Ministério Público recorre à Justiça contra a lei do pai-nosso de Ilhéus

Moreira diz que a lei
é inconstitucional
O MP (Ministério Público) da Bahia deu entrada no Tribunal de Justiça do Estado a uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra a lei de Ilhéus que obriga alunos e professores do ensino público a rezarem o pai-nosso antes das aulas.

A Adin pede a concessão de uma liminar (decisão judicial provisória) para que a aplicação da lei seja cancelada imediatamente.

Rômulo de Andrade Moreira (foto), procurador-geral adjunto para Assuntos Jurídicos, disse que a lei afronta a liberdade de religião e culto.

"É por demais evidente que a oração pai-nosso faz parte da liturgia do cristianismo, sendo, portanto, indiferente a outras crenças e religiões”, disse. “Logo, a imposição de um determinado culto religioso por parte do Estado ofende de forma manifesta os direitos individuais e a dignidade da pessoa humana."

 Lidiney tem causado
constrangimento
A lei é de autoria do vereador evangélico Alzimário Belmonte Vieira (PP), o Gurita. Ela foi sancionada ao final do ano passado pelo prefeito Newton Lima (PT).

Lidiney Campos (foto), secretária municipal de Educação, disse que não há pressão para que os professores rezem o pai-nosso. Mas as suas declarações de apoio à lei estaria intimidando o professorado.

Comentários

Anônimo disse…
Os cristãos tem que parar de querer misturar as coisas ,e outra se continuar assim em breve estaremos vivendo numa teocracia. Realmente esta lei é um ato inconstitucional e que o procurador do ministério público ainda vai ficar com a fama de perseguidor do cristianismo ,eles sempre gostam de se fazer de vítima e todos podem ter certeza que a bancada evangélica vai acabar dando um jeito que leis como essas se tornem constitucionais transformando de vez o brasil numa teocracia.
bode disse…
Em breve????
Wickedman disse…
Se fizerem um abaixo-assinado pra derrubar essa lei, eu serei o primeiro a colocar minha assinatura.
Goiano disse…
Caro Anônimo, acho que já vivemos em uma teocracia....
Anônimo disse…
Um lei dessa não era nem para ter sido cogitada.Na medida que qualquer coisa se deixa "poluir" pela esfera política(no caso a religião), deve ser tratada como tal. Então que nenhum fundamentalista venha me dizer que não se pode contra argumentar contra as suas ideias, pois, desta forma, na política,essa ideologia, que é a religião será classificada como opressão e no caso mais em alarde ditatura.

Apenas uma dica de ciências políticas. Se querem tanto colocar dogmas e preceitos como votação de leis e debate político. Dentro dessa esfera serão espostos ao campo da argumentação, dentro do civilizado e respeitoso de ambas as parte que o que se esperam. Mas também não reclamem e ver esses dogmas expostos e contextados, pois é isto que estão procurando em entrar nessa esfera.
Anônimo disse…
Garanto q se fosse algo importante msmo, esse aí ñ ia mexer 1 dedo, + falou em religião, ui-ui-ui, ele tá brabinho
Na boa, acho q na escola deveriam trocar a disciplina d religião e começar a ensinar música!
(Tô anonimo pq ñ tenho cmo logar nesse pc da faculdad).
Caraca, tem gente que não entende mesmo o que é que está fazendo no Legislativo! Nem a Constituição Federal não conhece!
Anônimo disse…
Os nossos políticos precisam de uma aula básica de direito constitucional, ou talvez procurem algo melhor a fazer, como tentar melhorar as condições básicas da cidade.
Mello disse…
Nao sao poucas as vezes que me envergonho de ser brasileiro. Esses tipos de politicos sao o anti-exemplo do que se deve fazer.
Estranho o MP so ter entrado na besteira depois de tanto tempo. Ate uma associacao de ateus entrou antes na justica.
Anônimo disse…
O presidente estadunidense que ordenou o lançamento da bomba atômica deve ter tido um orgasmo, grande homem grande sorte . Pol pot , karl mark, mao tsé tung meus irmãos descansem eternamente em paz meus queridos. Saudades

Att:
Ateu psicopata malvado sedutor de mulheres e arrancador de cabeças
Anônimo disse…
Exato! Somos todos comunistas, gays e maconheiros. Gostamos de genocídios, estupros, torturas, sodomias entre outras coisa legais de se fazer.

