Padre é acusado de mandar fotos de sua genitália a jovem



Silva se engraçou com rapaz

A Arquidiocese de Fortaleza (CE) afastou o padre Raimundo Nonato da Silva (foto), 62, de suas atividades por ele ter sido acusado de assédio a um jovem de 17 anos.

Silva assumiu há poucos meses a paróquia Nossa Senhora da Conceição e desde o começo teria se engraçado com o jovem, que é homossexual.

De acordo com a Tribuna do Ceará, o padre nomeou o jovem como seu secretário, para ficar mais tempo com ele.

"[Silva] começou a dar em cima de mim”, afirmou o rapaz.

O jovem disse à polícia que o padre lhe oferecia presentes caros, como celular, e dinheiro.

“Eu não aceitei porque nenhum dinheiro compra o meu sossego.”

O jovem disse que o assédio se intensificou quando o padre passou lhe mandar fotos de sua genitália, pedindo que ele fizesse o mesmo.

“Ele [o padre] queria que eu deixasse meu namorado para ficar com ele, e eu nunca quis por ele ser um padre e isso não é certo.”

O jovem e sua mãe denunciaram o assédio à polícia e à arquidiocese, tendo como prova as fotos e mensagens transmitidas pelo WhatsApp.

A Arquidiocese teria mandado o padre para o interior do Ceará.

Envio de correção



Polícia prende padre acusado de abusar de cinco meninos


Semelhantes

Postagens mais visitadas deste blog