Mulher afirma que foi agarrada em confessionário por padre



A.C.S.G., 43, de Araçatuba (SP), registrou Boletim de Ocorrência acusando um padre de assédio sexual.

Contou que no dia 6 de abril de 2017, quando revelava seus pecados, o padre quis saber em detalhes da vida sexual dela.

A mulher disse que o padre saiu do confessionário e a pressionou contra a parede, beijando-lhe a cabeça, pescoço e braços e passando a mão no seu abdômen.

Disse que o padre a perdoou antes mesmo de ela terminar de falar dos seus pecados, argumentando que era tão linda que parecia uma santa.

Por fim, o sacerdote a soltou, dizendo que deveria rezar cinco Aves Marias.

A polícia está investigando o caso.

Padre saiu do confessionário
para assediar a mulher



Menino foge da 1ª comunhão por causa de assédio de padre


Postar um comentário