Pular para o conteúdo principal

Arquidiocese do Rio obtém jatinho da FAB para viagem de comitiva

Jatinho para que arcebispo cumprisse sua agenda
A explicação FAB (Força Aérea Brasileira) – a de que todos podem solicitar e obter um avião por empréstimo – menospreza a inteligência dos brasileiros e torna mais grave ainda o atentado que houve contra a laicidade do Estado.

A Arquidiocese do Rio pediu emprestado e a FAB cedeu um jatinho que no domingo transportou 25 religiosos ao Mato Grosso do Sul para a cerimônia de posse de dom Dimas Lara Barbosa como arcebispo de Campo Grande.

O Embraer modelo C-97 Brasília ficou oito horas à disposição da comitiva, chefiada por dom Orani João Tempesta, o arcebispo do Rio. O aluguel de um jato particular para uma viagem como essa custaria cerca R$ 100 mil. Em voo comercial, a passagem de ida e volta sai na média de R$ 600.

A arquidiocese alegou que pediu o jatinho porque dom Tempesta estava com sua agenda “atribulada” e não poderia faltar à cerimônia, como se o Estado estivesse à disposição do arcebispo.

Christina Nascimento, do jornal O Dia, telefonou para a arquidiocese para saber se o voo tinha sido pago. Quem atendeu ao telefone não soube responder. Depois, a arquidiocese ligou para o jornal e informou que o valor corresponde ao da viagem seria depositado na conta do programa Fome Zero. Mas quem telefonou não sabia sobre o valor da viagem.

Já que é assim, a arquidiocese deveria ter fretado um avião comercial, até porque dinheiro não lhe falta.

Em setembro de 2010, a Polícia Federal prendeu no aeroporto internacional Tom Jobim o monsenhor Abílio Ferreira da Nova, 78, tentando tirar ilegalmente do pais o equivalente a R$ 117.240 dentro de latas de goiabada. Nova tinha sido responsável pela administração dos bens e da contabilidade da arquidiocese.

Em 2009, o padre Edvino Steckel, antecessor de Nova, foi afastado da diocese sob a suspeita de ter desviado ou mal empregado mais R$ 2 milhões.

Até agora, os dois casos não foram devidamente explicado à opinião pública.

Com informação de O Dia.

junho de 2011

Comentários

  1. Logo com esses que dizem, serem os vendedores da etica?

    Que vergonha!

    ResponderExcluir
  2. Tinha crianças dentro do avião também?
    Foram abusadas?

    ResponderExcluir
  3. crianças?

    não!!!

    a viagem não era de laser
    foram a trabalho

    ResponderExcluir
  4. Isso é um absurdo, irmãos!
    Enquanto isso, se eu quero um jatinho pra viajar, sou obrigado a comprar uma aeronave nova pra mim com o dinheiro que eu poderia estar investindo em mais horários na TV aberta!

    Aonde já se viu? Estão pensando que os crentes são otários? E agora irmão, como é que fica isso aí???

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Igreja Católica da Alemanha admite que freiras forneciam crianças a padres pedófilos

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil

Papa Francisco confirma que lugar da mulher na Igreja é na cozinha

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade