Massacre do cristão fanático na Noruega tem a ver com o Brasil


do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) para CartaCapital

Seria loucura e descaso se todos descartássemos o massacre praticado pelo cristão fundamentalista Anders Behring Breivik em Oslo como se fosse apenas um problema norueguês. Não é. Em todo o Ocidente, a direita religiosa tem ganhado força e se expressado da maneira mais assustadora possível, ao menos para pessoas pautadas por princípios humanistas e minimamente a par das conquistas da ciência no último século.

A Noruega está entre as sociedades menos religiosas do mundo e, em contrapartida, também entre as mais saudáveis, segundo os indicadores da ONU para expectativa de vida, alfabetização, renda per capta, nível educacional, igualdade entre os sexos, taxa de homicídios e mortalidade infantil.

Se nessa sociedade do bem-estar social e progressista, o cristianismo fundamentalista de direita levou a esse massacre, o que esperar de nosso país, o Brasil, onde atualmente as crenças dos cristãos conservadores exercem uma enorme influência sobre o discurso público – em escolas, juizados e principalmente no Legislativo – ao ponto de intervirem em políticas de governos e silenciar, sob ameaça de danos eleitorais, políticos de boa fé?

Algo disso já podem ser observados por aqui, como no recente massacre perpetrado por um cristão fanático na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, subúrbio do Rio de Janeiro, no qual a velha mídia optou por não dar ênfase ao seu fanatismo cristão. Também está presente nas campanhas difamatórias orquestradas e tocadas por cristãos fundamentalistas nas redes sociais contra aqueles que defendem os direitos dos homossexuais e dos adeptos da umbanda e do candomblé, a legalização do aborto e a laicidade do Estado brasileiro.

No meu caso específico, há, além de campanha que busca me difamar (e que inclui e-mail apócrifo em que me acusam de “declarar guerra aos cristãos”, e-mail mentiroso que os ignorantes e de má fé passam adiante como se verdadeiro fosse), as constantes ameaças de morte. As pessoas que me ameaçam se dizem “transformadas por Cristo” numa primeira frase para, na seguinte, expor sua intolerância assassina, quase sempre justificada por versículos da Bíblia.

Sendo assim, o massacre na Noruega tem mais a ver conosco do que possamos pensar. Ele desafia os cristãos que não são fundamentalistas nem fanáticos e que não desprezam as descobertas científicas do último século; e que estão mais conectados com as coisas profundas sobre o amor, a solidariedade e o perdão ditas por Jesus de Nazaré – coisas ditas bem antes por outros sábios como Zoroastro, Buda e Confúcio, por exemplo – a tomarem uma atitude em relação ao crescimento do fundamentalismo.

Os cristãos de boa fé e bom senso não podem deixar que os fundamentalistas falem e ajam em seu nome. Eu quero acreditar que, assim como os devotos de religiões minoritárias e os ateus, os cristãos de boa fé também estejam perturbados com os bizarros atos e convicções da direita cristã fundamentalista. Então, já passou da hora de regirem, pois o silêncio, seja por medo ou por indiferença, só serve para dar abrigo a extremistas criminosos e enganadores.

julho de 2011

Comentários

Anônimo disse…
Só uma observação, o caso do realengo não era um fundamentalista islâmico?
Anônimo disse…
Assino embaixo tudo o que ele disse!
Lucas Dias disse…
Anonimo 00:32

Discordo, nas cartas dele, era explicito a citações a Jesus e Deus, coisa que um islâmico JAMAIS faria.
Anônimo disse…
O caso do Realengo era de um fundamentalista cristão!Jean mais uma vez está certo.
Anônimo disse…
Este indivíduo não era exatamente um cristão. Há diversas fotos dele, uma inclusive aqui neste blog, usando paramentos maçônicos.

