Muçulmanos do Brasil usam surfista para fazer proselitismo



Khodr é o único muçulmano
do circuito de campeonatos
A Fambras (Federação das Associações Muçulmanas do Brasil) está patrocinando o surfista brasileiro Jihad Khodr (foto) para que faça proselitismo do Islã. 

Descendente de libaneses, Khodr nasceu em Matinhos (Paraná) e é o segundo melhor do surf profissional do Brasil.

É o único muçulmano do circuito mundial do surf.

Nos próximos meses, ele vai participar de campeonatos no Caribe e América do Sul usando uma camiseta com a inscrição Islam is peace (Islã é da paz).

Khodr também vai distribuir na praia garrafinhas contendo mensagem de “paz” em vários idiomas.

Carlos Dias, diretor de marketing da Fambras, disse que a recepção do público às mensagens do surfista tem sido “surpreendente”.

É raro uma entidade religiosa patrocinar uma atividade esportiva, em respeito aos crentes das diversas denominações e aos ateus.

Em campeonatos de Futebol, por exemplo, esse tipo de proselitismo é proibido.

Com informação da Fambras e foto de divulgação.

Envio de correção.



Postar um comentário