner criminalmente pelos danos e prejuizos, e por mortes ou ferimentos que a, previsível e esperada, confusão e desespero que se seguir causar.

Seu direito, legítimo, de se manifestar, NÃO exclui a responsabilidade pelo que essa manifestação causar, em termos de danos e ferimentos, ou efeitos.

Conseguiu entender?

Cognite Tute
Anônimo disse…
A globo está no seu papel, cria a polêmica e ganha audiência, não a minha...acho uma perda de tempo ver essas baboseiras, mas acho que mais de 90% da população assiste, talvez pot isso estejamos a mais de 500 anos nesse atoleiro...

Mas de tudo isso fiquei com uma dúvida: Quem está querendo cassar o registro da D.Marisa Lobo é o Conselho de Psicologia ou são os gays?

Charles
Anônimo disse…
essa psicologa quer aparecer ser uma heroína no meio evangelico tudo para ganhar >>> $$$$$$$
Rosinha Tricolor disse…
"menos.... menos..." [2] @@
Anônimo disse…
O que o seu discurso faz é dizer que ateus são "capazes de tudo", que é um eufemismo pra "são capazes de fazer atrocidades". Você esta essencialmente nos chamando de psicopatas.
É por causa de imbecis como vc que precisamos ser mais ativistas.
Anônimo disse…
Tenho direito a ter minha opinião sobre jesus, deus, papai noel ou saci perere. Se vc nao gosta.... fode-se, não estou diminuindo nem discriminando, nem pregando ódio a alguem, como crente fanático fazer.
AlyneS2 disse…
rsrsrsrs, a personagem ficou triste por ter transado com o ex, ela até disse que iria se afastar dele talvez agora não aconteça de novo...ta acho que vai acontecer sim rsrsrsrsrs
Analista Man disse…
Boa noite? Bom é o poder de Deus.
Bruno de Moura disse…
Essa personagem é evangélica? Mas como assim? ou a pessoa é sexualmente atraente, ou é evangélica.
Cognite Tute disse…
Sobre direitos, deveres, censura e estado de direito

A homofobia, como a ofensa, NÃO é um direito, incluida na liberdade de expressão. Sociedades civilizadas tem regras e leis, que regulam e limitam as liberdades.

Por exemplo, é direito de todos expressar suas opiniões, digamos, sobre o presidente da repúlica, ou sobre seu vizinho. Mas, se essa manifestação se enquadrar em calúnia, difamação, ou injúria, ele será responsabilizado penalmente.

Quando um grupo ativista protesta, ou pede providências (qualquer grupo, não necessariamente gays ou ateus), contra uma manifestação que, alegam eles, os ofende ou calunia, esse é um direito real, importante. Isso NÃO significa que a manifestação sob acusação será imediatamente reprimida, mas será antes analisada, e em muitos casos, não será penalizada.

TODOS tem direitos a opiniões, mas ao manifestar essas opiniões, respondem pelo que dizem. É assim em sociedades civilizadas.

Quando um produto de ficção, como um livro ou novela de TV, apresenta uma crente com comportamentos desviantes, isso se aplica APENAS a esta crente. Quando um produto de ficção apresenta um gay, ou negro, ou mulher, ou homem, ou ateu, ou crente, etc, "do mal", ou se comportando criminosamente, isso se aplica APENAS a este personagem. Refletem a vida real, na qual existem, em qualquer agrupamento social, ou facção social, pessoas boas e pessoas más, e toda uma variedade de comportamentos, em degrade, dentro dessa área ampla de comportamentos humanos.

O que pastores, religiões (embora não todas, nem todos) querem, entretanto, é ter o "direito" de subir ao púlpito e dar vazão a sua homofobia, e ofender TODOS os gays, afirmando que TODOS são pervertidos, safados, criminosos, etc, e os ameaçando com castigos terríveis vindos do amigo imaginário.

Isso é crime. É TOTALMENTE diferente de ter liberdade de opinião pessoal. É uma grave violação dos direitos individuais, e perigoso para a sociedade como um todo. A democracia é muito mal compreendida por muitas pessoas, que as vezes a tomam como a "ditadura da maioria", as vezes com a falta de limites em relação as liberdades, fundamentais, dos cidadãos. Democracia não é isso, e está mais para a proteção aos direitos das minorias, e gerenciamento dos limites de ação (liberdades) de seus participantes, na tentativa de ser o mais equilibrado possivel esses relacionamentos.

