Brasileiros acham ser menos crentes do que mostra pesquisa


Em uma lista de 38 nacionalidades, os brasileiros estão no segundo lugar de população mais equivocada em relação à realidade do próprio país, em vários quesitos. Só estão abaixo dos sul-africanos.

Os brasileiros acham que 80% deles acreditam em Deus, contra 98% do dado oficial.

Há, portanto, uma diferença entre a percepção e a realidade de 18%.

A Índia apresentou a maior diferença. A população acha que 66% da população acreditam em deuses, mas o índice oficial é de 97%.

Esses dados foram apurados pela pesquisa “Os Perigos da Percepção” feita pelo instituto britânico Ipsos Mori, que consultou 29 mil pessoas entre setembro e outubro de 2017.



Os brasileiros têm uma percepção mais próxima da realidade quanto à estimativa sobre o percentual deles que acreditam no céu.

Eles acham que os crédulos, nesse caso, sejam 70%, contra 76% apurados em pesquisa.

Sobre a existência do inferno, os percentuais são 63% e 68%, respectivamente. Uma diferença, portanto, de 5.

Os brasileiros têm percepção bastante equivocadas em relação a outros assuntos.

Exemplo: dos entrevistados, 41% acham que 48% de adolescentes entre 15 e 19 anos têm ficado grávidas, mas o dado real é de apenas 6,7%.

A curiosidade é que a crença dos brasileiros no céu e inferno é menor do que a sobre a existência de Deus.

Percepção versus dado real

Com informação de gráficos e de texto do Ipsos Mori.





Brasileiros acham que é preciso crer em Deus para ser bom