Seguimos o Diabo, gostamos dele como nosso líder, pois é a personificação do mal, lemos a bíblia satânica todos os dias e rezamos para Lúcifer antes de dormir.

Bom, não me alongo mais, preciso ir agora pegar minha AK-47 e limpar o mundo de alguns hereges cristãos na igreja da esquina... [Ironia Off]
doutrinação boa é a nossa disse…
Se não tem que haver lei pra pai-nosso, também não tem que haver kit gay nas escolas.

Sem doutrinação, certo?

Mas eu ousaria apostar que o tal procurador do órgão político chamado "Ministério Público", como vários de seus colegas, é a favor do kit gay e lixos semelhantes.
Anônimo disse…
ah, fica na tua evangelico boiola enrustido.
Anônimo disse…
O gozado é o argumento (usado por uma professora!!!), de que religião desde cedo faria frear a violência. É o contrário. O Brasil é um dos países mais religiosos do mundo, e nossas taxas de criminalidade e corrupção estão, igualmente, entre as mais altas. Qualquer um que sabe um pouquinho de história sabe que religiões estão mais envolvidas nos processos que levam à guerras que naqueles que trazem a paz.
Anônimo disse…
"Se não tem que haver lei pra pai-nosso, também não tem que haver kit gay nas escolas.

Sem doutrinação, certo?"

Errado. Aqui não se trata de doutrinação e sim de manter o status de Estado laico do Brasil. Kit Gay ou qualquer outra forma de propaganda dessas não tem nada a ver com religião, logo, não se enquandra na mesma categoria. Leia um pouco antes de tentar argumentar.
Irmão disse…
"<>"

Eu não apoio a lei. Quem é verdadeiro Cristão não precisa de uma lei humana para orar. Ele já tem o mandamento do Pai para orar sem cessar. E isso pode ser feito em qualquer hora, lugar, e individualmente. E dependendo das circunstãncias pode se orar em pensamento. (em espirito)
Anônimo disse…
"ah, fica na tua evangelico boiola enrustido".

A violencia começa com os icrédulos.
AlyneS2 disse…
Estou com medo das fogueiras!!!
Anônimo disse…
Ensinamete = Doutrina. Náo aceitamos a influecia gay.
Anônimo disse…
Amén.
Anônimo disse…
Liga não, é só chamar o Lelouch(pfff).
Felipe... disse…
Daqui a pouco criam lei de leitura da biblia na sala de aula, pregação de dizimo e etc.
Izaque Bastos disse…
o ministerio publico deveria se preocupar mais em defender os interesses da populaçaoe nao do Senhor estado laico.
nao que eu defenda oraçao de pai nosso na escola, acho isso uma burrice e bobagem, nem acredito que esse verador seja evangelico, mais isso é bobagem.
agora os hospitais e escolas estao as moscas, podres pra nao falar outras coisas, e o ministerio publico nao toma partido pra obrigar os politicos safacos a investirem o dinheiro de forma correta e evitar a corrupçao.
Anônimo disse…
Pois não se influencie. Agora deixem os gays paz, principalmente os enrustidos.
Anônimo disse…
Publica aí, Measy Phee:

