Brasileiros acham que sucesso financeiro depende de Deus


Para maioria, o dinheiro vem de Deus

Quase a totalidade dos brasileiros — nove entre dez ou 88% — acredita que a obtenção do sucesso financeiro depende mais de Deus. A pesquisa foi feita pela Datafolha.

Entre os religiosos, essa percepção de que "Todo o sucesso financeiro da minha vida eu deve em primeiro lugar a Deus" ultrapassa os 90%. Em relação aos sem religião, o percentual é de 70%.

De acordo com o instituto, até mesmo pessoas que se declaram ateias, na proporção de 23%, acreditam que o divino é fundamental para a ascensão financeira.

Ou seja, a rigor, essas pessoas são crentes, não ateias. O instituto não deixou essa questão suficientemente esclarecida.

Com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou menos, os resultados da pesquisa foram extraídos de entrevistas com 2.828 pessoas maiores de 16 anos selecionadas por sorteio aleatório em 174 cidades.

O Datafolha apurou também que, do total de quem tem o ensino fundamental completo, um terço concorda que com a frase “As pessoas pobres, em geral, não têm fé em Deus, e, por isso, não conseguem sair dessa situação”.

A gratidão a Deus por ganhos terrenos é maior por parte das pessoas de menor escolaridade e menor renda.

A pesquisa leva a uma conclusão sombria: se a quase a totalidade dos brasileiros acredita que o seu sucesso financeiro depende mais de Deus do que do esforço individual, o país está condenado ao fracasso, literalmente ao Deus dará.

"Todo o sucesso financeiro da minha
vida eu deve em primeiro lugar a Deus"



Com informação da Folha de S.Paulo.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.

Em SP, evangélicos pentecostais têm a mais baixa escolaridade


Postar um comentário