Estado laico não pode se fechar para transcendência, diz papa

O papa Francisco admitiu que um Estado Laico é melhor do que um Estado confessional, mas criticou o laicismo que “fecha as portas à transcendência”.

Rápido avanço da
laicidade na Europa
preocupa Francisco
Trata-se de uma “herança que o Iluminismo nos deixou”, disse ele ao semanário católico belga Tertio.

Argumentou que a transcendência faz parte da essência humana.

A manifestação de Francisco pode ser entendida como uma crítica a países como a França, onde o Estado laico tem sido levado a sério, impondo a ideia de que religião é uma questão de fórum intimo, de cada uma das pessoas, e não da sociedade como um todo.

Nesse sentido, a religião tem de ser banida do espaço público.

Com informação do Tertio. 

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Tribunal manda cidade francesa tirar Virgem Maria de parque


Postar um comentário