Livro aborda teoria de Pascal de que crer em Deus é vantajoso

da Livraria Folha
resenha

Blaise Pascal (na ilustração abaixo)  — físico, matemático, filósofo moralista e teólogo francês — acreditava que a existência de um Deus cristão traz muito mais vantagens do que não acreditar. O pensamento é resumido no livro "Filosofia" (Publifolha), que apresenta 50 conceitos e teorias fundamentais explicados de forma clara e rápida.

Filósofo disse
que ser crente é

fazer uma aposta
Pascal nasceu em 1623 em Paris e morreu em 1662 na mesma cidade.

Ele contribuiu decisivamente em suas áreas de atuação. O "Teorema de Pascal", por exemplo, foi formulado por ele quando tinha apenas 16 anos.

Ele era um grande jogador e, de acordo com o livro, "desenvolveu uma maneira de determinar o valor monetário de uma aposta com base nas probabilidades". 

Foi com essa lógica que ele afirmava que decidir acreditar ou não em Deus é como uma aposta de jogo.

"Se Deus existe, a consequência de acreditar nele é a felicidade eterna, ao passo que o inferno aguarda pelos ateus e agnósticos. Por outro lado, se Deus não existe, a consequência de acreditar nele é, na pior das hipóteses, viver uma vida correta e religiosa, ao passo que a consequência de não acreditar nele é continuar levando a vida da mesma forma", explica o livro. 

Assim, a melhor aposta, nesse caso, é acreditar.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Ciência descarta a 'hipótese Deus', afirma filósofo italiano