Vereador de Florianópolis pede retirada de crucifixo de plenário



O vereador Lino Peres (PT), de Florianópolis (SC), pediu a retirada do plenário de um crucifixo.

Ele disse que um Estado laico não pode permitir a ostentação de tal símbolo em uma instituição que representa cidadãos de variados credos, além dos sem religião.

O crucifixo é tão grande (ver foto), que o local mais parece uma igreja do que uma casa legislativa.

Lino é arquiteto e foi professor na Universidade Federal de Santa Catarina.

O vereador argumentou: "O preceito da impessoalidade na administração pública não está sendo respeitado na Câmara, não há explicação para a manutenção do crucifixo a não ser favorecimento religioso".