Proposta de evangélico derruba menção a santo em Câmara



A Câmara Municipal de Taubaté (SP) derrubou a obrigatoriedade da menção na abertura das sessões ao padroeiro da cidade, São Francisco das Chagas.

A proposta do “despejo” do santo foi apresentada pelo vereador evangélico Noilton Ramos (PPS).

Dos 19 vereadores, 7 são evangélicos, incluindo o presidente da Casa, Diego Fonseca (PSDB).

A aprovação foi por unanimidade.

O vereador Orestes Vanone apenas discordou dos termos da proposta.

"Não tem como ficar facultativo, ou é obrigatório ou derruba", disse.

"São Francisco vai ficar triste conosco, se ficar dessa forma."

Fonseca defendeu a medida dizendo que se trata do cumprimento da laicidade do Estado.

Com esse argumento, é de se esperar que a Câmara não seja usada para celebração de cultos.

Santo foi 'despejado' da Câmara

Com informação do G1.

Envio de correção



Vereador evangélico ‘esquece’ de mencionar o santo da cidade