Pular para o conteúdo principal

Juiz autoriza adoção de quatro irmãos por casal homossexual

image
Amâncio e Torres com os quatro irmãos
da Agência Estado

“O juiz da Vara da Infância e da Juventude de Ribeirão Preto (SP), Paulo Cesar Gentile, concedeu a guarda definitiva de quatro irmãos ao casal de cabeleireiros João Amâncio, 37, e Edson Torres, 42. Ambos já tinham, desde dezembro de 2006, a guarda provisória dos irmãos Suellen, de 12 anos, Carolina (10), Willian (8) e Ana Beatriz (6).

A advogada do casal e o promotor da Infância e da Juventude vão ainda ser comunicados oficialmente. Depois  de 20 dias, serão expedidas novas certidões de nascimento dos irmãos. Amâncio e Torres constaram como pais.

"É uma alegria muito grande, pois conseguimos algo que todos achavam que seria impossível", disse Torres, que já foi casado e tem três filhos biológicos.

Ele e o companheiro estão juntos há 17 anos e lutam pela adoção dos quatro irmãos desde 2006. Os quatro estavam internados desde 2003 no Centro de Abrigo e Apoio à Adoção (Carib) da cidade paulista, após serem abandonados pelos pais biológicos.

A legislação impede que os irmãos sejam separados em adoções, o que atrapalhou no encaminhamento para outra família e despertou o interesse do casal.

Torres disse acreditar que o que também sensibilizou o juiz a tomar a decisão foi uma carta escrita por Suellen, a mais velha dos irmãos, a Gentile, na qual pedia que eles não fossem separados de nós e seguissem com os dois pais.” (Gustavo Porto)

Casos de homofobia.

Comentários

  1. Parabéns a ese juíz .E ainda não havia o regramento do STF QUE CONSAGROU TUDO ISSO.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Em encontro com Bolsonaro, padre canta que 'Deus pode realizar o impossível'

Vereador critica repasse de verba às igrejas. E é acusado pela bancada evangélica de 'intolerante'