Para quem não sabe a maçonaria e o cristianismo vivem a trocar farpas.
Karl disse…
O de Realengo tinha inclusive uma página no Orkut sobre a Bíblia e na carta que deixou disse que esperaria Jesus para lhe ressuscitar, coisa que nada tem a ver com citações de muçulmanos.
Anônimo disse…
Anônimo 01:13
Os cristãos (alguns) criticam sim a maçonaria, mas a recíproca não é verdadeira. Há vários cristãos que são maçons, aliás, para entrar para a maçonaria é preciso acreditar em deus.

Espero que ninguém cometa a falácia do escocês e falar que o cara de Realengo não era cristão de verdade.
Anônimo disse…
Anônimo 02:35

Sim, cristãos e maçons nem sempre são rivais declarados, mas um maçom nunca vai ser o exemplo máximo de cristão fanático.
Lucas Dias disse…
Pra variar, blog cristãos tentam de QUALQUER MANEIRA relacionar o caso do Realengo ao fundamentalismo islâmico, o que tem nada a ver
Coisa feia né?

http://olharcristao.blogspot.com/2011/04/atirador-de-realengo-era.html

http://www.clp2008.com.br/conteudo-completo/contraponto/farsa-da-atribucao-de-conotacoes-islamicas-ao-atirador-do-massacre-de-realengo.html
Luiz disse…
Anônimo 02:35
Porque não?

Lucas Dias

Dê uma olhada nesse blog que diz que o Anders Breivik não era cristão fundamentalista, e sim um "terrorista darwinista fundamestalista".
O Enézio supera-se a cada post.

http://pos-darwinista.blogspot.com/2011/07/o-jornal-nacional-mentiu-sobre-anders.html
Anônimo disse…
O do realengo era testemunha de jeova, a materia do fantastico esta no youtube.
Nao vou comentar a materia porque ela ja diz tudo por si mesmo, o que esta escrito ali é tudo verdade não tendo nada a ser acrescentado.
AlyneS2 disse…
"A Noruega está entre as sociedades menos religiosas do mundo e, em contrapartida, também entre as mais saudáveis, segundo os indicadores da ONU para expectativa de vida, alfabetização, renda per capta, nível educacional, igualdade entre os sexos, taxa de homicídios e mortalidade infantil"

^^Eu gostei dessa parte do texto^^
Luan Cunha disse…
Incontestável essa verdade que Jean Wyllys. Viram? Nem tudo que sai do BBB é mulheres vulgares e homens "meninões"
Headbanger Ateu disse…
Eis a máxima:

Se há 100 cristãos comprometidos com o mais pacifista e autêntico dos cristianismos, há 100.000.000.00 para colocá-los no limbo. Na disputa para ver qual é o mais verdadeiro, a farândula mundial sempre se faz presente.

P.S. - Esse tal Enézio é referência nacional em desinformação e tentativa de charlatanismo intelectual. E ele ainda dá-se ao luxo de criticar pessoas como Fernando Haddad, o atual ministro da Educação (o que também não é absolutamente nada). Eu acompanhava o blog dele apenas para entender a posição dos criacionistas religiosos e nada mais constatei do que uma simples covardia intelectual resumida a prolixidade científica e que visa tentar provar algo como inteligente. Indução à ignorância em pleno ciberespaço. Digna da ignorância norte-americana em se tentar afirmar criacionismo como sendo ciência. Ainda que pelo uso do ad hominem, ad nauseam e evidências anedóticas.
Headbanger Ateu disse…
Se a AlyneS2 conhecesse a realidade da Noruega que eu conheço, provavelmente ela não faria tal elogio.
isso vindo de um deputado gay era presumível. O cara ta la em Brasilia, criando todos os tipos de atritos com todos os cristãos. será que ele e a maioria ainda não se deram contas de que a maioria dos brasileiros são cristãos? Não adianta espernear, quem conhece a passeata gay de San Francisco jamais aprovará essas coisas que eles defendem e não adianta esbravejar contra os cristãos ou contra o cristianismo, pois jamais terão parametros saudaveis semelhantes.

