Melania Trump e Ivanka não usam véu islâmico na Arábia Saudita



Ivana (foto) seguiu exemplo
 de Michelle Obama

No dia 20 de maio de 2017 Donald Trump desembargou na Arábia Saudita com sua mulher Ivana e filha Ivanka — ambas estavam sem o véu islâmico.

Se as duas não estivessem ligadas ao presidente dos EUA, as autoridades sauditas se recusariam a recebê-las, porque, na Arábia Saudita, o não uso do véu significa desrespeito a Maomé.

Trata-se de uma interpretação controversa do Corão, porque para alguns muçulmanos o livro sagrado não é explícito quanto ao uso ou não do véu.

As autoridades sauditas já tiveram de aceitar a humilhação (para elas) de receber com mesuras uma mulher sem véu.

Em janeiro de 2015, quando Barack Obama, então presidente dos EUA, visitou aquele país, a primeira-dama Michelle se recusou a usar o véu islâmico.

Na época, no Twitter, Trump acusou o casal de ofender os sauditas.

“Já temos inimigos o bastante”, escreveu.

Com informação de sites internacionais e foto de divulgação.

Envio de correção



Áustria proíbe véu islâmico e distribuição do Corão