Seita americana purifica pecadores com tapas e socos


Sede da igreja evangélica na Carolina do Norte
A seita evangélica Irmandade da Palavra da Fé (Word of Faith Fellowship) tira o Satanás de fiéis com pancada. 

Ex-fiéis relatam que foram esmurrados, tapeados e jogados no chão em sessões de exorcismo.

Até bebês e crianças são submetidos a esse tratamento “espiritual”.

A AP (Associated Press) ouviu 43 ex-fiéis que foram morar na sede da igreja, em Spindale, cidade da Carolina do Norte, é lá foram submetidos ao terror.

Mudaram-se com a expectativa de obter paz interior e vida eterna e o que conseguiram foram porrada.

Katherine Fetachu, 27, que passou 16 anos na igreja, diz que viu o espaçamento de muitas pessoas.

“Vi criancinhas levando socos no rosto por serem acusadas de estar tomadas por Satã.”

Há denúncia de que os pastores abusam sexualmente de crianças.

Em 2014, pastores espancaram um homem para curá-lo do homossexualismo.

A Palavra da Fé também promove sessões de “detonação”, que consiste em agredir verbalmente aos berros os fiéis durante horas, até que o demônio saia deles.

A seita foi fundada em 1979 pela professora de matemática Jane Whaley e seu marido Sam, antigo vendedor de carros usados.

A irmandade publicou em seu site nota criticando as inverdades, segundo ela, da AP.

Ameaçou a agência de notícias com um processo judicial.

Ex-fiéis contam que demoraram em denunciar a seita porque sofriam ameaças dos pastores.

Eles eram avisados de que Deus os mataria caso traíssem a igreja.

“Hoje não tenho mais medo das ameaças”, disse o ex-fiel John Cooper.

Com informação de sites internacionais, da página da seita e foto de reprodução de imagem da CBS News.


Envio de correção.

Ex-fiel acusa seita evangélica de escravizar os devotos