Padre e pastor reagem ao fim do proselitismo religioso em TV estatal

O padre Dionel Amaral e o pastor Flávio Lima, da Igreja Batista, criticaram a decisão do Conselho Curador da EBC (Empresas Brasileira de Comunicação) de acabar com os programas de proselitismo religioso dos quais eles são responsáveis na TV Brasil.

No domingo, após a transmissão da Santa Missa celebrada pelo arcebispo Orani Tempesta, do Rio, Amaral pediu aos fiéis para que mandassem à presidente Dilma Rouseff carta para que a decisão seja cancelada.

Como se a própria Igreja Católica não tivesse emissoras de TVs, o padre disse que os dois programas na TV estatal levam mensagens cristãs às pessoas que não podem sair de casa.

O padre argumentou que a extinção dos programas se opõe ao acordo assinado entre o Vaticano e o Brasil.

O pastor Lima, diretor do programa Reencontro, disse que os religiosos são vítimas de preconceitos. “[Os membros do Conselho Curador] nunca nos consultaram em nada.”

Por unanimidade, os membros do conselho conselho decidiram extinguir a programação de proselitismo religioso com o argumento de que as emissoras da EBC têm de estar alinhadas com o caráter laico do Estado.

No prazo de seis meses, os programas católicos e evangélicos serão substituídos por apresentações de cunho cultural sobre todas as crenças existentes no Brasil.

"Fizemos o que tínhamos de fazer", disse a presidente do conselho curador, Ima Célia Guimarães Vieira. "Ponderamos de vários lados. Apenas duas religiões usavam os meios públicos de comunicação. Estamos dando uma oportunidade para ampliar as religiões."

Com informação da Folha e do arquivo deste blog.

Órgãos públicos no Amazonas estão impregnados de símbolos católicos.
março de 2011

Religião no Estado laico.   > Religião na TV.

Comentários

  1. Anônimo4/05/2011

    Pornô Gospel

    Os programas veiculados por evangélicos não podem ser distinguidos dos programas ShopBUY, SHOPTIME, POLISHOP e outros que promovem o comércio gospel televisado
    .
    Os sabonetes milagrosos, sabonete consagrado, toalhinha molhada de suor, toalha ungida, toalha milagrosa, sal ungido, água ungida, óleo para unção, óleo de Israel, óleo da alegria, óleo santo, óleo de Rosa de Sarom e refrigerante evangélico são recomendados e “martelados” repetidamente á exaustão sobre o telespectador imobilizado mentalmente.

    Nem Jesus resistiria a tanta pressão pastorizada na TV dos vendilhões do templo moderno.

    Só vendo...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo4/05/2011

    Irônico não é?Qualquer coisinha eles logo reclamam de preconceito...Gozado né?!!Todo mundo é obrigado a ver programa religioso na tv aberta e as emissoras são obrigadas a negociar os horários com eles.Realmente,ele não têm moral para criticar ninguém.A religião defende e promove todos os preconceitos menos o religioso.Muito irônico!!!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo4/07/2011

    Religião tbm não é essa hegemonia tbm não!!!O que tem de crente e de católico decepcionado e fora das igrejas não é moleza.... Entre ser membro ativo,fiel e participativo nessas seitas e apenas declarar-se religioso existe uma diferença colossal.E esse proselitismo religioso via tv é uma indecorosidade!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Esses vagabundos vendedores de ilusão precisam é de ocupações eéria e que tragam mais benefícios para o País, do que para as suas já gordas contas bancárias. CHARLATANISMO É CRIME, seja qualquer título sob o qual seja praticado.

    ResponderExcluir
  5. Meu parabéns a todos perseguidores das religiões. Agora quero ver vocês retirarem do ar os programas com temas violentos, especialmente os filmes e seriados que ensinam os psicopatas como agirem e matarem. Por qual motivo esses programas não são retirados do ar?

    ResponderExcluir
  6. Anônimo5/18/2011

    todos que creticam a programação evangelica é pq são todos do mundo,e não querem ter conhecimento de Deus.mas um dia os tais vão ter que se ajoelhar diante de Deus para convessa que cristo é o senhor.até vc Dilma .cuidado vc pode morre daqui pra manhã...a vida pertence a Deus.
    cuidado mentirosa.
    vou fazer o povo ficar contra vc sua mentirosa.

    ha eu não sou contra os reliosos não,eu sou a favor.
    depois que ganhou faz esse papelão ai ne..
    cuitado.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo5/18/2011

    A Dilma,assim como o Lula,não é marionete de igreja.Ela já tem minha simpatia ainda que o governo não preste!!Essa gente de igreja( principalmente seus líderes religiosos gananciosos)tem que reconhecer o lugarzinho deles!!

    ResponderExcluir
  8. Anônimo12/14/2011

    o problema é o seguinte, a quem questionou o motivo de não se tirar filmes violentos do ar, em detrimento dos proselitismos televisivos.
    voce nunca foi no teatro, provavelmente.
    lá voce escolhe a peça e ve o que quer. na tv é o mesmo, se o filme é agressivo para voce, tem gente que adora, tanto que estes filmes são sucesso. veja o caso do exterminador do futuro.
    hilander, filmes de gladiadores, etc.
    voce tem a opção de mudar de canal, mas todos tem.
    caso voce não saiba, filmes e teatro, são a transformação de peças literárias em outras mídias, no caso filmes.
    agora, quando se trata da transmissão de programas religiosos, voce esta ferindo a constituição, já que o pais é laico.
    seus troxas, f. d put.a, vão ler a constituição, seus p.o.rras e ve se para de encher o s.aco de quem não tem as mesmas idéias de voces. voces são uns pobres coitados, que só sabem ler um livro, se é que leram, pegam umas partes e partem pra cima de que leu tudo e viu um monte de erros crassos, como:
    se Deus criou o mundo, fez adão, fez, eva. ele fizeram caim e abel, só os 4. ai caim mata abel, foge e vai se casar com uma mulher de "outras terras" p.orra. isto é chamar todos de idiotas. onde estava este povo.
    depois vem a historia da sodoma e gomorra.
    as filhas embebedam o pai e o estupram, legal, né.
    ddepois vem o diluvio, matou todu mundo na terra. só que esqueceram que tinham culturas milenares nos andes. no japão, e outros lugares. como é que morreu todo mundo?
    esta fé, estimula a matar quem pensa diferente, tá ai a inquisição, o proprio abraão, ou moises, sei lá, ao descer do morro, mandou matar todos que fizeram o bezerro de ouro.
    não se tem nenhum registro de Cristo ou outros que aparecem nos livros. e os romanos eram tremendamente organizados.
    voces acreditam em estórias da carochinha, lendas, e tem tanta fé(só assim para crer tanto) que não permitem que os outros não acreditem ou descordem.
    pelo amor de Deus, parem de encher nosso s.aco.

    ResponderExcluir
  9. deixa eu ver... filmes violentos...
    Que tal aquelas dúzias de filmes bíblicos sangrentos...

    Um lá de Sansão, outro de Sodoma/Gomorra
    Outro ensinando como destrinchar a carne de jesus.

    Ô coisa bem instrutiva...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Nobel 2019 de Física afirma que 'não há lugar para Deus no universo'

Robinho: de jogador promissor a evangélico fanático e a estuprador

Com fechamento de 400 templos em uma década, Igreja da Inglaterra ruma para o fim