Padre é acusado de ‘santificar’ vagina de adolescentes


A polícia prendeu em Caiapônia (GO) o padre Iran Rodrigo Souza de Oliveira (foto), 45, por ele estar sendo acusado pelo Ministério Público de promover rituais de santificação de vaginas de jovens, para recuperar a virgindade.

"Mãos milagrosas"

Uma vítima disse à polícia que, no ritual, o padre pediu que ela ficasse nua e depois ele a tocou nos seios, nádegas, vagina e em outras partes do corpo.

Houve pelo menos um caso de uma jovem que em 2015 foi convencida a ter relação sexual com Iran, para ela se curar de uma dor de cabeça cuja origem, segundo ele, seria um problema no ovário.

A informação é do promotor de Justiça Danni Sales Silva.

Segundo ele, o padre fazia “pregação” nas cidades de Americano do Brasil e Adelândia, da comarca de Anicuns.

Iran também passou por cidades de Caldas Novas e Aragarças, além Caiapônia.

A prisão ocorreu no dia 16 de agosto de 2017, na Operação Sacrilégio.

Ao promotor, o padre teria admitido ter tocado no corpo de fiéis porque ele tem o dom de cura pelas mãos.

Oliveira está à disposição da Justiça.

Com informação do site Mais Goiás.





Pastor é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.