Artista rala imagem de santa e enfurece milicianos cristãos


Nossa Senhora vira pó

Os milicianos cristãos estão eriçados de novo. Agora eles pedem a cabeça do artista visual Antônio Obá, 33, por ele, acusam, ter vilipendiado a imagem de Nossa Senhora, a padroeira do Brasil.

Esses cristãos (leia-se católicos e evangélicos ultraconservadores) têm reproduzido no Youtube um vídeo (ver abaixo) no qual o artista, nu, rala uma imagem de gesso de Nossa Senhora.

Obá termina a performance se cobrindo com o pó branco da imagem (o que o vídeo não mostra).

Embora Obá faça essa performance desde 2005, só agora os milicianos a descobriram na internet, pedindo providências das autoridades e até prisão do artista.


O que Obá faz é uma crítica à religião (e daí? Qual é o problema? Não pode?), mas, também, uma exaltação.

Em uma entrevista, ele disse que, na perfomance, se cobre com o pó do gesso em um ato que diviniza o corpo, ao mesmo tempo em que faz uma referência a rituais do candomblé de “fazer a cabeça, fazer o santo”.

Em seus trabalhos, Obá tem outras críticas à religião católica, e um deles, o de hóstias com palavrões, fez parte da exposição em Porto Alegre Qeermuseu, que o Santander teve de suspender por causa da pressão dos milicianos de plantão. 

O curioso é que a performance do pó da santa tem indignado até milicianos evangélicos, embora eles, em tese, não venerem imagens.



Com informação de Católicos Escolhidos por Deus e de outras fontes.




Blitzes de evangélicos impõem uma sharia aos brasileiros

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.