Por abuso de crianças, polícia de Israel prende 22 ultraortodoxos


Esses judeus representam
10% da população do país

A Polícia de Israel prendeu hoje (27 de março de 2017) 22 judeus ultraortodoxos, de 20 a 60 anos, sob a acusação de estarem abusando de crianças e mulheres em suas comunidades. 

Houve reação de outros ultraortodoxos no momento da prisão, com apedrejamento das viaturas da polícia.

As investigações apuraram que o abuso vinha se dando pelo menos havia dois anos.

O crime era de conhecimento dos integrantes das comunidades, mas ninguém alertou a polícia.

Com informação das agências.

Envio de correção.

Óculos de judeus borram visão para que não vejam mulher
Postar um comentário