Quem quer igrejas pagando impostos é ‘otário’, diz Malafaia


O pastor Silas Malafaia (foto) disse que os defensores de que a igrejas paguem impostos são “otários”.

'É coisa de esquerdopata'

“Isso é coisa de esquerdopata que tenta atingir a igreja evangélica”, afirmou.

“Vamos dar gargalhada na cara desses otários.”

Malafaia afirmou que, antes de se pensar em acabar com a imunidade tributária das igrejas, o Legislativo deveria tributar os partidos e os sindicatos.

Por força de uma sugestão legislativa popular, o Senado está discutindo o fim da imunidade.

A sugestão seguirá adiante, podendo ser votada em plenário, se for transformada em projeto de lei, o que, no momento, parece difícil.


Malafaia defendeu o privilégio das igrejas com o argumento de que elas têm função social, como ajuda aos pobres e aos dependentes químicos.

Mas pouco se sabe da proporção desse papel da igreja. Os pastores não prestam contas e nem o governo cobra.

O que se vê são templos luxuosos, como os da Igreja Universal.

Além disso, juristas suspeitam que a imunidade tributária das igrejas é usada para lavagem de dinheiro.





Polícia Federal indicia Malafaia por lavagem de dinheiro

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.