Se as requisições e protestos de grupos ativistas gays tem mais efeito, e são mais aceitas e eficazes, não é devido ao "compromentimento" do Ministério Público, ou por parcialidade gay dos tribunais.

É simplesmente porque, analisadas as denúncias, estas são mais corretas, e reais, que o tradicional "mimimi" religioso (mania de perseguição, comum a religiões cristãs, mas também presentes em outras correntes), que tenta apenas atacar a cidadania e impor suas superstições ancestrais e seu amigo imaginário.

E nem é uma questão de ser crente, ou religioso, pois existem muitos religiosos, muitas correntes, e até muitos "crentes", como movimentos protestantes, que não usam a desculpa da fé cega para justificar a homofobia ou a perseguição a gays.

São apenas os homofóbicos de sempre, que seriam homofóbicos com ou sem religião, usando a religião como desculpa para sua mesquinhez, crueldade e maldade e principalmente, discriminação contra desafetos. E ainda, muitas religiões e seitas, vivem a partir de "inimigos", com que mobilizam seus rebanhos, para melhor extrair os lucros e dízimos. Uma estratégia, aliás, bastante comum não apenas em religiões e seitas, mas mesmo em governos, que sempre encontram um "inimigo externo" que ajude a disfarçar os problemas reais, internos (a Argentina e as Malvinas é um exemplo clássico, mas existem muitos outros).

(continua a seguir...)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
(continuação...)


Antes que alguém diga (e sempre dizem, a essa altura, na falta de argumentos reais), eu não defendo, de modo algum, censura, por nenhum motivo. Defendo, como em toda sociedade civilizada, a responsabilidade de cada um ao se manifestar.

Vou usar um exemplo mais simples: nossa lei garante a liberdade de ir e vir, plena e universal. Mas também determina o encarceramento, se uma pessoa for condenada culpada de um crime. Isso, o encarceramente, não é uma "violação" do direito de ir e vir determinado em lei. É apenas a determinação dos limites dessa liberdade, dentro de regras claras e relevantes ao bom funcionamento desta sociedade.

Da mesma forma, a nossa sociedade não admite a censura, previa ou a posteriori, e todos tem direito a opinião e manifestação. Mesmo assim, a condenação de alguém pelo crime de calunia, difamação ou injúria NÃO viola esse direito, nem se refere a censura de qualquer tipo.

Todos, inclusive crentes e religiosos, tem o direito de dizer o que quiserem, sempre, em qualquer circunstância, mas se gritar "fogo" em um teatro (ou cinema) lotado, devem responder criminalmente pelos danos e prejuizos, e por mortes ou ferimentos que a, previsível e esperada, confusão e desespero que se seguir causar.

O direito, legítimo, de se manifestar, NÃO exclui a responsabilidade pelo que essa manifestação causar, em termos de danos e ferimentos, ou efeitos.

Cognite Tute
Monstro Nerd disse…
A AnôniMONA enraivecida calou-se, depois de um coice merecido desses, quero ver o que tem pra falar.
Anônimo disse…
O Luan Cunha parece preferir continuar forçando a barra, tentando convencer que o CONTROLE INTERNO que o Vaticano exerce, sobre livros de católicos (ou pseudo-católicos) em editoras católicas é igual ou tão legítimo quanto a CENSURA que militantes gays exercem sobre toda a sociedade.

O "raciocínio" dele funciona mais ou menos assim:

" Da mesma forma que o Vaticano tem o direito de impedir que editoras católicas publiquem livros em desacordo com sua doutrina , os militantes gays têm o "direito" de exercer censura sobre a TV, livros, sites, etc, e de perseguir e punir toda pessoa que eles considerem autora de qualquer coisa "ofensiva" ou inconveniente para a causa gay. "

O que poderia também ser dito assim:

"Da mesma forma que o Vaticano tem poder sobre as editoras católicas, nós gays temos o 'direito' de ter poder sobre TODA a sociedade."

Ou ainda:

"O Vaticano manda na Igreja Católica, e nós, gays, mandamos em todo mundo."
Anônimo disse…
Quanto ao resto das alegações do Luan, de que os cristãos são os que mais se fazem de coitados, e os gays não (pois os gays são coitados de verdade, e os cristãos são os culpados de todo os sofrimento dos pobres gays!), nem tenho mesmo o que falar, já que o coitadismo do comentarista fala por si só.
Anônimo disse…
Certos comentários "explicando" porque ninguém tem o direito de falar nada que certas pessoas considerem "homofóbico" são apenas uma longa e verborrágica piada.

