Atração pelo mesmo sexo é coisa do diabo, diz teólogo americano

O teólogo americano Daniel Avila escreveu um artigo dizendo existir “evidências científicas” (não disse quais) de que é o diabo que leva pessoas a sentirem atração por outras do mesmo sexo.

O artigo de Avila pode ser comparado ao que no Brasil é chamado de “Samba do Criolo Doido”. Ele fez uma misturança entre ciência e teologia, evocando Deus e o diabo, para concluir que a homossexualidade perturba o “desenvolvimento biológico”.

Avila passaria despercebido se o seu artigo não tivesse sido publicado no site do mais antigo e prestigiado jornal católico dos Estados Unidos, o Pilot Catholic News, fundado há 182 anos e mantido pela Arquidiocese de Boston.

Leitores e organizações de defesa dos direitos dos homossexuais, incluindo uma associação de católicos gays, fizerem duras críticas ao jornal.

Na quarta-feira, o Pilot tirou o artigo do ar e pediu desculpas.

Com informação das agências.

Comentários

Israel Chaves disse…
Evidências científicas de que homossexualismo é causado pelo diabo? Isso é quase irrevelevante perto de outra coisa muito maior que ele demonstrou: Evidências científicas da EXISTÊNCIA do diabo! Esse cara é foda, ele conseguiu pegar o diabo e prender numa gaiola para fazer testes!
Será que o diabo é um mamífero? Do que ele se alimenta (almas, provavelmente)? Como ele faz para sobreviver ao calor do inferno, será que ele tem alguma proteção contra calor extremo que ainda não conhecemos? E ele deve ser um tipo de parasita, que se aproveita das pessoas para torná-las homossexuais. O que será que ele ganha com isso? Será que é para se alimentar, colocar ovos, marcar território...?
Esse cara devia ganhar o prêmio Nobel por ter provado cientificamente que o diabo existe. Muito interessante a pesquisa dele, mal posso esperar para ver um documentário sobre os hábitos do diabo no Animal Planet.
Octavio disse…
a famosa falácia do "Até tolero que sejam gays, mas que não invadam minha praia e nem venham querendo direitos superiores, pois se assim for também quero mais direitos para os heteros."

Junto com a falácia de que homossexualidade sai dos "padrões da natureza"...


Isso é igual crente tentando afirmar que Fé e ciência é a mesma coisa.

Vamos lá: Até tolera que sejam gays, muito bem. Pois saiba que a sua "tolerância" mediana só reflete o quão afetado você é pela cultura religiosa moralista homofóbica. Saiba que seu corpo NATURAL é PLENAMENTE capaz de aceitar a homossexualidade como algo comum e normal, ou seja, você não aceita pois você é UM TOLO.

Que não invadam a sua praia... rs... E quantos gays já "invadiram a sua praia" para você falar algo assim? Gay, já que você não parece saber, é um ser humano como nós dois, é civilizado, trabalhador (ou não, cada um, cada um, trabalha quem quer), a única diferença costuma ser a preferência sexual, e os excessos onde um homossexual se torna no que podemos chamar de "bichona", se compara fácilmente aos heterossexuais "machões" ridículos, ambos, ridículos.

Sabe porque eu acho que este excesso, de se fazer afeminado e escandaloso é ridículo?
"ah, porque você é homofóbico!" Não.
É porque a personalidade de uma pessoa é algo composto, quando você conhece alguem novo irá com o tempo receber as diversas partes da personalidade dela.
O fato é, o excesso de comportamento cria uma caricatura gay da personalidade humana, ou caricatura "machão", e a caricatura transforma uma imagem de uma personalidade composta em uma personalidade simples e empobrecida, você não pensa na pessoa como "Aquele cara bacana que lê livros bons de filosofia e se interessa pelo partido X ou Y de política", você é forçado a pensar nela como "aquela bichona que eu conhecí hoje." Ou "aquele playboy machão".

Bom, eu não tenho nada contra, pessoalmente, à estes excessos, como eu disse, acho ridículo, pois é justamente isso, ridicularização do próprio ser. Mesmo assim existem formas produtivas de agir assim, é uma atuação muito forte, serve como uma boa apresentação teatral, tive um professor no cursinho que era um gay bem afetado e eu adorava as aulas dele pois ele usava este excesso para dar aula cheia de piadas e etc, a classe curtia muito, até mesmo os imbecís que na hora do intervalo ficavam esfregando sua homofobia na cara um do outro, na aula deste professor eles morriam de rir.



Agora vamos falar do segundo tópico, a natureza.
Em primeiro plano, se você, homofóbico ou "semi"-homofóbico, que fala que não gosta do homossexual pois é um comportamento que foge dos padrões naturais do ser humano, então você acha que um homem que não é tão ligado ao sexo também foge dos padrões naturais? Ou o contrário, uma prostituta hetero, que faz sexo para ter dinheiro, ela também não está nos padrões? E VOCÊ, MEU CARO HOMOFÓBICO, POIS SAIBA QUE NA NATUREZA NÃO EXISTE ÓDIO POR PREFERÊNCIAS SEXUAIS, você acha que VOCÊ está nestes padrões?