obrigado Paulo, por nos trazer tantas informações nesse Blog.
Priscila Ferraz disse…
Nao entendo porque o Jean acusa o cristianismo. Estamos falando de casos isolados, tanto do realengo quanto da Noruega. Se tratam de pessoas doentes, que usaram nomes de religioes pra cometer atos mosntruosos. Nada te ma ver com religiao, eles interpretaram a religiao da maneira que quiseram, eram pessoas doentes, com problemas psicologicos. Ninguem os induziu a fazer isso.
Quantos outros psicopatas ateus, cristaos, evangelicos, e de qualquer outra religiao comenteram os mesmo atos?
Luan Cunha disse…
Ah, mas casos de "homossexuais" sendo pedófilos também são casos insolados, muito inferiores dos heterossexuais e mais ainda de pastores e padres, mas os mesmos fazem questão de jogar a culpa na gente. Agora nós é que estamos generalizando?

Caso você não saiba, meu filho, a Bíblia é o livro mais sanguinário da história, e foi usado para justificar milhões de assassinatos de inocentes. Inquisição, caça às bruxas, e outros.
Anônimo disse…
blog mídia global,que cria atrito com os gays são evangélicos fundamentalistas e os católicos das linhas mais conservadoras.O oposto é conversa mole!
Cristão disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristão disse…
Ordem dos Templários

Insígnia da Ordem dos Templários[1]
Subordinação Papado
Missão Ordem militar do cristianismo ocidental
Denominação Ordem do Templo
Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão
Criação 1119
Extinção 1312
Patrono São Bernardo de Claraval
Lema Não para si, mas para Deus
Pauperes commilitones Christi Templique Solomonici
Attire Manto branco com uma cruz vermelha
História
Guerras/batalhas As Cruzadas, incluindo:
Cerco de Ascalon (1153),
Batalha de Montgisard (1177),
Batalha de Hattin (1187),
Cerco de Acre (1190-1191),
Batalha de Arsuf (1191),
Cerco de Acre (1291)
Reconquista
Logística
Efetivo 15.000–20.000 membros em seu ápice, 10% dos quais eram cavaleiros[2]
Comando
Primeiro Grão-Mestre Hugo de Payens
Último Grão-Mestre Jacques de Molay
Contato
Quartel-general Monte do Templo, Jerusalém.......................................................................................
No outro post está escrito: "Trata-se supostamente de uma organização que prega o fundamentalismo católico em pelo menos nove países da Europa. A ordem foi fundada em 2002 em Londres, de acordo com o norueguês."..................................................................................... Isso nada tem a haver com Cristãos Protestantes. Me desculpe aos católicos sinceros, Mas é incrível como a ICAR está envolvida com tudo o que é sujeira. É como eu vi em um comentário: "Para ser católico, basta dizer que é católico"... "Mas para ser Cristão tem que provar que é Cristão. Disse Jesus: "Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. João 13:35. Quanto ao Jean Wylles, entrego ele e as suas mentiras a Deus. Pois segundo matéria exibida no Fantástico, 11/04/2011 o atirador de realengo era testemunha de Jeová e Muçulmano.(Assassino de Realengo e as Testemunhas de Jeová - Fantástico 11/04/2011)
Anônimo disse…
Silas Malafaia é fichinha em termos de incentivar contra so gays. Leiam Julio Severo, aí é que vocês vão ver o que um fundamentalista. Um conhecido meu começou a ler Julio Severo e mudou radicalmente até mais violento ficou. Depois que parou de ler ficou menos inculcado com as loucuras desse homem.
[i]É como eu vi em um comentário: "Para ser católico, basta dizer que é católico"... "Mas para ser Cristão tem que provar que é Cristão. [/i]

Esse comentário está muito errado. Para ser católico é preciso atender a uma série de prerequisitos FORMAIS (batismo, eucaristia e confirmação). Diferentemente de outras religiões, que sequer exigem um rito de iniciação.
Anônimo disse…
Gouvêa,há igrejas(pentecostais) que o sujeito ergueu a mão já está filiado!
Headbanger Ateu disse…
blog Midia Global

O que Jean Wyllys está fazendo, e como político, nada mais é do que a conhecida Liberdade de Expressão. O que é diferente da "Liberdade de Expressão" de movimentos preconceituosos cristãos como a "Marcha para Jesus", que visam atacar pessoalmente e execrar homossexuais com sofismas. O deputado não está atacando o cristianismo, e sim, expondo fatos ligados a ele. O sujeito norueguês era cristão e há diversas evidências disso na mídia. Apesar dos diversos conteúdos que tentam (sem sucesso) provar o contrário. Ainda mais que a Noruega, por ser Estado Confessional, tem uma religião a ser promovida, o Protestantismo.