Com todo seu "legalismo", fantasiados de todo tipo de "ótima intenção", jurando que não estão defendendo a censura nem a perseguição, tais pregações pseudo-humanistas dizem mais ou menos isso:

"Sou um bondoso representante dos bonzinhos e dos coitados, e aqui falo por eles (nós). Você, por não estar do meu lado (o lado certo), é um ser malvado, ignorante e perigoso. Você não tem o direito de falar o que eu e meu grupo determinamos como certo e que não nos agrada. Caso você insista em achar que tem esse direito, prepare-se para as consequências."
Anônimo disse…
Que atriz linda! Com uma mãe dessa, mamava até os 30.
Cognite Tute disse…
Anonimo: "Certos comentários "explicando" porque ninguém tem o direito de falar nada que certas pessoas considerem "homofóbico" são apenas uma longa e verborrágica piada."

Entendo que seja apenas um "esperneio", não há nenhum argumento em sua mensagem, ou consideração que preste, acho que sabe disso. Foi escrito apenas para provocar, usando um pouco de distorção, espantalhos, e agressividade, para ver se desço a este nível, e fica "elas por elas".:-) Assim, ninguém perceberia sua falta de razão, e, pensa você, se distrairiam dos argumentos reais que apresentei.

Não faz mal, acho divertido, e até instrutivo, responder a coisas assim (embora ache que pode ser covardia as vezes, é tão simplório).

O que eu defendi em minha argumentação é parecido com o espantalho que apresenta, mas, é claro, não é exatamente o mesmo - para isso serve um espantalho (falácia de espantalho). Criar uma versão parecida, mas distorcida, do argumento apresentado, que seja mais fácil de atacar.

Meu argumento é, a liberdade, em uma sociedade civilizada, é definida e limitada por regrais e leis, que se destinam a tornar mais equilibrada, justa e segura a vida de todos os participantes. Uma liberdade total implicaria em nenhuma regra ou lei, e sabemos o que isso significa em termos de sociedade humana.

Assim, embora exista a liberdade de ir e vir, importantissima, algumas vezes esse direito pode ser restrito ou retirado, como em caso de prisão. Mesmo em casos mais simples e menos graves, temos o direito de ir e vir, mas não de ir e vir pela contramão de uma rua ou estrada. Essa restrição torna o ir e vir de todos mais seguro e justo e eficiente.

Temos o direito de trabalhar, mas não um cidadão não pode advogar se não se formar em Direito, ou operar, se não se formar em Medicina. O direito de trabalhar é restrito por diretrizes de segurança e justiça.

Algumas vezes embora existam leis definidoras de regras e direitos (e deveres), estas, por diversos motivos, não parecem ser suficientes. Algumas sociedades (acho que a maioria das sociedades humanas) tem uma "inércia" em relação a mudanças, e resiste a estas regras. Por exemplo, embora já existissem leis que punem a agressão contra outro cidadão, em nossa sociedade, que vem de décadas de machismo histórico (além da covardia de escolher alguém "mais fraco" como alvo), muitos pareciam pensar que essas regras não se aplicavam a pais, namorados, maridos, parentes, etc, em relação a mulheres, filhas, irmãs, mães, etc.

Por isso foi preciso criar leis de "reforço", que explicitamente declarassem que sim, também se aplicam a estas pessoas. Esse reforço se chama Lei Maria da Penha, em homenagem ao esforço e coragem de uma mulher ao se opor a essa situação e procurar a justiça contra a violência que sofria.

Muitos alegam que "já existem leis" contra violência, que "essa lei é um privilégio" injusto, e coisas do tipo. Entretanto, essa lei é para deixar claro para pais, que reclamam por não mais poderem "educar suas filhas" com violência e pancada, e para maridos idem, que a punição legal vale TAMBÉM para estes casos.

Outro exemplo fácil de entender: no passado, embora leis contra discriminação, e de igualdade entre cidadãos, já existissem, séculos de uma cultura escravagista deu a entender a muitos grupos, muitas pessoas, que isso não se aplicava a negros, mulatos, etc. Por isso foi preciso criar leis de "reforço", que tornassem claro que se aplicavam também a estes. Esta lei é conhecida como Lei Afonso Arinos.

