Australianas precisam de muçulmanos para fertilizá-las, diz islâmico


El-Mouelhy é chefe da Certificação Halal

Mohamed El-Mouelhy (foto), Autoridade de Certificação Halal da Austrália, escreveu no Facebook que as mulheres do país precisam de muçulmanos para fertilizá-las.

“Temos de cercá-las com bebês muçulmanos” porque a “raça branca será extinta em 40 anos”.

El-Mouelhy fez o comentário citando um estudo da Universidade Hebraica segundo o qual a fertilidade dos homens da América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia está em declínio.

Ele destacou que a contagem de espermatozoides dos australianos teve queda de 52%, em consequência do tabagismo e do consumo de drogas, incluindo o álcool.

“Os muçulmanos têm o dever de fazer as australianas felizes, porque vocês [homens brancos] estão em declínio e o melhor que podem fazer é escolher uma cova no cemitério”, escreveu El-Mouelhy no começo de agosto de 2017.

Diante da forte reação, incluindo xingamentos, ele deletou o comentário e pediu desculpas.


Texto deletado

Com informação do Facebook, News.com.au e de outras fontes.




Na Austrália, número dos sem religião supera os católicos

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.