Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Intolerância evangélica tenta impedir Carnaval em praça


Evangélicos de Santarém (PA) estão dando um exemplo de até onde a intolerância religiosa pode chegar.

Pastores tiveram uma
reunião com o prefeito
para pressioná-lo
Eles não querem que o Carnaval seja realizado em um espaço público porque, argumentam, trata-se de um lugar onde ocorrem eventos religiosos.

O Consepas (Conselho de Pastores Evangélicos de Santarém) chama o local de Praça da Bíblia, embora o nome oficial não seja esse,

O conselho está tentando convencer o prefeito Nélio Aguiar (DEM ), que este ano mudou o Carnaval para o local de modo a economizar R$ 60.000,00

Os evangélicos, contudo, não estão preocupados com as contas públicas. Prepotentes, só querem saber de impor a sua religião a todos

O pastor Jean Carlo disse que o local foi “conquistado com muita oração”, como se o dinheiro para obras caísse do céu e não fosse do pagamento de impostos dos cidadãos de todas as religiões e de descrentes.

Com informação da imprensa da região e foto de divulgação.

Com informação das agências.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Intolerância religiosa ameaça a civilização, afirma jornal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...