Claro que nenhuma dessas leis muda o machista violento de uma hora para outra, nem faz um racista entender a estupidez de sua posição. Nem é essa a intenção. A intenção é conter o machista violento, para que não agrida mais mulheres, e racistas para que não discriminem ou ofendam negros.

(continua...)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
(continuação...)

E para isso essas leis foram, estão sendo, eficientes. Já faz tempo que não se ouve em alto e bom som coisas como "preto safadao, preto fedido, preto sem-vergonha". Não, isso não é porque todos os racistas se curaram. É porque sabem que serão punidos.

Mas ao se conterem, tornam a sociedade melhor, e toda uma geração cresceu sem ouvir esses absurdos. Mais algumas gerações, e a lei Afonso Arinos não será mais necessária, pois as pessoas não entenderão o que esses termos ofensivos tem a ver com a questão. Racistas morrerão, e serão substituidos por gerações de pessoas que não cresceram em um ambiente racista, a maior parte.

O mesmo para a Lei Maria da Penha. Em algum momento futuro essa lei não fará mais sentido, todos compreenderão que, se usarem de violência, a lei que penaliza essa ação será aplicada, mesmo que seja violência contra filha, esposa, namorada, mulher.

O desejo de homofóbicos, como o de racistas e machistas, não é ter sua opinião respeitada. Mas suas ações, inclusive seu "direito" de gritar "preto (gay, dona Maria, etc) safado, preto fedido" no meio da rua, e rir disso. Ou de agredir casais com lampadas neon, por "ofenderem" sua opinião pessoal sobre o assunto.

Casais inter-raciais foram agredidos, não com lampadas neon, mas com paus, bastões de beisebol, o que estivesse a mão, pelos mesmos motivos que hoje se agridem gays. E pelos mesmos motivos que leis como a Afonso Arinos, e Maria da Penha se tornaram necessárias, leis contra a homofobia são necessárias hoje. Eu espero que também se tornam desncessárias no futuro, mas agora, precisamos dela.

Leis que punem racismo, violência contra mulher, homofobia, não resolvem o problema, não imediatamente, a curto prazo. Nem mudam a forma de pensar dessas pessoas, racistas, machistas violentos, homofóbicos. Elas apenas preparam o caminho para uma mudança, uma melhora, futura. Gerações crescem sem ver atos explícitos de racismo, crescem percebendo que um pai que espanca uma filha, um marido que espanca uma mulher, etc, vão para a cadeia, entendendo que a igualdade é uma questão de justiça, e isso irá, em algum momento futuro, tornar essa sociedade melhor.

São estes meus argumentos, são estas minhas ideias, não um espantalho simplificador e distorcido sobre tudo.

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Anonimo: "Sou um bondoso representante dos bonzinhos e dos coitados, e aqui falo por eles (nós). Você, por não estar do meu lado (o lado certo), é um ser malvado, ignorante e perigoso. Você não tem o direito de falar o que eu e meu grupo determinamos como certo e que não nos agrada. Caso você insista em achar que tem esse direito, prepare-se para as consequências."

Este trecho merece uma análise especial, pois é um excelente exemplo de falácia de espantalho.:-) O que eu defendo, o que as pessoas, a sociedade, as leis, defendem, é quase isso, mas não é exatamente isso. É quase, com alguns ajustes e sem a ironia e sarcasmo que tenta alicar, e que pensa ser engraçado.:-)

Por exemplo, sim, você não tem o direito de falar, mas não o que "meu grupo" decide, e sim o que as leis desta sociedade decidem que não tem. Por exemplo, gritar "fogo" em cinema lotado. E isso porque pode causar ferimentos, dano, mortes, não porque "meu grupo", ou a lei, deseja impedir meu direito a livre expressão. Da mesma forma, o disurso de pastores homofóbicos, loucos por encontrar um "inimigo" que motive seu rebanho a doar mais, faz contra gays, é causa direta de violência contra estes.

Grupos gays não estão, eles mesmos, impedindo você de falar, nem mesmo de falar coisas absurdas e ofensivas a gays. Estão, uma vez que fale essas coisas, procurando o caminho legal, a justiça, para que analise se o que falou se enquadra na legislação penal vigente. E mais, como no caso de leis de reforço, como a Afonso Arinos e Maria da Penha, estão tentando que leis mais claras, para conter homofóbicos reclacitrantes, como pastores vociferantes, sejam criadas, para evitar que a sociedade perpetue essas agressões.

