Bancada cristã se mobiliza contra ação do aborto no STF


A bancada cristã de deputados e senadores está se mobilizando para pressionar o STF (Supremo Tribunal Federal) quanto à ação impetrada pelo PSOL para liberar o aborto até 12 semanas de gestação.

Tropa cristã
quer influenciar
o Supremo
O PSC pretende se habilitar como amicus curiae no julgamento da ação, que tem como relatora a ministra Rosa Weber.

Em novembro de 2016, a 1ª Turma do STF, composta por cinco dos 11 integrantes da Corte, decidiu que o aborto até o terceiro mês não é crime.

Essa decisão, contudo, vale para o caso que foi colocado em julgamento, embora ela possa influenciar juízes.

Agora, a decisão, pelo sim ou pelo não ao aborto, do STF abrangerá todas as brasileiras.

O PSOL levou a questão ao STF porque sabe que seria muito difícil a descriminalização do aborto por intermédio da tramitação parlamentar.

Com informação da Agência Brasil e de outras fontes..

Envio de correção.

Mulher que fizer aborto tem de ser presa, defendem evangélicos