Então ABRA A PORRA DOS TEUS OLHOS, e analise melhor o mundo à sua volta, perceba que seu preconceito é a midia e a cultura lixo da sociedade infiltrada no seu cérebro, perceba que Natureza é um conceito filosófico MUITO mais abrangente do que seu genial intelecto está pensando.
Perceba que é MUITO FÁCIL não ter problema algum com o comportamento do outro, e espere o mesmo respeito do outro.

Pois somente em uma sociedade de respeito mútuo, onde as pessoas entendem os motivos dos comportamentos alheios, onde todos percebem que de "natureza" não tem nada na cultura humana (a cultura é a negação da natureza pelo homem, sua tentativa de se afastar mais e mais de sua origem, para provar sua civilidade), e perceba que praticamente todos os argumentos que você usa e usou, que você tentou criar e que você copiou de outros, são todos moralismos baratos tentando esquivar de um comportamento digno de aceitação e maturidade.
Anônimo disse…
Respondendo ao Israel,

O diabo não é um mamífero, ele é um enorme cu que suga o cérebro dos religiosos, trocando por bosta.
Anônimo disse…
Agora tudo faz sentido ↑
AlyneS2 disse…
E quando eu acho que vou parar de ler merda...
Anônimo disse…
Que grande besteirol...
Cristian Z. R. disse…
O que falta para esse teólogo é um bom lote para capinar.
Avelino Bego disse…
Porque esses adoradores de lendas continuam a achar que existem evidência científicas das suas superstições?
Nosferatu disse…
Anônimo de 04/11/11 15:05,

Você tem certeza?

Não são os "outros" que sugam algo e algumas "cositas" mais pelo tal buraco?
Nosferatu disse…
Octavio,

Sinceramente, gostei de seu texto.

Agora, sem preconceito algum, sempre me pergunto como alguém que tenha o mínimo de instrução, consegue ainda assim assimilar esse comportamento.

Eu defino como COPROFAGIA MÚTUA. Acho que, talvez as pessoas acalentem suas sábias mentes, pensando que, se há os bebedores de urina, por que não se poder lidar da mesma forma com fezes, não? Seria isso?

Um aviso aos navegantes: Não sou religioso!
Anônimo disse…
Mais uma vez, os icarianos mostrando sua falta de moral, nem falo de bom senso, pois é algo que com certeza falta muito para eles.

Se os clérigos da ICAr querem promover homofobia, que promovam da mente pra dentro, por que se for da mente para fora, com certeza o que vai chover de processo de grupos de ativistas mundo afora não será pouco.

Quanto a esse teólogo, nem preciso dizer que tem que arrumar um bom pasto para ele ruminar, que ele aproveite o embalo e leve outros da laia dele, pois católicos fundamentalistas só servem mesmo para pastar, esses ruminantes.
Politicamente incorreta, racionalmente absurda, logicamente caótica, esta afirmação psicótica, que dita em um consultório psiquiátrico de perícia médica, proferida por um professor universitário, certamente induziria a que o aposentassem como louco, vindo a receber pensão; não deixa contudo de levantar algumas questões anteriores, acerca não do diabo ter inventado a homossexualidade; mas do "de cujus" ser o mais antigo da face da terra, portador de tal comportamento ou prática.
Alegam os criadores do interessante argumento, em forma de vídeo disonível no youtube; que enquanto Deus criou a mulher, o diabo fez com que engordassem, tivessem os peitos caídos e sofressem sob o império da celulite. Posto que Deus tenha dotado a mulher de infindáveis qualidades interiores; o diabo levou os homens a verem apenas o exterior. Ao passo que Deus concedeu à mulher natural leveza no andar; o diabo teria inventado o salto alto que é fonte de martírios e lesiona a coluna. Enfim, ao demonstrar o terror feminino diante das violências da natureza à sua peculiar vaidade; os autores resumem suas cômicas constatações numa suspeita nada teologica nem politicamente correta: o diabo foi o primeiro viado da terra.
Anônimo disse…
Nosferatu

