Pastores de Vila Velha vão ter de devolver R$ 150 mil à prefeitura

O MPC (Ministério Público de Contas) pediu à Associação dos Pastores Evangélicos de Vila Velha, no Espírito Santo, que devolva à prefeitura R$ 150 mil que recebeu para o patrocínio da Proclamação do Evangelho, em maio de 2015.

Dinheiro foi usado
para evento exclusivo
dos evangélicos
Vila Velha tem 480 mil habitantes e fica a 12 km de Vitória, a capital do Estado.

O órgão argumentou que o evento não teve relevância turística e cultural para Vila Velha, além de a prefeitura estar impedida constitucionalmente de subsidiar atividade religiosa.

O MPC comprovou que a Proclamação do Evangelho se destinou somente à comunidade evangélica.

Os pastores e a prefeitura ainda não se manifestaram sobre a decisão do órgão.

Com informação do Século Diário.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Prefeitura de João Pessoa inclui religião em festa cultural