Causa da poluição é o pecado, não o carbono, afirma cristão



O líder cristão norte-americano Joseph Farah (foto) escreveu que a causa da poluição não é o dióxido de carbono, mas o pecado.

Farah diz que
tudo começou com
Adão e Eva
Argumentou que tudo começou com a expulsão de Adão e Eva do Jardim do Éden.

Em consequência disso, disse que, entre outras coisas, “o chão se tornou maldito e houve o surgimento dos espinhos”.

Não dá para entender o raciocínio de Farah, mas de qualquer maneira, pelas suas palavras, é possível concluir que o culpado pela poluição é Deus, com que, obviamente, o cristão não concorda.

Farah sugeriu um adesivo para o vidro traseiro de carro com os seguintes dizeres:

“Pecado é a causa da mudança climática, não o carbono.”

Einstein disse que existem duas coisas que são infinitas: o universo e a estupidez humana.

Farah é uma prova de que Einstein estava certo.

Com informação do site WND e foto de divulgação.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Apoio aos gays é a causa do furacão Sandy, afirma pregador