Para que futuras gerações substituam as atuais, contaminadas pelo preconceito e violência históricos contra gays.

Sim, você é malvado, ignorante e perigoso. Sem ironia e sem sarcasmo, é o que você é, e parece se orgulhar disso. Por isso precisa ser contido, como racistas e maridos violentos precisam.

E, sim, se acha que pode violar a lei, as regras de convivio social, que seu direito a seu preconceito arraigado é maior que estas regras, então deve se preparar para as consequencias. Isso é tão evidente, que mesmo ladrões, que se preparam para robar um banco, sabem que devem se preparar também para as consequências.:-)

É parte fundamental de um contrato social, as consequências de violar esse contrato. Ficar resmungando e espernando, cheio de mimimi sobre ser perseguido por não poder ser o péssimo sujeito que quer ser, é tolice, me parece.

Cognite Tute
Anônimo disse…
Espero que renda frutos este desafeto com a rede globo. Nada como um pequeno destaque no JN pra agilizar a cassação dessa louca.
Anônimo disse…
Acho mesmo é que essa mulher é uma babaca sem tamanho por criticar opções sexuais e religiosas de outras pessoas... Se ela é evangélica, seja evangélica! Se alguém é ateu, seja ateu! Eu como nenhum dos dois e heterosexual, posso dar uma opinião sem tombar pra nenhum dos lados... O que essa mulher faz é ridículo! O q ela diz ser imoral é simplesmente a sociedade caminhando para a tolerância, para o respeito... Mesmo detestando novelas e achando q são um regresso mental para quem as assiste, uma cena de beijo evangélico não passa de mais uma cena... A sociedade já é muito ruim sem pessoas como ela. Não precisamos de uma neo-nazista que critíca opiniões e escolhas alheias como se as dela fossem as corretas...
Romeu Natale disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Romeu Natale disse…
E eu fiquei feliz por não ter sido ela a ficar seminua!
Anônimo disse…
Essa senhora como todo fundamentalisnta é desinformada. NOVELA é DRAMATURGIA e existe desde a Grécia antiga (de onde vem o nome. E católicos não são cristãos? Porque católicos não reclamam da Carminha que tem imagens de santos pela casa e usa medalhinha no pescoço? Por pelo menos nisso são mais inteligentes. Novela é ficção, e vistira a cara´puça é coisa de tolo e desinformado. O que essa mulher estudou mesmo?
Sesa Woruban disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Sesa Woruban disse…
Cristãos das bancadas católicas e evangélicas, pastores e padres donos de canais de tv, rádios, jornais, etc, "psicólogos cristãos", entre tantos outros absurdos!.. Acho que já vi esse filme antes: Idade Média, o Retorno! Estamos diante de uma nova era de obscurantismo religioso. É isso que significa a política maquiavélica do "Brasil Para Cristo"? Cuidado, cientistas, biólogos, físicos, astrônomos, filósofos, militantes da liberdade de expressão e pensamento, ateus e agnósticos: a caça às bruxas está de volta!
joel disse…
Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si;
pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém.
Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza;
semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro.
E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm;
estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade;
sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pais;
néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia;
os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam.

joel disse…
10 Näo erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladröes, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdaräo o reino de Deus.

11 E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus.

12 Todas as coisas me säo lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me säo lícitas, mas eu näo me deixarei dominar por nenhuma.

13 Os alimentos säo para o estómago e o estómago para os alimentos; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo näo é para a prostituiçäo, senäo para o Senhor, e o Senhor para o corpo.

14 Ora, Deus, que também ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará a nós pelo seu poder.

15 Näo sabeis vós que os vossos corpos säo membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo, e fá-los-ei membros de uma meretriz? Näo, por certo.

16 Ou näo sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque seräo, disse, dois numa só carne.

17 Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito.

18 Fugi da prostituiçäo. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.

19 Ou näo sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que näo sois de vós mesmos?

20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus
Anônimo disse…
"Militância gay"

termo que os evangélicos cunharam para descrevera luta de uma minoria para obter direitos IGUAIS aos demais...

bando de fundamentalistas desumanos...
Anônimo disse…
Não li o que voc~e escreveu...

nem vou!