País com mais doenças tem mais religiões, revela estudo

Corey Fincher
Pelo estudo de Fincher, Brasil
tem 159 religiões e Canadá, 15 
O que explica o fato de o Brasil ter 159 religiões e o Canadá, país de tamanho similar, apenas 15? As respostas possíveis são muitas, e a mais óbvia delas são as diferenças culturais.

Mas o biólogo Corey Fincher (foto), da Universidade do Novo México (EUA), chegou a uma conclusão que vale não só para o Brasil, segundo ele, mas para todos países: onde existem mais doenças há mais credos.

 Ele publicou na revista Proceedings of the Royal Society B um estudo que sustenta a sua teoria.

Além da comparação entre o Brasil e o Canadá, Fincher faz outras, como entre Costa do Marfim, país pobre e com alta incidência de doenças, onde existem 76 religiões, a Noruega, que tem apenas 13 credos.

O estudo de Fincher tem causado polêmica. O biólogo tem sido questionado inclusive a partir de exemplos históricos. Exemplo: na Península do Yucatán (México) sempre houve abundância de doenças tipicamente tropicais, infecciosas, e, no entanto, ali floresceu a civilização maia cuja população tinha uma única religião.

Com informação da tradução da Cepal para IHU Online





Pastor promete a fiéis perda de até 5 quilos por oração
março de 2008

Comentários

  1. Paulo,

    Acho ser conclusões precipitadas.
    Há um fundo de verdade,nos países com menos religiões são mais racionais,talvez cuidem mais da sua saúde,por terem também níveis de qualidade de saúde melhores,por serem mais desenvolvidos economicamente.
    Nos países mais pobres procura-se as salvações nas religiões,talvez assim descurando a saúde.
    Tudo está relacionado,mas penso que criar estes resultados estatísticos retirando certas ideias parece-me ser simplista.

    Abraço amigo,boa semana desejo,
    joao

    ResponderExcluir
  2. João:

    Concordo que a questão envolve várias aspectos, passando pelas diferenças culturais e sócio-econômicas. E tudo isso, como você observa, tem relação com a incidência de doenças.

    Vou ver se encontro na internet a pesquisa do tal biólogo para fazer uma avaliação menos superficial.

    Abs.

    ResponderExcluir
  3. Paulo,

    A fé ajuda a enfrentar o dia a dia,ele é bem duro para muitos,inclusive as doenças e as suas dores,mas a espiritualidade equilibrada também ajuda a algo interessante;a melhorar e desenvolver a capacidade de compreender-nos e ao mundo,a aumentar a sabedoria.

    As religiões que são as espiritualidades organizadas em poder e influencia social e politica são histórias seculares muitas vezes criminosas,em guerras e discriminações variadas,que por muito respeitaveis que sejam,desvirtuaram a verdadeira Espiritualidade.
    Também respeito os crentes,o que sentem,mas a hierarquia religiosa tenho reservas...

    Abraço amigo,
    joao

    ResponderExcluir
  4. Isso não me ajudou no meu trabalho de ciêcias

    ResponderExcluir

Postar um comentário