Evangélicos estão em declínio nos Estados do Sudeste



Em agosto de 2006, os evangélicos representavam 51% da população dos Estados do Sudeste brasileiro e em dezembro de 2016 eles caíram para 43%. A informação é de pesquisa do Datafolha.

O Estados do Sudeste estão entre os mais desenvolvidos do pais: São Paulo, Rio e Minas Gerais. A exceção é o Espírito Santo.

No Nordeste, onde se encontram os Estados mais pobres, houve no mesmo período expansão da população evangélica, de 20% para 27%.

Se essa tendência se mantiver, o Nordeste deixará de ser reduto dos católicos.

No Sul, houve aumento de 13% para 15%.

No Centro-Oeste registrou-se uma pequena variação, de 16% para 15%.

Considerando que a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para cima ou para baixo, a proporção de evangélicos em relação à população dessa região se encontra estabilizada.


Evangélicos se expandem no Nordeste
Com informação do DataFolha.

Envio de correção.



Número de brasileiros sem religião dobra em dois anos