O fato da maioria dos brasileiros serem cristãos não implica em absolutamente nada. Não se pode lesar direitos de uma minoria usando uma maioria religiosa. Até porque o Estado é Laico (sem religião oficial, veja bem) e o que ocorre na prática são diversos abusos ilegais, preconceitos e aberrações jurídicas de toda a espécie.

A marcha Cristã de São Francisco é a coisa mais horrenda, idiótica e absurda que se pode fazer contra os gays (ou contra qualquer pessoa). Lá, citam passagens bíblicas do Levítico (considerado o livro mais repulsivo e sanguinário da Bíblia) para literalmente insultar os gays de maneira inumana. É um "derramamento moral de sangue", digno de "Santa" Inquisição.

É como exatamente citei neste post: Se há 100 cristãos comprometidos com o mais pacifista e autêntico dos cristianismos, há 100.000.000.00 para colocá-los no limbo. Reconhece-se que há cristãos comprometidos com a instituição religiosa. Sabem das aberrações que nelas ocorrem, e querem remediar. Mas como TODA religião é a mesma coisa, o mesmo limbo moral que visa tornar uns melhores ou "mais humildes" que outros, as autoridades religiosas nunca estão erradas e esquecem de se preocupar com os problemas de suas religiões. Quem é cristão nunca está errado. Difícil é, para um cristão, aceitar os fatos e os erros seculares do cristianismo. Pois a mesma humildade que tanto se busca, na verdade, não existe nas religiões. Principalmente as abraâmicas. Essas, são religiões imutáveis. Nunca terão seus "códigos de moral" alterados.

No mais, só tenho a dizer que seu argumento figura entre as coisas mais estúpidas, vis e viscerais que posso ler por parte de um cristão. O que envergonha até mesmo a muitos deles, que até acabam se tornando ateus.

Ex abundanctia enim cordis os loquitur.
Cristão disse…
Headbanger Ateu disse... "Quem é cristão nunca está errado. Difícil é, para um cristão, aceitar os fatos e os erros seculares do cristianismo." Não Headbanger................................. Estamos vivendo tempos trabalhosos como disse o Mestre, Mas Cristãos conscientes lamentam e choram por causa dos escândalos e lutamos para que isso mude, mas devo lhe dizer que o nosso inimigo é tenaz em seu propósito de destruição......................................  "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; 1 Pedro 5:8"............................................"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:12". ................................................Mas em contrapartida nos alegramos porque a vitória nos é assegurada......................................"Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Coríntios 15:57"
Cristão disse…
"O que envergonha até mesmo a muitos deles, que até acabam se tornando ateus.".......................................... Nos envergonhamos dos maus feitos. Mas quem é verdadeiramente de Deus nunca mudará de lado.
Gouvêa,há igrejas(pentecostais) que o sujeito ergueu a mão já está filiado!

Deve ser por isso que eu só questionei a afirmação quanto a ser "católico".
Headbanger Ateu disse…
"Mas em contrapartida nos alegramos porque a vitória nos é assegurada"


Vê como cristãos são todos a mesma coisa? São imaculados, perfeitos e convictos de uma suposta vitória (não sei em quê).


É como se vivessem literalmente um infantil conto de fadas cheio de seres perfeitos.


O cristão é melhor que todos (assim como o muçulmano ou o judaico). E se há uma causa para isso, essas já são conhecidas e sabe-se que são meras ilusões e distorções. A hipótese de interesses pessoais (ou pessoai$, em certos casos) é a mais evidente.


