Evangélicos estão em declínio nos Estados do Sudeste


Em agosto de 2006, os evangélicos representavam 51% da população dos Estados do Sudeste brasileiro e em dezembro de 2016 eles caíram para 43%. A informação é de pesquisa do Datafolha.

O Estados do Sudeste estão entre os mais desenvolvidos do pais: São Paulo, Rio e Minas Gerais. A exceção é o Espírito Santo.

No Nordeste, onde se encontram os Estados mais pobres, houve no mesmo período expansão da população evangélica, de 20% para 27%.

Se essa tendência se mantiver, o Nordeste deixará de ser reduto dos católicos.

No Sul, houve aumento de 13% para 15%.

No Centro-Oeste registrou-se uma pequena variação, de 16% para 15%.

Considerando que a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para cima ou para baixo, a proporção de evangélicos em relação à população dessa região se encontra estabilizada.


Evangélicos se expandem no Nordeste
Com informação do DataFolha.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Número de brasileiros sem religião dobra em dois anos