Justiça cassa vereador que fez campanha eleitoral em templo


Pastor Sargento distribuiu
 'santinhos' em igreja

A Justiça Eleitoral de Guarujá (SP) cassou o mandato do vereador Marcos Pereira de Azevedo, o Pastor Sargento Marcos (PSB), na foto, por abuso de poder na campanha eleitoral.

Em 2016, o então candidato distribuiu cartas e “santinhos” aos fiéis da Assembleia de Deus — Ministério de Santos.

O Ministério Público Eleitoral moveu ação contra Azevedo com base em representação do ex-candidato a prefeito Jonatas Nunes (PSOL).

Como cabe recurso judicial, Azevedo permanecerá na Câmara Municipal.

Se a sentença for confirmada por instância superior, o réu, além de perder o mandato, ficará inelegível por oito anos.

A Justiça Eleitoral poderia ser acionada em muitos outros casos, porque, afinal, o Pastor Sargento Marcos não foi o único espertalhão que usou a religião para se eleger.

Com informação do JM Notícias e foto de divulgação.

Envio de correção.

Pastor da Universal pede em culto voto para candidato