A moralidade cristã, simplesmente falando, não tem lógica alguma. Está cada vez mais em declínio desde séculos. O jogo de interesses é sempre evidente. Sejam pessoais ou coletivos. E no caso dos coletivos, isso sempre é restrito a um grupo limitado de pessoas. Apenas a certos cristãos. As religiões abraâmicas são o cerne da doutrinação infantil onde um, sem querer, acaba se tornando inimigo do outro.


"Não confio em gente que sabe exatamente o que Deus quer que elas façam. Sempre coincide com aquilo que elas próprias desejam." (Susan Brownell Anthony)
Anônimo disse…
Heagbanger. Já era presumivel a tua resposta.
Anônimo disse…
Não somos responsaveis pelos outros. Deus é. Quem tiver ouvido ouça. Não tentem impor ideias. Quem quiser seguir a Cristo deve fazer o que Ele fazia enquanto Seu tempo de serviço. Não temas apenas tenha fé. Argumentações "inteligentes" com base cientifica ou não jamais converterão ninguem a nada. Reze, creia e haja como um cristão. Testemunhe sua fé (mais uma vez: "quem tem ouvido ouça") "amai o próximo como a ti mesmo" ISSO BASTA. O resto é o que a galera chama de fundamentalismo (não gosto desta palavra).
Perfeito tudo que o Jean escreveu
Anônimo disse…
Já está mais do que provado que nem no caso do Realengo, nem no da Noruega, os autores dos crimes eram "cristãos fundamentalistas".

Isso é pura mentira politiqueira do deputado gay comunista Jean Wyylys e outros enganadores profissionais semelhantes a ele.
Anônimo disse…
Haha, o deputado gay mentiroso tem a cara de pau de dizer que é "mentira" o fato de que ele declarou guerra aos cristãos.

Como se não houvesse inúmeras declarações e posicionamentos dele provando isso, em seu site, em seu twitter, em seus pronunciamentos.

Ok, relevemos. Numa leitura mais amigável de seu discurso raivoso, podemos considerar que o magnânimo Jean Wyllys declarou guerra somente aos cristãos que não concordam com ele. Aos "cristãos" e demais cidadãos que concordam com ele, o bondoso Jean tolera, pois ele é um bom comunista gayzista defensor da "tolerância"... desde que se concorde com o que ele, do alto de seu autoritarismo e de suas credenciais de quem se promoveu no BBB da Globo fazendo pose de "vítima da homofobia", diga que é o "certo".

Por outro lado, os que discordam dele e digam coisas de que ele não gosta devem sofrer censura e ir para a cadeia (é o que Jean e seu bando propõem com o PLC 122, "lei da homofobia", e outros projetos que defendem).

Eis aí as nobres intenções de um nobre deputado sem votos, que só se elegeu pegando carona nos votos de outro deputado nefasto de seu micro-partido defensor do totalitarismo.

E, antes que a gente se esqueça:

Quem é o fanático mesmo? Quem é o terrorista mesmo?
Anônimo disse…
"Nao entendo porque o Jean acusa o cristianismo."

É porque mentir assim é a especialidade dele e do movimento gay, do qual ele faz parte.
Anônimo disse…
Não pintem o diabo mais feio do que é. O noroeguês era maçom. No google vê-se ele com o avental da maçonaria. Esse que cometeu a matança no Rio era influenciado pelo islam. Os cristãos fundamentalistas nesse caso são inocentes e funcionam como bode expiatório. Critar algo ou alguém usando mentira é lamentável. Olha que nem cristã fundamentalista sou.
Fernando disse…
para ser maçom precisa acredita em deus cristão um amigo meu não pode ser pois era ateu
Bruno Ianino disse…
Na verdade, para ser Maçom é necessário acreditar em alguma força superior, um criador, não necessariamente em um deus cristão.
E convenhamos, não são de maçons que nós costumamos ver esses "atos de ódio"...

-------- Busca neste site