Seu texto é ambíguo e falacioso. Você usa do argumento de retorsão com sérios indícios que seja formado pelas instituições vinculadas à Igreja. Falo assim porque desde o concílio de Trento, quando os contra-reformadores utilizaram a contradição performativa do discurso contra Lutero e os argumentos dos céticos, revisitados após a tradução latina das obras de Sexto Empírico; os apologetas do catolicismo são mestres, bambas no argumento de retorsão. Você entretanto pode iludir a leitores incautos, não a mim. Além de possuir formação clássica em colégio de freira, donde fui após Lausanne; ao mundo caótico e católico dos Estados Unidos; sou praticante licenciada em psicanálise e especialista em grupos de terapia para desvios sexuais da personalidade. A minha experiência com anamneses, registros gravados, filmografia, depoimentos etc. - e posso indicar-lhe otimos conteúdos para pesquisar-; leva a maioria dos cientistas comportamentais e especialistas em psicopatologia sexual; ao consenso paritário entre teóricos multidisciplinares que desvincula a homossexualidade da perversão. A coprofagia, ou o interesse mórbido que você possui e que evidencia-se pelo "prazer que você externaliza neste seu recorrente discurso"(sob outros fakes, é evidente, mas sempre alude a isso); pode levar qualquer clínico ou especialista a inferir que você é que possui uma fixação nessa "área". Em outras palavras, você possui uma nítida homossexualidade que realiza de modo sublimado no seu discurso. Você é sádico. Tem prazer, "goza" em confutar e afrontar os homossexuais, e refutar seus argumentos. É a maneira que você lida com a latência da sua homossexualidade, além da inconsciência. Você sente-se extremamente atraído por homens, notadamente pelos inteligentes, que sabem discursar...A maneira de se autoproteger é convencer (a quem ? a si mesmo?) que o comportamento coprofágico. Você na verdade teme as fezes. Mas já as produz, pelo menos literariamente, pois escreve muito ruim.
Cognite Tute disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
yami karasu disse…
Eu posso quebrar esse argumento de "Samba de Criolo Doido" do Avila, com outro no estilo:

Nós somos filhos do diabo (religião), pq de acordo com a religião, o enxofre é sinal do coisa ruim, mas na nossa constituição química (ciência), nós temos enxofre. E agora José????
Nosferatu disse…
É rapaz, quando você demonstra que de fato essas pessoas lidam literalmente e de forma amorosa com as fezes, então vem os argumentos apelativos dizendo que você é religioso!

Não discuto religião, apenas verdades!
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Paulo,cansei.Apaga LOGO TUDO!.Puta merda!! .esses trolls dizem o que bem querem,o que bem entendem,o que desejam querem e a gente não pode responder.APAGA ESSE TAMBÉM/TAMBÉM/O DE E CIMA TAMBEM.
Anônimo disse…
Porque eu não escrevo palavrão e sou deletado enquanto outros abusam de palavrões e baixarias não são?FIQUE TRAQUILO, VOU MUITO(MAS MUITO MESMO) TARDIAMENTE EMBORA E ISSO QUE VOCÊ QUER?
Qualquer dia vai aparecer alguém dizendo que respirar é coisa do diabo.
Anônimo disse…
O leitor que é portador de quadro de fixação em atividades sexuais envolvendo o pênis o ânus especialmente de homens homossexuais em frases decoradas de um discurso recorrente(sob o fake de Nosferatu)volta a dar suas caras.SERÁ QUE VÃO ME APAGAR por está sendo indecoroso e extremamente imoral e desrespeitoso?Se apagar, eu posto isso cem vezes.Reconsiderei e mudei de opinião sob meu afastamento em NOME DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO NÃO-CHULA!!
Regina Chacon disse…
A Teologia da Sexualidade é, sob o prisma da lógica e da própria filosofia, alem de paradigmática, apriorística e axiomática; ambivalente, repleta de anfibologias e moralmente ambígua.
O paradigma que a configura dogmática, é o da reprodução sexuada, um elemento escolhido arbitrariamente, posto como MODELO ÚNICO do projeto divino...Ora, supondo que Deus, não a natureza, criam os seres...NÃO HÁ ESSE MODELO DIVINO ESCOLHIDO de reprodução macho-fêmea! Existem outras formas de reprodução, como a ASSEXUADA. E acaso fosse a reprodução a única finalidade do sexo humano; com que finalidade Deus(ou a Natureza) teriam dado de presente aos seres copulantes; a liberdade de fazerem sexo quando bem entenderem, diferente da escravidão do instinto animal, que só o permite durante o cio? E por que razão, num rasgo de benevolência e misericórdia, TERIA ACRESCENTADO O PRAZER DO ORGASMO? Ora, se o próprio Jesus Cristo nem fez sexo nem se reproduziu, como alega a Teologia da Sexualidade; convêm lembrar que ao contrário do INCENTIVO veterotestamentário do CRESCEI...E MULTIPLICAI-VOS; Ele propõe que os que hão de herdar a ressurreição dentre os mortos e a vida do futuro século...NÃO SE CASAM NEM SE DÃO EM CASAMENTO. Portanto, não se reproduzem!(Lucas 20,35; Marcos 12,25). Ora, os gays foram durante muito tempo...os especialíssimos objetos da predileção divina, pois nem se casam nem se dão em casamento...NEM SE REPRODUZEM!
bruno servo de deus disse…
paulo nada contra voce mas a ciencia só existe porque deus criou o homem ou simplismente o homem veio do nada
marcelo disse…
eu ja tinha essa ideia tambem sem ler nada sobre isso!