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,responsabilizacao-,842544,0.htm
Anônimo disse…
O estado laico é o que vai nos proteger das loucuras religiosas e nos livrar de uma teocracia. Imagina se não fosse o brasil um país secular ,se já fazem leis para orar em escolas ,com um pouco mais de poder imagine o que não faria. E não adianta dizer que não fariam nada porque fariam sim . Começando por tirar todos os direitos dos homossexuais de construir família e viverem em paz. E se tornar uma teocracia cristã lembra que existe outro grupo também bastante teocratico e quando estes grupos entrar em confronto este brasil vai se tornar um novo iraque. Mais tem idiota que acha que lutar pela continuidade de um estado laico de verdade é pirraça contra religiosos . Mais da então um exemplo de que religião mais poder político é algo que deva ser desejado.
Anônimo disse…
Numa teocracia evangélica, suspeito que os hospitais iam receber ainda menos verbas, e haveriam templos dentro de cada um.
Anônimo disse…
Se até o fernando cristão acha esse lei errada, é pq realmente é uma lei completamente absurda idiota e esquizofrenica!
Anônimo disse…
aleluia irmão!
Anônimo disse…
Quem tem medo da influência gay é quem não tem segurança da sua sexualidade.
Anônimo disse…
E PONTO para o MP e seu Promotor... Abaixo à Ditadura Religiosa!!! Somos um Estado Laico por Direito!
Israel Chaves disse…
Izaque, por que você não vai lembrar que os hospitais e escolas estão às moscas ao excelentísimo senhor que CRIOU essa lei? Ele não tinha nada melhor a fazer, atuando nos campos que você citou?
Estão tentando consertar a merda que ele fez, não perdendo tempo sem nenhum motivo só porque é legal.
Pare com essa hipocrisia de mudar de assunto sempre que o problema lhe é interessante com essa história de que há coisas mais urgentes. Se há coisas mais uregentes, que seus comparsas evangélicos parem de criar leis estúpidas e inconstitucionais que só servem para fazer os outros perderem tempo derrubando-as.
Israel Chaves disse…
Estamos precisando é do Kira.
Anônimo disse…
Kira... hum... sim... Death Note... :Me Gusta:
Imagine Israel, obtermos o poder do Death Note?
É melhor nem imaginar...
Muitos iriam perecer... Mwahahahahahahaha.
Anônimo disse…
Kira Rulez, Mas Lelouch ainda tem o Geass e os "mecha" foderoso.
Israel Chaves disse…
Acho que os dois dão uma boa briga.
Ou uma boa aliança. Imagina os dois se juntando, a merda que seria...
Israel Chaves disse…
É tipo o cara que é alcóolatra e só consegue se controlar e se manter sóbrio se não tiver ninguém bebendo por perto. Se ´vê alguém bebendo, perde o controle e bebe também, por causa "da influência".

Realmente, quem tem medo de ser "influenciado" por gays é porque só consegue se "manter" heteressexual porque foge de suas vontades ocultas evitando ver situações das quais gostaria de estar participando.
Bando de gente mais insegura.
Não alimentem o Bruno Servo de Deus porque estou deletando todas as suas postagens.
Irmão disse…
E verdade, CRIANÇAS não tem segurança e são facilmente sugestionaveis.
Coisinha disse…
o tal do kit gay por acaso previa aulas de maquiagem, dança contemporânea e corte e costura para que os meninos ficassem mais feminino? até onde eu sei, o tal "kit" era justamente para combater a discriminação, com medidas educativas e didática.
Israel Chaves disse…
Acontece, Cristão sem-vergonha, que orientação sexual não é algo ensinável ou sugestionável. A pessoa é aquilo ou não é, independente de estímulos. A menos que seja um enrustido como os seus comparsas homofóbicos.
Agora, tome vergonha na cara e suma... Não adianta trocar de nick que sabemos quem você é.
Coisinha disse…
O cara está ganhando um salário, e um bom salário, pra perder tempo fazendo leis anticonstitucionais como essa, fazendo um membro do MP, que tb ganha um ótimo salário, perder seu tempo pra pôr abaixo tamanha idiotice, e quem está pagando por toda essa perda de tempo somos nós! Aliás, qual é a punição que a tal lei prevê para professores e alunos que se recusem a rezar?
Israel Chaves disse…
Eu acho que deveria haver algum tipo de punição para políticos que criassem leis inconstitucionais. Eles SABEM que a lei é inconstitucional e mesmo assim a criam, só para perder tempo no processo de criação, e mais tempo ainda para ser derrubada depois.
Se houvesse algo que os prejudicasse por fazer esse tipo de besteira, eles teriam que pensar duas vezes antes de apresentar projetos inúteis. Eles fazem porque estão seguros de que não vai dar nenhum problema para eles, então se ela ficar, ótimo, se for derrubada, foda-se, valeu a tentativa.
Tenho certeza de que uma punição para esse tipo de atitude melhoraria em muito a nossa política, a começar por evitar toda essa perda de tempo.
Anônimo disse…
Irmão disse:

"E verdade, CRIANÇAS não tem segurança e são facilmente sugestionaveis."

Certíssimo!

Este é um dos principais motivos por que o movimento gay tenta tão desesperadamente empurrar o tal kit gay nas escolas, além de sua massiva propaganda já entranhada na mídia e nas instituições públicas.

A função do famigerado kit gay é fazer doutrinação gayzista, impor (ainda mais) um pensamento único pró-gay, influenciar, alienar, arrebanhar a garotada.

E, de quebra, criar, a partir de crianças e jovens confusos e influenciáveis, novos gayzinhos e lesbicazinhas para deleite dos homossexuais mais velhos, famintos por carne fresca.

