Na Austrália, número dos sem religião supera os católicos



O número de pessoas sem religião da Austrália superou pela primeira vez o de católicos, que são o maior grupo de religiosos do país.

De acordo com o Censo 2016, cujos dados foram agora divulgados, as pessoas que declararam não seguir nenhuma religião representavam 18,7% da população em 2006, subindo para 29,6% naquele ano.

Já os católicos declinaram de 25,3% para 22,6%.

Os cristãos se mantêm como a maioria, mas prestes a perder a colocação porque passaram a representar 52% da população de 24,4 milhões de pessoas.

Em 1966 os cristãos eram 88%.

Como as novas gerações tendem a não se filiarem a nenhuma crença, o número do sem religião vai continuar aumentando nos próximos anos.

Em ascensão, os muçulmanos passaram a representar 2,6%. Os budistas, em queda, 2,4%.

Kylie Sturgess, presidente da Fundação Ateísta da Austrália, disse que as lideranças políticas do pais precisam reconhecer a importância do Censo, o que significa a neutralização da influência religiosa na formulação de políticas públicas.

Com informação e gráfico da News e de outras fontes.
Envio de correção


TJs da Austrália acobertaram mais de mil casos de pedofilia