Ateus do Quênia vão premiar alunos com nota baixa em religião


Prêmio será de US$ 100

O grupo Ateus do Quênia vai dar o equivalente a US$ 100 a dois estudantes (um de cada sexo) do ensino secundário que obtiverem em religião no ano letivo de 2017 a nota E, a mais baixa. 

Haverá um sorteio entre os inscritos.

Em seu site, o grupo se dirige ao estudante: “Não queremos que você sinta que falhou [na disciplina religião]”.


Acrescenta que, na verdade, “você teve um desempenho espetacularmente bom”.

O país tem 44 milhões de habitantes, cuja maioria (82%) é cristã (47% de protestantes e 23% de católicos). [mapa]

Ateus do Quênia foi fundado em 2013, de acordo com a Lei das Sociedades, mas teve o registro cancelado pelo órgão controlador.

O grupo recorreu à Justiça e agora aguarda uma decisão.






Justiça da África do Sul veta escola de religião única