Pastor é acusado de estuprar menina para ‘tirar feitiço’


Pastor estava tentando dar o
golpe em outras duas garotas

A Polícia Civil de Campos Novos (SC) prendeu o pastor Paulo Ross, 47, da Igreja Mundial do Novo Nascimento em Cristo sob a acusação de ter estuprado uma menina de 12 anos.

De acordo com investigações, o pastor disse à menina que precisava possuí-la pelo menos sete vezes para tirar um feitiço e que essa era uma ordem de Deus.

Os estupros ocorreram entre junho e agosto de 2016, mas só em fevereiro de 2017 a menina contou para sua família.

Em março de 2016, Ross tentou dar o mesmo golpe em outras duas adolescentes, uma de 15 e outra de 16 anos.

O pastor habilitou um celular em nome de uma fiel e, em nome de rapaz, mandou mensagem para garotas dizendo que estavam enfeitiçadas e que precisaram ter relações sexuais com “um grande homem de Deus, abençoado e casado” e que ninguém poderia saber disso.

As adolescentes chegaram a pedir orientação ao pastor.

Com informação das agências.

Envio de correção.

Pastor é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

Postar um comentário