Como sabemos, homossexuais são incapazes de reproduzir sua "espécie" pelo método sexual convencional. Daí, a propaganda continua sendo a alma do negócio.
Anônimo disse…
Caríssimo alguém:

1 - "Este é um dos principais motivos por que o movimento gay tenta tão desesperadamente empurrar o tal kit gay nas escolas, além de sua massiva propaganda já entranhada na mídia e nas instituições públicas."
-Eles não tentam desesperadamente empurrar o kit gay nas crianças, eles só querem conscientizar as crianças de que os homossexuais são pessoas como qualquer outra, tentando impedir a infestação do preconceito.
Na mídia há um preconceito enorme quanto aos homossexuais, falam que não se deve ter preconceito contra eles, porém é proibido na televisão mostrar casais homossexuais dando as mãos, um bando de hipócritas.

2 - "A função do famigerado kit gay é fazer doutrinação gayzista, impor (ainda mais) um pensamento único pró-gay, influenciar, alienar, arrebanhar a garotada."
-A função do kit gay, como eu disse, é apenas de conscientização. Ele não demonstra ideias unilaterais e nem tenta impor nada.
Ao contrário do kit gay, a bíblia é que merece os adjetivos escritos pelo senhor, poi é ela quem arrebanha, aliena e influencia as crianças.

3 - "E, de quebra, criar, a partir de crianças e jovens confusos e influenciáveis, novos gayzinhos e lesbicazinhas para deleite dos homossexuais mais velhos, famintos por carne fresca."
-:Extreme Facepalm: Entenda, pedofila diferente de homossexualismo.
Burrice LvL: Over 9000

4 - "Como sabemos, homossexuais são incapazes de reproduzir sua "espécie" pelo método sexual convencional. Daí, a propaganda continua sendo a alma do negócio."
-Sim, de fato, homossexuais não perpetuam a espécie, porém hoje estamos com um problema muito grave, a superpopulação, são 7 bilhões de pessoas habitando este planeta. Creio que você deveria achar bom que eles não se perpetuem, pois iriam inchar ainda mais o planeta, não concorda?

Que Satã lhe conceda uma boa estadia em sua casa.
Irmão disse…
Se a Bíblia diz que mulher que tem saúde que não der a luz filhos não tem salvação. Imagine aberrações.

Os impossíveis aos homens são possíveis a Deus, diz a Biblia.

O que leva á fome não é a capacidade do planeta gerar alimentos. Mas é a injustiça , falta de amor e fé.
Anônimo disse…
A bíblia diz um monte de babaquices, pare de se influenciar por tal livreco torpe.
Irmão disse…
As palavras dela são bém mais sábias do que as tuas.
Anônimo disse…
Senhora Troll e Cristão-Fernando-papagaio da briba conseguiram mais uma vez desviar o assunto...
Anônimo disse…
Vivemos num pais onde há liberdade religiosa,essa lei é inconstitucional SIM.O próprio Deus nos deu livre arbitrio,não somos obrigados a crer Nele,os que creem,o faz por amor e gratidão.Então porque seria obrigatório rezar/orar o "pai nosso"?Religião se ensina em casa.
Num Pis como o Brasil,onde há muitos tipos de religião e crenças é absurdo essa lei.
zenilton disse…
O ministerio publico devia procurar o que fazer. Rezar nunca fez mal a ninguém. O povo tá virando bicho. Os politicos estão acabando o País com leis do demonio e os caras de pau do ministerio publico nada fazem. agora uma lei que pede para rezar os caras tão querendo derrubar. Tira a cruz das escolas e deixem de rezar e o diabo entra no lugar de Deus. Vão procurar uma trouxa de roupas pra lavar!
Estado Laico disse…
Ah claro, rezar um pai nosso não faz mal a ninguém....então que tal rezarmos voltados para Meca, nos horários estabelecidos pelo Islamismo? Que tal rezarmos uma Ave Maria (pros católicos, esta seria a mãe de seu deus, mas pros protestantes isso é um absurdo)???? Ah vamos, não faz mal a ninguém! meu caro, leia: O ESTADO É LAICO! Se não sabe o que significa laicidade, pegue um dicionário pra saber, pesquise pelo google, mas POR FAVOR, não repita seu ideal teocrático! (Pai nosso deveria ser proibido até em igrejas, afinal, é uma oração que só pede, só pede, só pede, e agradecer que é bom....).
Pela forma odiosa que comentam, são candidatos a morrer cedo de infarto.
Anônimo disse…
Já o seu desejo de que a pessoas morram cedo não é ódio, mas "amor católico". Então tá.